Your browser doesn't support javascript.
loading
Plaquetograma em gestantes normais e com pré-eclâmpsia / Measurement of platelet parameters in normal and preeclamptic pregnant women
Santos, Elvany Verônica dos; Meirelles Filho, José.
Afiliação
  • Santos, Elvany Verônica dos; Universidade Federal de Mato Grosso. Faculdade de Ciências Médicas. Hospital Universitário Júlio Muller. Cuiabá. BR
  • Meirelles Filho, José; Universidade Federal de Mato Grosso. Faculdade de Ciências Médicas. Hospital Universitário Júlio Muller. Cuiabá. BR
Rev. bras. ginecol. obstet ; 26(3): 201-206, abr. 2004. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-359973
Biblioteca responsável: BR26.1
RESUMO

Objetivo:

avaliar parâmetros do plaquetograma comparando os valores em gestantes normais e com pré-eclâmpsia.

Métodos:

realizou-se um estudo transversal controlado. Foram revisados os prontuários das mulheres internadas em hospital universitário, no período de 1 de janeiro de 2001 a 31 de julho de 2002. Foram pré-selecionadas aquelas que tinham plaquetograma realizado a partir da 28ª semana de gravidez. Foram analisados dois grupos de estudo grupo PE (36 portadoras de pré-eclâmpsia) e grupo GN (58 gestantes normais). Os parâmetros plaquetários analisados pelo método automatizado foram contagem de plaquetas, volume médio de plaquetas (MPV), largura de distribuição de plaquetas (PDW) e razão de células grandes de plaquetas (P-LCR). A análise estatística usou o teste t de Student e o teste do qui-quadrado para comparar os grupos, e para avaliar o grau de dependência entre as variáveis utilizou-se o coeficiente de determinação (r²). Para todos os testes, o nível de significância considerado foi p < 0,05.

Resultados:

a contagem de plaquetas não foi diferente entre os grupos, porém os demais parâmetros plaquetários estavam significativamente mais elevados no grupo PE. A gravidade da doença foi documentada em 91,7 por cento das portadoras de pré-eclâmpsia, apesar de nenhuma das pacientes incluídas ter apresentado trombocitopenia como critério de gravidade. Detectou-se correlações negativas entre a contagem das plaquetas e entre os demais parâmetros plaquetários analisados, e correlações positivas entre MPV e PDW, MPV e P-LCR e entre PDW e P-LCR. Observaram-se ainda correlações positivas entre MPV, PDW e P-LCR e as pressões sistólicas e diastólicas máximas.

Conclusões:

a pré-eclâmpsia esteve associada com estes novos parâmetros plaquetários, sugerindo alterações funcionais das plaquetas. A aplicabilidade clínica destes parâmetros, como marcadores mais precoces de gravidade da pré-eclâmpsia, exige mais estudos.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Pré-Eclâmpsia / Plaquetas / Hipertensão Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Gravidez Idioma: Português Revista: Rev. bras. ginecol. obstet Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Mato Grosso/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Pré-Eclâmpsia / Plaquetas / Hipertensão Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Gravidez Idioma: Português Revista: Rev. bras. ginecol. obstet Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Mato Grosso/BR
...