Your browser doesn't support javascript.
loading
Avaliação da tolerabilidade e do controle de ciclo de dois contraceptivos orais de baixa dose: estudo comparativo aberto / Assessment of the tolerability and cycle control of two low-dose oral contraceptives: an open-label study
Baracat, Edmund C; Barbosa, Ione C; Campos, Altamiro A; Hyppolito, Sylvia B; Melo, Nilson R. de; Mussielo, Rafael; Nassar, Rosival; Pinho-Neto, Joäo S; Tomaz, Geraldez.
Afiliação
  • Baracat, Edmund C; Universidade Federal de Säo Paulo. Escola Paulista de Medicina.
  • Barbosa, Ione C; Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina.
  • Campos, Altamiro A; Goiás (Estado). Secretaria de Saúde. Hospital Materno-Infantil.
  • Hyppolito, Sylvia B; Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina.
  • Melo, Nilson R. de; Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Medicina.
  • Mussielo, Rafael; Faculdade de Ciências Médicas do Espírito Santo.
  • Nassar, Rosival; Universidade Federal do Pará. Faculdade de Medicina.
  • Pinho-Neto, Joäo S; Universidade Federal de Pernambuco. Faculdade de Medicina.
  • Tomaz, Geraldez; Universidade Federal da Paraíba. Faculdade de Medicina.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 20(5): 273-80, jun. 1998. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-236190
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
Realizou-se um estudo aberto comparativo em nove centros brasileiros para avaliar a tolerabilidade e o controle de ciclo obtido com o uso de dois contraceptivos orais de baixa dose contendo 20 mg etinilestradiol/75 mg gestodeno e 20 mg etinilestradiol/150 mg desogestrel, durante seis ciclos de tratamento. Foram selecionadas 167 mulheres saudáveis com vida sexual ativa (77 no grupo do gestodeno e 90 no grupo do desogestrel), das quais 138 completaram os seis ciclos de tratamento. Em um subgrupo de novas usuárias realizou-se também perfil lipídico e hemostático. Foram avaliados 867 diclos no total. Ocorreu sangramento irregular em 4,6 por cento dos ciclos com gestodeno e em 8,1 por cento com desogestrel. A tolerabilidade a ambas preparações foi boa, mas houve significativamente mais náusea no grupo do desogestrel. O controle de ciclo foi bom com os dois contraceptivos, sendo que houve freqüência significativamente menor de sangramento irregular no grupo do gestodeno quando se leva em conta que todos os ciclos foram considerados. Não houve alterações clinicamente significativas no perfil hemostático. O perfil lipídico mostrou tendência a tornar-se mais favorável após seis ciclos de tratamento com as duas preparações. Não ocorreu alteração no peso médio das mulheres no grupo do gestodeno; no grupo do desogestrel houve aumento significativo no peso médio de aproximadamente 1 Kg após seis meses de tratamento. A adesão ao tratamento foi boa com as duas preparações. Os resultados deste estudo mostram que preparações contendo baixa dose de gestodeno ou desogestrel associados a 20 mg de etinilestradiol são contraceptivos bem tolerados que permitem bom controle de ciclo, sem efeitos colaterais significantes.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Desogestrel / Anticoncepcionais Orais Sintéticos / Linestrenol / Ciclo Menstrual Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado Limite: Adulto / Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. bras. ginecol. obstet Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 1998 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Desogestrel / Anticoncepcionais Orais Sintéticos / Linestrenol / Ciclo Menstrual Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado Limite: Adulto / Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. bras. ginecol. obstet Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 1998 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil
...