Your browser doesn't support javascript.
loading
Experimental evidence of pharmacological management of anchorage in Orthodontics: A systematic review
Fernández-González, Felipe José; Cañigral, Aránzazu; Balbontín-Ayala, Felipe; Gonzalo-Orden, José Manuel; Carlos, Felix de; Cobo, Teresa; Fernández-Vázquez, Jose Pedro; Sánchez-Lasheras, Fernando; Vega, José Antonio.
Afiliação
  • Fernández-González, Felipe José; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Cañigral, Aránzazu; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Balbontín-Ayala, Felipe; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Gonzalo-Orden, José Manuel; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Carlos, Felix de; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Cobo, Teresa; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Fernández-Vázquez, Jose Pedro; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Sánchez-Lasheras, Fernando; University of Oviedo. Asturias. ES
  • Vega, José Antonio; University of Oviedo. Asturias. ES
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 20(5): 58-65, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-764546
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT

Introduction:

Orthodontic anchorage is one of the most challenging aspects of Orthodontics. Preventing undesired movement of teeth could result in safer and less complicated orthodontic treatment. Recently, several reviews have been published about the effects of different molecules on bone physiology and the clinical side effects in Orthodontics. However, the effects of local application of these substances on the rate of orthodontic tooth movement have not been assessed.

Objectives:

The aim of this research was to analyze the scientific evidence published in the literature about the effects of different molecules on orthodontic anchorage.

Methods:

The literature was systematically reviewed using PubMed/Medline, Scopus and Cochrane databases from 2000 up to July 31st, 2014. Articles were independently selected by two different researchers based on previously established inclusion and exclusion criteria, with a concordance Kappa index of 0.86. The methodological quality of the reviewed papers was performed.

Results:

Search strategy identified 270 articles. Twenty-five of them were selected after application of inclusion/exclusion criteria, and only 11 qualified for final analysis. Molecules involved in orthodontic anchorage were divided into three main groups osteoprotegerin (OPG), bisphosphonates (BPs) and other molecules (OMs).

Conclusions:

Different drugs are able to alter the bone remodeling cycle, influencing osteoclast function and, therefore, tooth movement. Thus, they could be used in order to provide maximal anchorage while preventing undesired movements. OPG was found the most effective molecule in blocking the action of osteoclasts, thereby reducing undesired movements.
RESUMO

Introdução:

a ancoragem ortodôntica é um dos aspectos mais desafiadores da Ortodontia. A prevenção de movimentos dentários indesejados poderia resultar em um tratamento ortodôntico mais seguro e menos complexo. Recentemente, foram publicadas várias revisões de literatura sobre os efeitos de diferentes substâncias na fisiologia do tecido ósseo e os efeitos colaterais clínicos na Ortodontia. Porém, os efeitos da aplicação local dessas substâncias no grau de movimentação dentária ortodôntica não foram avaliados.

Objetivos:

o objetivo da presente pesquisa foi analisar a evidência científica publicada na literatura sobre os efeitos de diferentes substâncias na ancoragem ortodôntica.

Métodos:

a literatura foi sistematicamente revisada utilizando-se as bases de dados PubMed/Medline, Scopus e Cochrane, de 2000 a 31 de julho de 2014. Os artigos foram selecionados, de maneira independente, por dois pesquisadores diferentes, tendo como base critérios de inclusão e exclusão previamente estabelecidos, com um índice Kappa de concordância de 0,86. A qualidade metodológica dos artigos revisados foi analisada.

Resultados:

a estratégia de pesquisa identificou 270 artigos; 25 artigos foram selecionados após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, mas apenas 11 foram qualificados para a análise final. As substâncias envolvidas na ancoragem ortodôntica foram divididas em três grupos principais osteoprotegerina (OPG), bisfosfonatos (BFs) e outras substâncias (OSs).

Conclusões:

diferentes substâncias são capazes de alterar o ciclo de remodelação óssea, influenciando na função dos osteoclastos e, portanto, na movimentação dentária. Sendo assim, essas substâncias podem ser utilizadas para promover o máximo de ancoragem e prevenir movimentos indesejados. A OPG foi a substância mais eficaz no bloqueio da ação dos osteoclastos, reduzindo os movimentos indesejados.

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Overview / Síntese de evidências / Revisão sistemática Idioma: Inglês Revista: Dental press j. orthod. (Impr.) Assunto da revista: Ortodontia Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Espanha Instituição/País de afiliação: University of Oviedo/ES

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Overview / Síntese de evidências / Revisão sistemática Idioma: Inglês Revista: Dental press j. orthod. (Impr.) Assunto da revista: Ortodontia Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Espanha Instituição/País de afiliação: University of Oviedo/ES
...