Your browser doesn't support javascript.
loading
Qualidade de vida e prática habitual de atividade física em adolescentes com deficiência / Quality of life and physical activity in adolescents with disabilities
Interdonato, Giovanna Carla; Greguol, Márcia.
Afiliação
  • Interdonato, Giovanna Carla; Universidade Estadual de Londrina. Londrina. Brasil
  • Greguol, Márcia; Universidade Estadual de Londrina. Departamento de Esporte. Londrina. Brasil
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 21(2): 282-295, mai.-ago. 2011. tab, graf
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-64153
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
A prática regular de atividades físicas para pessoas com algum tipo de deficiência tem sido reconhecida como poderoso instrumento de promoção de qualidade de vida. Trata-se, por isso, de uma nova área de mercado, ocupando um espaço cada vez mais importante quer nos campos profissionais que dela emergem, quer pela função humanizante que promove. Muito embora o termo deficiência possa e deva ser estudado em toda sua complexidade, optou-se neste estudo por um foco nos aspectos ligados à caracterização da deficiência visual e auditiva numa ótica de saúde e qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi analisar a qualidade de vida percebida e os níveis de atividade física de adolescentes com deficiência visual ou auditiva. Participaram do estudo 38 jovens com idade entre 14 e 18 anos, sendo 18 com deficiência visual e 20 com deficiência auditiva, todos moradores da cidade de Londrina. Foram administrados dois instrumentos o IPAQ versão curta para verificar os hábitos de atividade física apresentados pelos adolescentes e o questionário WHOQOL- bref, para analisar a percepção de qualidade de vida. Para a análise estatística foi utilizado teste o Mann-Whitney para comparações entre os grupos e Kruskal-Wallis para a comparação dos quatro domínios da qualidade de vida, adotando-se nível de significância p < 0,05. Na comparação entre os grupos do WHOQOL e dos níveis de atividade física não foram verificadas diferenças significativas. Isto pode ter ocorrido devidos ao fato de todos os adolescentes pertencentes à amostra não serem sedentários e apresentarem bons hábitos e estilo de vida(AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Qualidade de Vida / Pessoas com Deficiência / Pessoas com Deficiência Visual / Perda Auditiva / Atividade Motora Limite: Adolescente / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2011 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Londrina/Brasil
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Qualidade de Vida / Pessoas com Deficiência / Pessoas com Deficiência Visual / Perda Auditiva / Atividade Motora Limite: Adolescente / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2011 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Londrina/Brasil
...