Your browser doesn't support javascript.
loading
Desenvolvimento neuromotor e dentição de crianças atendidas em serviços públicos de saúde do Brasil, no primeiro ano de vida / Neuromotor development and teething of children assisted in public health services in Brazil, in the first year of life
Andrade, Kátia C. de; Souza, Sonia B. de; Szarfarc, Sophia C.
Afiliação
  • Andrade, Kátia C. de; s.af
  • Souza, Sonia B. de; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Nutrição. BR
  • Szarfarc, Sophia C; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Nutrição. BR
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 17(2): 37-44, abr.-jun. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-481792
Biblioteca responsável: BR67.1
RESUMO
Este artigo tem como objetivo identificar, através da percepção materna, o desenvolvimento de crianças atendidas no primeiro ano de vida em serviços públicos de saúde do Brasil. Em entrevista com as mães, foram levantados sinais de desenvolvimentos firmar a cabeça, sentar, engatinhar, andar com ajuda ou sozinha, falar e dentição 5655 crianças. As respostas categóricas (sim/não) foram avaliadas segundo associação com idade e escolaridades maternas, idade gestacional no parto, peso ao nascer, estado nutricional e anemia da criança, aleitamento materno e uso de chupeta. Os resultados revelaram que a maior proporção de crianças apresenta-se atrasada em relação aos padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde para o desenvolvimento neuromotor e dentição. A prematuridade foi o fator mais freqüentemente associado a sinais de desenvolvimentos não atingidos e a dentição foi o sinal mais sensível às mesmas variáveis. Verificou-se que parte dos resultados negativos talvez sejam conseqüência da dificuldade materna em identificar os sinais subjetivos de desenvolvimento. Sugere-se que um levantamento dos sinais de desenvolvimento seja realizado por profissionais treinados permitindo verificar critérios e/ou intervenções adequadas para modificar a situação encontrada.
ABSTRACT
This article aims to estimate, through maternal perception, the prevalence of development signs, and determine associated risk factors among infants receiving routine health care in public clinics. The cross-sectional study included 5655 infants in the first year of life. The information regarding the child was obtained from the mother/caregiver by means of an interview. The development signs studied were sustaining the head, seating, crawling, walking with some help or by itself, speaking, and also teething. The categorical answers (yes/no) were evaluated according to maternal age and schooling, gestational age at childbirth, birth weight, child's nutritional status and anemia, breast-feeding, and use of pacifier. Results showed that most of the children are delayed according to the standards of neuromotor development and teething established by the Ministry of Health. Prematurity was the factor most often associated with non-reached development signs, and teething was the sign most frequently associated with the selected variables. It was verified that part of the negative results may be a consequence of the maternal difficulty in identifying subjective development signs. It is suggested that a survey to identify development signs is conducted by trained professionals to check criteria and/or adequate interventions to change the observed results.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Desenvolvimento Infantil / Dentição / Serviços de Saúde País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Desenvolvimento Infantil / Dentição / Serviços de Saúde País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR
...