Your browser doesn't support javascript.
loading
Perfil sociodemográfico e condições de saúde e trabalho dos professores de nove escolas estaduais paulistas / Perfil Sociodemográfico y las condiciones de salud y trabajo de profesores de nueve Escuelas Estatales Paulistas / Socio-demographic profile and health and working conditions of teachers of nine state of são paulo public schools
Vedovato, Tatiana Giovanelli; Monteiro, Maria Inês.
Afiliação
  • Vedovato, Tatiana Giovanelli; s.af
  • Monteiro, Maria Inês; Universidade Estadual de Campinas. FCM. Departamento de Enfermagem. Campinas. BR
Rev. Esc. Enferm. USP ; 42(2): 291-297, jun. 2008. graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-486528
Biblioteca responsável: BR41.1
RESUMO
Estudo transversal realizado em nove escolas estaduais de Campinas e São José do Rio Pardo, com 258 professores com o objetivo de caracterizar o perfil sociodemográfico, estilos de vida, condições de saúde e de trabalho. A amostra foi composta por mulheres (81,8 por cento) e homens (18,2 por cento), sendo casados (60,8 por cento), com média de idade de 41,4 anos (DP 9,2), que realizavam atividade física (56,6 por cento), lazer (93,4 por cento) e tarefas domésticas (88,4 por cento). Quanto à saúde, 20,9 por cento não dormiam bem à noite; 82,1 por cento possuíam doença com diagnóstico médico músculo-esquelética e respiratória (27,1 por cento); acidentes e doenças digestivas (22,1 por cento) e transtornos mentais (20,9 por cento). Tais doenças estavam relacionadas aos riscos relatados movimentos repetitivos, presença de poeira de giz, trabalho estressante, longas jornadas, atividade em mais de uma escola e baixa remuneração. Concluiu-se que os professores eram expostos a riscos nas escolas e que medidas de promoção à saúde e prevenção deveriam ser tomadas pelos governantes.
ABSTRACT
This is a crosssectional study carried out with 258 teachers in nine public schools located in the cities of Campinas and São José do Rio Pardo, in the State of São Paulo, in order to describe their socio-demographic profiles, lifestyles and health and working conditions. The sample was comprised mostly by females (81.8 percent), married (60.8 percent), averaging 41.4 years of age (SD 9.2), working out (56.6 percent), with leisure time (93.4 percent) and performing home duties (88.4 percent). In terms of health, 20.9 percent did not sleep well at night and 82.1 percent had one of following diseases diagnosed by a physician musculoskeletal and respiratory diseases (27.1 percent); injuries due to accidents and digestive diseases (22.1 percent), and mental disorders (20.9 percent). These diseases were related to the professional risks that were described repetitive movements, chalk dust, stressing work, long working hours, work in more of one school and low wage. It was concluded that teachers are exposed to risks at schools and that prevention and health care policies should be taken by the authorities.
RESUMEN
Se trata de un estudio transversal realizado en nueve escuelas estatales de Campinas y Sao José do Rio Pardo, con 258 profesores con el objetivo de caracterizar el perfil sociodemográfico, estilos de vida, condiciones de salud y de trabajo. La muestra estuvo constituida por mujeres (81,8 por ciento) y hombres (18,2 por ciento), siendo casados (60,8 por ciento), con un promedio de edad de 41,4 años (DP 9,2), que realizaban actividad física (56,6 por ciento), descanso (93,4 por ciento) y tareas domésticas (88,4 por ciento). En cuanto a la salud, 20,9 por ciento no dormían bien por la noche; 82,1 por ciento tenían enfermedad con diagnóstico médico músculo-esquelético y respiratoria (27,1 por ciento); accidentes y enfermedades digestivas (22,1 por ciento) y trastornos mentales (20,9 por ciento). Las referidas enfermedades estaban relacionadas a los riesgos relatados movimientos repetitivos, presencia de polvo de tiza, trabajo estresante, jornadas largas, actividad en más de una escuela y baja remuneración. Se concluye que los profesores estaban expuestos a riesgos en las escuelas y que las medidas de promoción a la salud y prevención deberían ser tomadas por los gobernantes.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Ensino / Trabalho / Nível de Saúde / Saúde do Trabalhador Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. Esc. Enferm. USP Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Campinas/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Ensino / Trabalho / Nível de Saúde / Saúde do Trabalhador Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. Esc. Enferm. USP Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Campinas/BR
...