Your browser doesn't support javascript.
loading
Avaliação da composição corporal e do gasto energético basal em crianças pré-púberes, com obesidade grave, na vigência de programa nutricional / Assessment of body composition and basal energy expenditure, with severe obesity, under a program of nutritional orientation
São Paulo; s.n; 1999. 144 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-272299
Biblioteca responsável: BR1.2
Localização: BR1.2; 4021
RESUMO
A obesidade tem sido considerada um dos problemas de saúde de maior prevalência na área pediátrica. A dificuldade para definir e entender seu caráter multifatorial e até mesmo para o estabelecimento do seu prognóstico a longo prazo, tem sido uma das limitaçoes para a adoçao de programas efetivos. O tratamento da obesidade, por meio de dieta hipocalórica, tem promovido a reduçao do gasto energético basal (GEB); entretanto, como a criança está em fase de crescimento a reduçao do peso relativo poderá ser obtida pelo aumento da sua estatura e pela manutençao do seu peso corporal. Este estudo teve como objetivo a avaliaçao da composiçao corporal e do GEB das crianças portadoras de obesidade grave, com adequaçao do índice peso l estatura (P/E) foi > 140 por cento e IMC > P95 de acordo com o sexo e a idade, ao início e após os seis meses da intervençao nutricional, baseada na modificaçao do hábito alimentar. A avaliaçao da composiçao corporal e do GEB foram realizadas por meio da absorciometria de feixe duplo de raio-X (DXA) e calorimetria indireta, respectivamente. Estudaram-se 32 crianças, 16 de cada sexo' subdivididas pela idade maiores ou menores dos 10 anos. O sexo masculino foi composto por 8 crianças em cada grupo e o feminino por 6 maiores dos 10 anos e o restante menor. Todas elas eram pacientes do Ambulatório de Obesidade Infantil da UNIFESPIEPM. Observaram-se reduçoes da adequaçao do índice P/E, do índice de massa corporal (IMC) relativo e do delta por cento de adequaçao do IMC nos grupos dos menores e das maiores de 10 anos. Os maiores, embora nao apresentassem aquelas reduçoes, demonstraram uma reduçao do percentual de gravidade em relaçao ao IMC no percentil 95, o que aliás também ocorreu com as maiores de l O anos. O único grupo que nao apresentou diferença entre os parâmetros antropométricos relacionados ao grau da obesidade foi o das menores de 10 anos. Nenhum apresentou aumento do percentual da gordura corporal e somente o das meninas menores de 10 anos apresentou aumento da massa gorda (MG). Com exceçao grupo dos meninos menores de 10 anos, todos os outros apresentaram aumento da massa livre de gordura (MLG) e do peso corporal. Este parece estar mais relacionado com o aumento da MLG do que com o da MG, uma vez que o aumento daquela sempre foi superior. Observou-se aumento do GEB mesmo quando houve reduçao do grau da obesidade, sendo que o único grupo que nao apresentou aumento significativo do mesmo foi o das meninas ...(au)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Composição Corporal / Antropometria / Metabolismo Energético Tipo de estudo: Estudo de avaliação / Avaliação econômica em saúde Idioma: Português Ano de publicação: 1999 Tipo de documento: Tese

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Composição Corporal / Antropometria / Metabolismo Energético Tipo de estudo: Estudo de avaliação / Avaliação econômica em saúde Idioma: Português Ano de publicação: 1999 Tipo de documento: Tese
...