Your browser doesn't support javascript.
loading
Índice Tornozelo-Braquial (ITB) determinado por esfigmomanômetros oscilométricos automáticos / Assessing Ankle-Brachial Index (ABI) by using automated oscillometric devices
Kawamura, Takao.
Afiliação
  • Kawamura, Takao; Cardioclínica Araçatuba. Araçatuba. BR
Arq. bras. cardiol ; 90(5): 322-326, maio 2008. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-482922
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
FUNDAMENTO Índice Tornozelo-Braquial (ITB) é essencial na prática clínica, mas dificuldades técnicas na sua execução pelo padrão de referência Doppler vascular (DV) tornam-no ainda pouco utilizado.

OBJETIVO:

Avaliar aplicabilidade da determinação do ITB com uso de esfigmomanômetros oscilométricos automáticos (EOA) e sugerir a utilização dos índices delta-Bráquio-Braquial (delta-BB) e delta-ITB como marcadores de risco cardiovascular.

MÉTODOS:

Estudo descritivo e observacional de 247 pacientes ambulatoriais (56,2 por cento feminino, média 62,0 anos) submetidos à determinação do ITB com aferição simultânea da pressão arterial (PA) em membros superiores (MMSS) e inferiores (MMII) utilizando-se dois EOA (OMRON-HEM705CP). Nos casos em que não foi possível aferir PA em pelo menos um dos MMII utilizou-se DV. Os pacientes divididos em Grupo N (ITB normal 0,91 a 1,30) e Grupo A (ITB alterado <0,90 ou >1,30) tiveram comparados entre si os valores de delta-ITB (diferença absoluta ITB/MMII) e delta-BB (diferença absoluta PAS/MMSS).

RESULTADOS:

Utilizando-se EOA foi possível determinar ITB em 90,7 por cento. Com dados do Grupo N determinaram-se valores de referência (VR) no percentil 95 de delta-ITB (0-0,13) e delta-BB (0-8 mmHg). Quando comparado com o Grupo N, o Grupo A apresentou prevalência mais elevada tanto de delta-ITB (30/52 contra 10/195; Razão de Chances 25,23; p<0,0001) como de delta-BB (13/52 contra 7/195; Razão de Chances 8,95; p<0,0001) acima dos VR.

CONCLUSÃO:

O ITB pode ser determinado na maioria das vezes com EOA. Delta-ITB e delta-BB acima dos VR estiveram significativamente mais prevalentes nos portadores de ITB alterado e podem ser sugeridos como marcadores de risco cardiovascular em futuros estudos epidemiológicos.
ABSTRACT

BACKGROUND:

Assessing Ankle-Brachial Index is an essential procedure in clinical settings, but since its measurement by the gold standard Doppler Ultrasonic (DU) technique is impaired by technical difficulties, it is underperformed.

OBJECTIVE:

The aim of this study was to assess the efficacy of an automated oscillometric device (AOD) by performing Ankle-Brachial Index (ABI) assessments and to suggest delta brachial-brachial (delta-BB) and delta-ABI as markers of cardiovascular risk.

METHODS:

In this observational and descriptive study, 247 patients (56.2 percent females, mean age 62.0 years) had their arterial blood pressure (ABP) measured for ABI calculation. Two AOD (OMRON-HEM705CP) devices were used for simultaneous measurements of the ABP, first of the two arms and then of the arm with higher systolic ABP and a leg, first the left and then the right one. When leg ABP measurements were not possible, ABI determination was performed by using the standard Doppler Ultrasonic (DU) technique. Patients were designated to Group N (normal ABI 0.91 to 1.30) or Group A (abnormal ABI <0.90 or >1.30). Other indexes were also calculated delta-BB (absolute difference in mmHg of systolic ABP between arms) and delta-ABI (absolute difference of ABI between legs) and the results were compared.

RESULTS:

In most patients (90.7 percent), it was possible to determine the ABI. Group N data allowed calculation of the 95th percentile reference values (RV) of delta-BB (0 to 8 mmHg) and delta-ABI (0 to 0.13). When compared to Group N, Group A had a significantly higher prevalence of high values greater than the RVs of delta-ABI (30 of 52 and 10 of 195, respectively; Odds Ratio = 25.23; p<0.0001) and delta-BB (13 of 52 and 7 of 195, respectively; Odds Ratio = 8.95; p<0.0001).

CONCLUSION:

In most patients, the ABI could be measured by AOD. Both indexes, delta-BB and delta-ABI greater than the RVs, were significantly more prevalent in patients with abnormal ABI ...
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Oscilometria / Braço / Pressão Sanguínea / Artéria Braquial / Doenças Vasculares Periféricas / Tornozelo Limite: Idoso / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Inglês / Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Cardioclínica Araçatuba/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Oscilometria / Braço / Pressão Sanguínea / Artéria Braquial / Doenças Vasculares Periféricas / Tornozelo Limite: Idoso / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Inglês / Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Cardioclínica Araçatuba/BR
...