Your browser doesn't support javascript.
Análise da comunicação de eventos adversos na perspectiva de enfermeiros assistenciais / Analysis of the communication of adverse events under the perspective of assistant nurses / Análisis de la comunicación de eventos adversos en la perspectiva de enfermeros asistenciales
Rev. RENE ; 14(6): 1073-1083, nov.-dez. 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-721916
Biblioteca responsável: BR6.1
RESUMO
Estudo descritivo que objetivou analisar o processo de comunicação de eventos adversos no contexto hospitalar, sob a perspectiva de enfermeiros assistenciais. Os dados foram coletados em janeiro de 2013 em hospital público de Fortaleza-CE, Brasil. Aplicou-se entrevista semiestruturada a 37 enfermeiros, abrangendo questões norteadoras sobre comunicação/registro de eventos adversos. Constatou-se que existe comunicação de eventos adversos no serviço, porém há subnotificação e análise inadequada dos casos; os enfermeiros não foram unânimes na identificação dos documentos indicados para registro dos eventos; e prevalece a cultura punitiva nas situações que geram eventos adversos, evidenciada pelos relatos de práticas de repreensão e punição dos profissionais. Conclui-se que é necessário incentivar a comunicação adequada de eventos adversos no serviço, considerando o registro como indispensável no processo de comunicação organizacional, pois é fonte de dados para análise da ocorrência de eventos adversos e garante segurança ao paciente.
ABSTRACT
This descriptive study aimed to analyze the process of communicating adverse events in the hospital context, from the nurses’ perspective. Data was collected in January 2013 in a public hospital in Fortaleza, Ceará, Brazil. A semi-structured interview was held with 37 nurses, covering guiding questions regarding the communication/recording of adverse events. It was found that communication of adverse events exists in the service, but that cases are under-reported and inadequately analyzed; the nurses were not unanimous in identifying the documents indicated for recording events; and a punitive culture predominates in the situations which generate adverse events, evidenced by reports of practices of reprimanding and punishment of the professionals. It is concluded that encouraging appropriate communication of adverse events in the service is necessary, considering recording as indispensable in the organizational communication process, as this is the source of data for analyzing the occurrence of adverse events and ensures patient safety.
RESUMEN
Estudio descriptivo, cuyo objetivo fue analizar el proceso de comunicación de eventos adversos en medio hospitalario, bajo la perspectiva de enfermeros. Los datos fueron recolectados en enero de 2013 en hospital público de Fortaleza-CE, Brasil. Se aplicó entrevista semiestructurada a 37 enfermeros, incluyendo preguntas acerca de la comunicación/registro de eventos adversos. Se encontró comunicación de eventos adversos en el servicio, pero con subregistro de casos y análisis inadecuados; los enfermeros no fueron unánimes en identificar los documentos para registro de eventos; y prevalece la cultura punitiva en situaciones que generan eventos adversos, como señalan los informes de prácticas de amonestación y castigo de los profesionales. En conclusión, es necesario fomentar la comunicación adecuada de eventos adversos en el servicio, teniendo en cuenta que el registro es esencial en el proceso de comunicación organizacional, ya que es fuente de datos para análisis de eventos adversos y garantiza seguridad del paciente.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Qualidade da Assistência à Saúde / Registros de Enfermagem / Enfermagem / Gestão da Segurança / Segurança do Paciente Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Rev. RENE Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual do Ceará/BR