Your browser doesn't support javascript.
loading
Prevalence of attention deficit hyperactivity disorder in schoolchildren in the city of Salvador, Bahia, Brazil
Pondé, Milena Pereira; Freire, Antonio Carlos Cruz.
Afiliação
  • Pondé, Milena Pereira; Bahia School of Medicine and Public Health. Salvador. BR
  • Freire, Antonio Carlos Cruz; Bahia School of Medicine and Public Health. Salvador. BR
Arq. neuropsiquiatr ; 65(2A): 240-244, jun. 2007. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-453919
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT

BACKGROUND:

Attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) is the most common neuropsychiatric disorder of infancy and one of the most prevalent chronic diseases found in schoolchildren.

OBJECTIVE:

To evaluate the prevalence of ADHD in schoolchildren through the use of a questionnaire responded by school-teachers.

METHOD:

A total of 774 children enrolled in the public and private school systems were evaluated. The diagnostic instrument used was a Teacher ADHD scale.

RESULTS:

Results showed that 6.7 percent of children were considered highly likely to have the disorder. Of the more severe cases of ADHD, the hyperactive-impulsive subtype was more frequently identified in girls, while the inattentive subtype was more prevalent among boys.

CONCLUSION:

The symptoms of attention deficit in hyperactive children may be underestimated by teachers since the symptoms of hyperactivity are more noticeable and disruptive.
RESUMO

INTRODUÇÃO:

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é o distúrbio neuropsiquiátrico mais comum na infância, estando, também, entre as doenças crônicas mais prevalentes em crianças escolares.

OBJETIVO:

Estimar a prevalência do TDAH em escolares através de inquérito com professores.

MÉTODO:

Foram avaliadas 774 crianças, matriculados na rede pública e privada de ensino. O instrumento diagnóstico utilizado foi a Escala de TDAH versão para professores.

RESULTADOS:

Estimou-se que 6,7 por cento das crianças apresentavam alta probabilidade de apresentar o distúrbio. Dentre os casos mais severos de TDAH o subtipo hiperativo-impulsivo foi mais prevalente nos escolares do sexo feminino, enquanto o subtipo desatento foi mais prevalente entre as crianças do sexo masculino.

CONCLUSÃO:

Os sintomas do déficit de atenção em crianças hiperativas podem ser subestimados pelos professores visto que os sintomas da hiperatividade são mais disruptivos e visíveis.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Criança / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Arq. neuropsiquiatr Assunto da revista: Neurologia / Psiquiatria Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Bahia School of Medicine and Public Health/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Criança / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Arq. neuropsiquiatr Assunto da revista: Neurologia / Psiquiatria Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Bahia School of Medicine and Public Health/BR
...