Your browser doesn't support javascript.
loading
Resgaste da fisioterapia ambulatorial realizada pelo Sistema Único de Saúde desde a municipalização plena em Pelotas/RS / Redemption of outpatient physical therapy performed by the Unified Health System since the municipalization i full, in Pelotas/RS
Vasconcelos, Marcia Kaster Portelinha; Fagundes, Maurício Braga; Giusti, Patrícia Haertel.
Afiliação
  • Vasconcelos, Marcia Kaster Portelinha; s.af
  • Fagundes, Maurício Braga; s.af
  • Giusti, Patrícia Haertel; Universidade Católica de Pelotas. Curso de Fisioterapia. Pelotas. Brasil
Bol. saúde ; 21(2): 35-40, jul.-dez. 2007. graf
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-62687
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
Em Pelotas, a Fisioterapia está passando por modificações. A inserção do curso de Fisioterapia na UCPel desde 2003, fez com que houvesse um novo desenho dessa profissão na Região, com isso, ocorreu conseqüentemente um somatório de profissionais, vindos para docência, agregando a área novas idéias e conhecimentos, contribuindo assim para o aperfeiçoamento da profissão, inclusão em cenários antes desprovidos deste profissional, modificando assim o caminhar da Fisioterapia. Por estes fatores o presente estudo descreveu a trajetória da Fisioterapia ambulatorial realizada pelo SUS no município de Pelotas/RS, desde a municipalização da saúde. Esta pesquisa é de natureza transversal e descritiva, onde foi analisado um banco de dados referentes aos anos de 2002 a 2006, pertencente à Secretaria Municipal de Saúde de Pelotas/RS. Obteve-se como resultados que, nos anos de 2002 e 2003, havia 04 clínicas prestadoras de atendimentos fisioterápicos pelo SUS, em 2004, este número aumentou para 07, permanecendo até 2006. Em relação aos atendimentos fisioterápicos, em 2002, evidenciamos 152.886; já em 2003 totalizou-se 154.841; em 2004, 147.575; em 2005, observou-se 141.955; e no ano de 2006, verificou-se 126.357; já dentre os procedimentos realizados pelo SUS, nas clínicas conveniadas, o mais prevalente é o atendimento a doenças de origem reumáticas de membros ou coluna vertebral, totalizando 338.933 (40,5 por cento) dos atendimentos no período equivalente aos anos de 2002 a 2006. Diante do exposto, percebe-se a necessidade de continuação da realização de mais estudos, que possam demonstrar a realidade da Fisioterapia nos Municípios, Estados e no Brasil. (AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Política / Sistema Único de Saúde Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência Idioma: Português Revista: Bol. saúde Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Católica de Pelotas/Brasil
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Política / Sistema Único de Saúde Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência Idioma: Português Revista: Bol. saúde Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Católica de Pelotas/Brasil
...