Your browser doesn't support javascript.
loading
Sepse no paciente queimado: estudo microbiológico e da sensibilidade antimicrobiana / Sepsis in burn patient: microbiological and antimicrobial susceptibility study
Macedo, Jefferson Lessa S. de; Rosa, Simone C; Macedo, Kátia Cllene S; Santos, João Barberino.
Afiliação
  • Macedo, Jefferson Lessa S. de; Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. São Paulo. BR
  • Rosa, Simone C; Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. São Paulo. BR
  • Macedo, Kátia Cllene S; Universidade Católica de Brasília. Faculdade de Medicina. Brasília. BR
  • Santos, João Barberino; Universidade de Brasília. Faculdade de Medicina. Brasília. BR
Rev. Soc. Bras. Cir. Plást., (1997) ; 20(4): 220-224, out.-dez. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-420619
Biblioteca responsável: BR32.1
RESUMO
O estudo compreendeu os pacientes internados na Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte, Brasília-DF, no período de 1º de junho de 2001 a 1º de fevereiro de 2005. Cento trinta e nove (15,5 per center) pacientes tiveram sepse, de um total de 895 queimados. Cada paciente teve um ou, no máximo, quatro episódios de sepse durante a internação, totalizando 171 episódios. Setenta e oito (56,1 per cent) eram homens e a idade média foi 21 anos (variação de 1 a 89 anos). A superfície corporal queimada variou de 7 a 88 per cent, com uma média de 34,0 per cent. Os sítios de origem dos episódios de sepse foram a ferida queimada (45,6 per cent), o pulmão (10,5 per cent), o cateter vascular (8,8 per cent) e origem desconhecida ou não determinada (35,1 per cent). As principais bactérias causadoras de sepse foram Staphylococcus sp. (65,2 per cent), Acinetobacter sp. (12,3 per cent), Pseudomonas aeruginosa (10,5 per cent) e Enterobacter cloacae (7,6 per cent).. Oitenta e sete (62,6 per cent) pacientes tiveram o primeiro episódio de sepse na primeira semana de internação. Em 62 episódios com isolamento de S. aureus, houve resistência à oxacilina em 37,1 per cent. Todos estafilococos se mostraram sensíveis à vancomicina. Em conclusão, o conhecimento das bactérias prevalentes e da sensibilidade antimicrobiana facilitará a elaboração de protocolos de atendimento, esquemas antimicrobianos e medidas terapêuticas mais eficazes, contribuindo para diminuir a morbidade e a letalidade dos pacientes queimados, com sepse.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Zoonoses Base de dados: LILACS Assunto principal: Queimaduras / Infecção Hospitalar / Sepse / Infecções por Enterobacteriaceae Limite: Adulto / Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. Soc. Bras. Cir. Plást., (1997) Assunto da revista: CIRURGIA GERAL Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica/BR / Universidade Católica de Brasília/BR / Universidade de Brasília/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Zoonoses Base de dados: LILACS Assunto principal: Queimaduras / Infecção Hospitalar / Sepse / Infecções por Enterobacteriaceae Limite: Adulto / Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. Soc. Bras. Cir. Plást., (1997) Assunto da revista: CIRURGIA GERAL Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica/BR / Universidade Católica de Brasília/BR / Universidade de Brasília/BR
...