Your browser doesn't support javascript.
loading
O uso de medicamentos pelas famílias atendidas no Centro de Saúde 8 do Gama - DF / Use of medicines by families assisted at Centro de Saúde 8 of Gama – DF
Costa, Alessandra Alves da; Moura, Alessandra Aparecida Cruz; Mangueira, Jucerlânia Lucena; Barbosa-Branco, Anadergh.
Afiliação
  • Costa, Alessandra Alves da; Universidade de Brasília. Departamento de Saúde Coletiva. Faculdade de Ciências da Saúde. Brasília. BR
  • Moura, Alessandra Aparecida Cruz; Universidade de Brasília. Departamento de Saúde Coletiva. Faculdade de Ciências da Saúde. Brasília. BR
  • Mangueira, Jucerlânia Lucena; Universidade de Brasília. Departamento de Saúde Coletiva. Faculdade de Ciências da Saúde. Brasília. BR
  • Barbosa-Branco, Anadergh; Universidade de Brasília. Departamento de Saúde Coletiva. Faculdade de Ciências da Saúde. Brasília. BR
Comun. ciênc. saúde ; 18(2): 117-127, abr.-jun. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-484722
Biblioteca responsável: BR599.1
RESUMO

Objetivo:

traçar o perfil das famílias cadastradas no Sistema de Informações sobre Atenção Básica pelo Centro de Saúde do Gama - DF em relação ao uso de medicamentos.

Métodos:

Trata-se de um inquérito domiciliar realizado em uma amostra de 136 famílias a partir de uma população de 3629 famílias. Considerou-se o perfil sociodemográfico, presença de doenças crônicas na família, uso dos medicamentos nos últimos 60 dias, origem da prescrição ou indicação, o local de aquisição e armazenamento dos medicamentos e o uso de chás.

Resultados:

do total de famílias, 120 (88,2 por cento) fizeram uso de algum medicamento nos últimos 60 dias. A estrutura familiar mais freqüente foi de Pai-Mãe-Filho (52,2 por cento). Das 136 famílias, 64,0 por cento possuíam ensino médio completo como escolaridade máxima e 60,0 por cento delas referiram renda per capita maior que R$ 400,00. A presença de doenças crônicas nas famílias foi observada em 48,5 por cento. As categorias de medicamentos mais utilizadas foram os de ação sobre o sistema nervoso (analgésicos), sendo também os mais utilizados sem prescrição médica. Um total de 41,2 por cento das famílias armazenam medicamentos na cozinha e 60 famílias (44,1 por cento) fazem uso de chás caseiros.

Conclusões:

a estrutura familiar predominante é aquela tradicionalmente encontrada nas famílias brasileiras pai-mãe-filho. Ressalta-se que, entre as famílias, o uso de medicamentos reflete atos significativos aos agravos à saúde como automedicação, uso de medicamentos vencidos, armazenamento inadequado e uso concomitante com chás. Esses dados sugerem a necessidade de intervenção na atenção básica, com envolvimento das autoridades sanitárias, respaldada na educação em saúde, por meio de treinamento de multiplicadores, teatro e programas de rádio.Palavras-chave famílias, uso de medicamentos, armazenamento de medicamentos, auto-medicação, atenção básica de saúde.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Família / Uso de Medicamentos Idioma: Português Revista: Comun. ciênc. saúde Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de Brasília/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Família / Uso de Medicamentos Idioma: Português Revista: Comun. ciênc. saúde Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de Brasília/BR
...