Your browser doesn't support javascript.
loading
Using ichthyotoxic plants as bioinsecticide: A literature review / Uso de plantas ictiotóxicas como bioinseticida: revisão de literatura
ANDRADE, J. N.; COSTA NETO, E. M.; BRANDÃO, H..
Afiliação
  • ANDRADE, J. N.; Feira de Santana State University. Department of Biology. Feira de Santana. BR
  • COSTA NETO, E. M.; Feira de Santana State University. Department of Biology. Feira de Santana. BR
  • BRANDÃO, H.; Feira de Santana State University. Department of Biology. Feira de Santana. BR
Rev. bras. plantas med ; 17(4): 649-656, out.-dez. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-763216
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACTSome ichthyotoxic plants are study object aiming to discover promising substances in the field of Biotechnology, in search of plant extracts which can be used or even transformed into natural insecticides. This paper presents a bibliographical survey in order to check the traditional use of ichthyotoxic plants as bioinsecticide. Among the plants identified as ichthyotoxic, the most cited in traditional use are those from the genera Derris, Serjania, Lonchocarpus, Magonia, and Tephrosia. The survey suggests that ichthyotoxic plant extracts can contain classes of chemical compounds such as isoflavonoids and tannins with a bioinsecticidal effect and, thus, they can be used in Biotechnology, contributing to reduce the use of synthetic insecticides that present a high toxicity level.
RESUMO
RESUMOUso de plantas ictiotóxicas como bioinseticida revisão de literatura. Algumas plantas ictiotóxicas são objeto de estudos com a finalidade de descobrir substâncias promissoras no campo da Biotecnologia, na busca de extratos vegetais que possam ser usados ou mesmo transformados em inseticidas naturais. Esse artigo apresenta uma pesquisa bibliográfica sobre o uso tradicional de plantas ictiotóxicas como bioinseticida. Entre as plantas identificadas como ictiotóxicas, as mais citadas no uso tradicional são as dos gêneros Derris, Serjania, Lonchocarpus, Magonia e Tephrosia. A pesquisa sugere que extratos de plantas ictiotóxicas podem conter classes de compostos químicos, como isoflavonoides e taninos, com efeito bioinseticida e, assim, podem ser usados na Biotecnologia, contribuindo na redução do uso de inseticidas sintéticos que possuem alto nível de toxicidade.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Biotecnologia / Extratos Vegetais Tipo de estudo: Revisão sistemática Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. plantas med Assunto da revista: Medicina / Terapias Complementares Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Feira de Santana State University/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Biotecnologia / Extratos Vegetais Tipo de estudo: Revisão sistemática Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. plantas med Assunto da revista: Medicina / Terapias Complementares Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Feira de Santana State University/BR
...