Your browser doesn't support javascript.
A influência de diferentes recuperações entre as séries no treinamento de força / The influence of different recuperations between sets in resistance exercises
Rev. bras. ciênc. mov ; 19(2): 70-77, abr.-jun. 2011. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-733681
Biblioteca responsável: BR1552.1
RESUMO
O objetivo foi verificar a influência de diferentes formas de recuperações entre séries no desempenho das repetições e percepção subjetiva de esforço (PSE). Quatorze homens (20,61 ± 3,01 anos; 73,72 ± 6,03 kg; 175,08 ± 5,25 cm; 24,08 ± 2,1 kg/m²) realizaram teste e reteste de 10RM no supino horizontal em dias não consecutivos. Foram executadas quatro séries no supino horizontal para 10RM com intervalo de dois minutos e com diferentes procedimentos de recuperação: passivo e ativo (movimentos cadenciados similares à execução do supino horizontal). A ANOVA one-way demonstrou que para as duas recuperações, reduções progressivas ocorreram no número de repetições (1a < 2a < 3a < 4a série). Não foram observadas diferenças nas repetições entre recuperações tanto, em cada série, como para o número total de repetições na recuperação passiva (25,83 ± 5,51repetições) e na recuperação ativa (27,58 ± 3,75 repetições). Para a PSE verificada antes e após a execução das séries, ocorreram elevações a partir da terceira série para ambas as recuperações. Maiores valores da PSE para a recuperação ativa comparada com a recuperação passiva foram observados na quarta série. Concluímos que não ocorreram diferenças entre os protocolos de recuperação, porém com maior fadiga para a recuperação ativa.
ABSTRACT
Our aim was to verify the influence of different rest protocols between sets for the number of repetitions and perceived effort scale (PES). Fourteen trained men (20.61 ± 3.01 years; 73.72 ± 6.03 kg; 175.08 ± 5.25 cm; IMC = 24.08 ± 2.1 kg/m²) performed tests and retest of 10RM on the bench press in non-consecutive days. Subjects performed four sets of 10RM on bench press with two minute rest interval between sets, and two distinct rest procedures: passive and active recovery (cadenced movements similar to the bench press). The ANOVA one way demonstrated that for both recuperations, progressive reductions occurred on the number of repetitions (1a < 2a < 3a < 4a sets). No differences were shown between both rest protocols for each set, as well for the total number of repetitions on passive (25.83 ± 5.51repetitions) and active recovery (27.58 ± 3.75 repetitions). For the PES obtained before and after each set, significant elevations occurred from the third set for both recuperations. Higher values of PES for active recovery compared to passive recovery were shown on the fourth set. We concluded that no significant differences occurred between the recoveries protocols, although, higher values of effort were perceived at the active recovery.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Exercício / Treinamento de Resistência Limite: Adolescente / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Rev. bras. ciênc. mov Assunto da revista: Medicina Esportiva Ano de publicação: 2011 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Católica de Petrópolis/BR / Universidade Federal do Rio de Janeiro/BR