Your browser doesn't support javascript.
loading
Efeito agudo do exercício aeróbio na glicemia em diabéticos 2 sob medicação / Acute effect of aerobic exercise on blood glucose in diabetic 2 under medication / Efecto agudo del ejercicio aeróbico sobre la glucemia en los diabéticos 2 en medicación
Barrile, Silvia Regina; Coneglian, Camila Borin; Gimenes, Camila; Conti, Marta Helena Souza de; Arca, Eduardo Aguilar; Rosa Junior, Geraldo; Martinelli, Bruno.
Afiliação
  • Barrile, Silvia Regina; Universidade Sagrado Coração. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Fisioterapia. Bauru. BR
  • Coneglian, Camila Borin; Universidade Sagrado Coração. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Fisioterapia. Bauru. BR
  • Gimenes, Camila; Universidade Sagrado Coração. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Fisioterapia. Bauru. BR
  • Conti, Marta Helena Souza de; Universidade Sagrado Coração. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Fisioterapia. Bauru. BR
  • Arca, Eduardo Aguilar; Universidade Sagrado Coração. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Fisioterapia. Bauru. BR
  • Rosa Junior, Geraldo; Universidade Sagrado Coração. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Fisioterapia. Bauru. BR
  • Martinelli, Bruno; Universidade Sagrado Coração. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Fisioterapia. Bauru. BR
Rev. bras. med. esporte ; 21(5): 360-363, tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-764642
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
RESUMO

Introdução:

O exercício físico tem sido proposto como tratamento não farmacológico do diabetes por seu efeito hipoglicemiante.

Objetivo:

Verificar o efeito agudo do exercício sobre a glicemia capilar em indivíduos diabéticos que fazem uso de insulina ou antidiabéticos orais.

Métodos:

Foram estudados dia-béticos em uso de hipoglicemiantes orais (G1, n=7), não diabéticos (G2, n=8, grupo controle) e diabéticos em uso de insulina (G3, n=8) da Associação de Diabéticos de Bauru (ADB). Foram submetidos a avaliações clínicas, bioquímicas, pressóricas, antropométricas e a uma sessão de exercício aeróbio (60% a 80% FCmáx). A glicemia capilar foi mensurada em oito momentos durante a sessão (M1 ao M8). A análise estatística foi descritiva (média ± desvio padrão), os testes utilizados foram de Kruskal Wallis e Friedman, não paramétricos.

Resultados:

Participaram 23 indivíduos com idade média 59,35 ± 14,59 anos, 17 do gênero feminino e seis masculino. As taxas de glicemia do M2 ao M8 foram comparadas ao M1, sendo observadas diminuições significativas nos momentos 4, 5, 6, 7, 8 (p≤0,05). Na análise inicial dos grupos G1 e G3 eram obesos e G2 sobrepeso. Na análise da variação da glicemia durante o exercício foi observado que G1 e G3 diferiram nos momentos 2, 3 e 5, G2 e G3 em todos os momentos (p<0,05). Houve redução significativa apenas no G2 (grupo controle), nos momentos 4, 5, 6 e 7 (p<0,05).

Conclusão:

O exercício tem ação hipoglicemiante, entretanto, nos indivíduos com alteração do metabolismo de carboidratos (G1 e G3), a redução glicêmica não é tão evidente.
ABSTRACT
ABSTRACT

Introduction:

Physical exercise has been proposed as a non-pharmacological treatment of diabetes due to its hypoglycemic effect.

Objective:

To investigate the acute effect of exercise on blood glucose in diabetics who use insulin or oral antidiabetic agents.

Methods:

We have studied patients using oral hypoglycemic agents (G1, n=7), non-diabetics (G2, n=8, control group) and patients using insulin (G3, n=8) at the Diabetic Association of Bauru (ADB). Subjects were submitted to clinical and biochemical evaluation, blood pressure and anthropometric measu-rements and to a session of aerobic exercise (60% to 80% HRmax). Blood glucose was measured at eight times during the session (M1 to M8). We used descriptive statistical analysis (mean ± standard deviation), and nonparametric tests used were Kruskal Wallis and Friedman's.

Results:

Participants were 23 individuals aged 59.35 ± 14.59 years, 17 female and six male. The blood glucose levels of M2 to M8 have been compared to M1, with significant reductions in times 4, 5, 6, 7, 8 (p ≤ 0.05). In the initial analysis of G1 and G3 were obese and G2 overweight. In the analysis of the variation in blood glucose during the exercise, it was observed that G1 and G3 have differed at times 2, 3 and 5, G2 and G3 at all times (p <0.05). There was a significant reduction only in G2 (control group) at times 4, 5, 6 and 7 (p < 0.05).

Conclusion:

Exercise has hypoglycemic action, however, in individuals with altered carbohydrate meta-bolism (G1 and G3) glycemic reduction is not so evident.
RESUMEN
RESUMEN

Introducción:

Por su efecto hipoglucemiante, el ejercicio físico ha sido propuesto como tratamiento no farmaco-lógico de la diabetes.

Objetivo:

Investigar el efecto agudo del ejercicio aeróbico en la glucemia capilar de diabéticos que hacían uso de insulina o antidiabéticos orales.

Métodos:

Hicieron parte del estudio diabéticos que hacían uso de hipoglucemiantes orales (G1, n=7), no diabéticos (G2, n = 8, grupo control) y diabéticos que utilizaban insulina (G3, n= 8) de la Asociación de Diabéticos de Bauru (ADB). Los participantes pasaron por evaluaciones clínicas, bio-químicas, presión arterial, antropométricas y por una sesión de ejercicio aeróbico (60% a 80% FCmáx). Las medidas de glucemia capilar fueron realizadas en ocho momentos (M1-M8) en la sesión. El análisis estadística fue descriptiva (media ± desviación estándar), con utilización de los testes de Kruskal Wallis y Friedman, no paramétricos.

Resultados:

Participaron 23 diabéticos (17 mujeres y 6 hombres) con edad media de 59,35 ± 14,59 años. Los valores de glucemia del M2 al M8 fueron comparados al M1, siendo observadas disminuciones significativas en los momentos 4, 5, 6, 7 y 8 (p ≤ 0,05). En el análisis inicial, las características de los grupos G1 e G3 fueron de obesidad y, en G2, de sobrepeso. En el análisis de la variación de glucemia en el ejercicio, fue observado que el G1 y G3 difirieron en los momentos 2, 3 y 5; el G2 y G3 difirieron en todos los momentos (p < 0,05). Además, se constató una reducción significativa solamente en el G2 (grupo control), en los momentos 4, 5, 6 y 7 (p < 0,05).

Conclusión:

El ejercicio tiene acción hipoglucemiante, sin embargo, en los diabéticos con alteraciones del metabolismo de carbohidratos (G1 y G3), la reducción glucémica es menos evidente.

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. bras. med. esporte Assunto da revista: Medicina Esportiva Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Sagrado Coração/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. bras. med. esporte Assunto da revista: Medicina Esportiva Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Sagrado Coração/BR
...