Your browser doesn't support javascript.
loading
Tendência secular de crescimento em pré-escolares, Brasil / Secular trend of growth of preschool, Brazil
Nascimento, Viviane Gabriela; Bertoli, Ciro João; Bertoli, Lucia Musmê Queiroga; Feferbaun, Rubens; Abreu, Luiz Carlos de; Leone, Claudio.
Afiliação
  • Nascimento, Viviane Gabriela; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Saúde Materno-Infantil. São Paulo. Brasil
  • Bertoli, Ciro João; Universidade de Taubaté. Departamento de Medicina. Disciplina de Pediatria. São Paulo. Brasil
  • Bertoli, Lucia Musmê Queiroga; Universidade de Taubaté. Departamento de Medicina. Disciplina de Pediatria. São Paulo. Brasil
  • Feferbaun, Rubens; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Pediatria. São Paulo. Brasil
  • Abreu, Luiz Carlos de; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Saúde Materno-Infantil. São Paulo. Brasil
  • Leone, Claudio; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Saúde Materno-Infantil. São Paulo. Brasil
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 20(2): 199-207, mai.-ago. 2010. tab, graf
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-64062
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT

INTRODUÇÃO:

a análise da distribuição temporal de eventos do processo saúde-doença é uma das estratégias de investigação mais antigas e valiosas para a epidemiologia e para a saúde pública.

OBJETIVO:

analisar a evolução do perfil antropométrico de pré-escolares, que frequentavam creches municipais da cidade de Taubaté em 1997 e 2007.

MÉTODO:

foram analisadas variáveis do banco de dados de 2 estudos transversais um realizado em 1997, com 755 crianças, e outro de 2007, com 1448 crianças. Os dados analisados foram idade da criança, sexo, peso, estatura e índice de massa corporal (IMC). A transformação dos valores antropométricos em escores Z foi realizada pelo referencial do CDC/NCHS (2000). As comparações entre os dois momentos foram feitas pelo χ-quadrado e pelo teste t-Student, (α = 0,05).

RESULTADOS:

evidenciou-se tendência de crescimento positiva entre 1997 e 2007 com um aumento significante nos valores médios de escore Z de estatura em ambos os sexos, meninos 0,04 para 0,39 e meninas 0,05 para 0,33, e de peso, meninos; -0,03 para 0,26 e meninas 0,03 para 0,21. As médias de IMC não revelaram diferença significante (meninos de - 0,02 para 0,07 e meninas de 0,09 para 0,12). Observou-se também, entre 1997 e 2007, um aumento na prevalência de crianças emagrecidas, de 9,8 para 12,6 por cento e de crianças com excesso de peso, de 17,0 para 20,9 por cento.

CONCLUSÃO:

os pré-escolares da cidade de Taubaté tiveram uma tendência secular de crescimento bastante significativa entre 1997 e 2007, mais de estatura do que de peso, que se acompanhou de um aumento na prevalência de crianças emagrecidas e, principalmente, com excesso de peso. Isso indica que, possivelmente, a melhoria das condições de bem estar da população, além de repercutir positivamente no crescimento estatural dos pré-escolares, também pode resultar na instalação de um intenso e precoce processo de transição nutricional, inclusive fora das grandes regiões metropolitanas(AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Pré-Escolar / Antropometria / Crescimento e Desenvolvimento / Transição Nutricional / Crescimento Tipo de estudo: Estudo observacional Limite: Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2011 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/Brasil / Universidade de Taubaté/Brasil
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Pré-Escolar / Antropometria / Crescimento e Desenvolvimento / Transição Nutricional / Crescimento Tipo de estudo: Estudo observacional Limite: Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2011 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/Brasil / Universidade de Taubaté/Brasil
...