Your browser doesn't support javascript.
loading
Estudos epidemiológicos e caracterização molecular do vírus da Hepatite B em usuários e profissionais de saúde do Hospital Divina Providência em Angola / Studies epidemiologists and molecular characterization of the virus of Hepatitis B in users and professionals of health of the Divine Hospital Step in Angola
Rio de Janeiro; s.n; 2008. xv,82 p. mapas, ilus, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-511904
Biblioteca responsável: BR15.1
Localização: BR15.1
RESUMO
Estima-se que, dos cerca de 360 milhões de pessoas com infecção crônica pelo vírus da hepatite B (HBV) no mundo, 65 milhões vivem na África. A escassez de dados sobre HBV em Angola incentivou a realização deste trabalho com objetivo de avaliar a freqüência de marcadores HBV e descrever os fatores de risco associados; foi também avaliada a associação do HBV com o vírus da imunodeficiência humana adquirida (HIV) e foram identifacados os principais genótipos do HBV, visando adoção de estratégias voltadas à aplicação de medidas preventivas. Empregou-se o estudo observacional descritivo do tipo transversal. Foram estudados 505 indivíduos maiores de 18 anos de ambos os sexos, que procuraram o atendimento ambulatorial ou se apresentaram voluntariamente, e consentiram em participar da pesquisa no Hospital Divina Providência, da Província de Luanda - Angola, no período de fevereiro a março de 2007. Todas as amostras foram testadas para o HBsAg, anti-HBc e anti-HBs mas somente as amostras positivas para o HBsAg foram testadas para o HBeAg e anti-HBe. A idade dos indivíduos variou de 18 a 76 anos, com média de idade de 36 anos. A prevalência geral do HBsAg, anti-HBc, anti-HBs, HBeAg e anti-HBe foi de 14,8 por cento, 79,0 por cento, 36,6 por cento, 25,3 por cento e 77,3 por cento respectivamente. A circuncisão foi o fator de risco associado à infecção. O fator de risco antecedente de acidente com sangue de outros foi considerado estatisticamente significativo quando analisado entre os profissionais de saúde. A técnica de poliformismo do tamanho dos fragmentos de restrição (RFLP) demostrou a existência de três genótipos do HBV (A, D e E), sendo o genótipo E o mais prevalente (59,3 por cento). A co-infecção HBV/HIV ficou estimada em 4 por cento.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.3: Acabar com as doenças tropicais negligenciadas e combater as doenças transmissíveis Base de dados: LILACS Assunto principal: Estudos Epidemiológicos / Vírus da Hepatite B / Fatores de Risco / Hepatite B Tipo de estudo: Estudo observacional Idioma: Português Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Tese
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.3: Acabar com as doenças tropicais negligenciadas e combater as doenças transmissíveis Base de dados: LILACS Assunto principal: Estudos Epidemiológicos / Vírus da Hepatite B / Fatores de Risco / Hepatite B Tipo de estudo: Estudo observacional Idioma: Português Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Tese
...