Your browser doesn't support javascript.
loading
Literacia em saúde e consumo de substâncias psicoativas em jovens
Moutinho, Lidia; Longo, João; Gomes, Larissa; Moreira, Nádia; Valentim, Olga.
Afiliação
  • Moutinho, Lidia; Escola Superior de Enfermagem de Lisboa. Escola Superior de Saúde de Leiria, IPL. CINTESIS@RISE. Portugal
  • Longo, João; Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches – IPLUSO. Portugal
  • Gomes, Larissa; Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches – IPLUSO. Portugal
  • Moreira, Nádia; Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches – IPLUSO. Portugal
  • Valentim, Olga; Escola Superior de Enfermagem de Lisboa. CIDNUR. CINTESIS@RISE. Portugal
Rev. Rol enferm ; 46(3,supl): 22-26, mar. 2023. tab
Artigo em Português | IBECS | ID: ibc-216894
Biblioteca responsável: ES1.1
Localização: ES15.1 - BNCS
RESUMO

Introdução:

O consumo de substâncias psicoativas pelos jovens tornou-se uma questão inquietante para a enfermagem. Sabendo que a Literacia em Saúde (LS) é a capacidade das pessoas adquirirem conhecimento de modo a tomarem decisões relativamente à prevenção da doença e promoção de saúde, surgiu a questão qual a relação entre a LS e o consumo de substâncias psicoativas nos jovens?

Objetivos:

Caracterizar a LS, o consumo de substâncias psicoativas e a sua relação.

Metodologia:

Estudo exploratório, descritivo e correlacional. Amostra de conveniência com 103 jovens. Instrumentos Questionário sociodemográfico, Escala de Literacia em Saúde e Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test. O tratamento de dados foi realizado através do SPSS 25. Resultados e discussão Amostra maioritariamente do sexo feminino (82,5%) e estudantes (62,1%), cuja média de idades é 21,05 anos. As substâncias mais consumidas são o álcool (75%), o tabaco (50,5%), a cannabis (35%) e as benzodiazepinas (22,5%). Verificaram-se policonsumos (álcool, tabaco e cannabis). O grau de LS é desadequado, e não se verificaram associações entre o consumo de substâncias e o grau de literacia. Detetaram-se diferenças estatisticamente significativa entre o consumo de benzodiazepinas e a situação profissional, verificando-se que as pessoas desempregadas têm maior consumo de benzodiazepinas.

Conclusão:

Urge intervir na promoção da LS dos jovens, com a finalidade de os motivar a diminuir ou parar o consumo de substâncias que possam comprometer a sua saúde. Sugerem-se estudos com amostras maiores e analisar outras variáveis que contribuam para estes comportamentos aditivos. (AU)
ABSTRACT

Introduction:

The consumption of psychoactive substances by young people has become a topic of great concern for nursing. Knowing that Health Literacy (HL) is the ability of people to acquire knowledge to make decisions regarding disease prevention and health promotion, the question arose what is the relationship between HL and the consumption of psychoactive substances in young people?

Objectives:

To characterize HL, the consumption of psychoactive substances and their relationship.

Methodology:

Exploratory, descriptive, and correlational study. Convenience sample with 103 young people. Instruments Sociodemographic Questionnaire, Health and Alcohol Literacy Scale, Smoking and Substance Involvement Screening Test. Data processing was performed using SPSS 25. Results and

discussion:

The sample was primarily female (82.5%) and students (62.1%), with an average age of 21.05. The most consumed substances were alcohol (75%), followed by tobacco (50.5%), cannabis (35%) and benzodiazepines (22.5%). Also, polyconsumption (alcohol, tobacco, and cannabis) was observed. The degree of HL is inadequate, and there were no associations between substance use and the degree of literacy. However, statistically significant differences were found between the consumption of benzodiazepines and the professional situation, concluding that unemployed people have a higher consumption of benzodiazepines.

Conclusion:

It is urgent to intervene in the promotion of HL in young people to motivate them to reduce or stop the consumption of substances that may compromise their health. Further studies with larger samples and analysing other variables that contribute to these addictive behaviours are suggested. (AU)
Assuntos

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados nacionais / Espanha Base de dados: IBECS Assunto principal: Compostos Orgânicos / Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias / Medicina na Literatura Limite: Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Rev. Rol enferm Ano de publicação: 2023 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Escola Superior de Enfermagem de Lisboa/Portugal / Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches – IPLUSO/Portugal
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados nacionais / Espanha Base de dados: IBECS Assunto principal: Compostos Orgânicos / Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias / Medicina na Literatura Limite: Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Rev. Rol enferm Ano de publicação: 2023 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Escola Superior de Enfermagem de Lisboa/Portugal / Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches – IPLUSO/Portugal
...