Your browser doesn't support javascript.
loading
Hemangiomas in newborns: an epidemiological study / Hemangiomas em recém-nascidos: estudo epidemiológico
Feitosa, Édila Figuerêdo; Lima, Fabiane Ferraz; Sobral, Ana Paula Veras.
Afiliação
  • Feitosa, Édila Figuerêdo; University of Pernambuco. Camaragibe. BR
  • Lima, Fabiane Ferraz; University of Pernambuco. Camaragibe. BR
  • Sobral, Ana Paula Veras; University of Pernambuco. Camaragibe. BR
Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac ; 10(3): 91-96, jul.-set. 2010.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-792103
Biblioteca responsável: BR97.1
ABSTRACT

OBJECTIVE:

To identify the prevalence of hemangiomas in children born at Amaury de Medeiros Integrated Health Center between 1998 and 2008 and evaluate the characteristics of the children with this malformation. STUDY

DESIGN:

The identification of hemangiomas by examining the record cards of the newly-born at the maternity hospital, noting the location of the lesion(s), child's gender and weight, prematurity, Apgar score and any additional malformations.

RESULTS:

68 children with hemangioma were identified, of whom 38 were girls. Regarding weight at birth, 58 of the newborns displayed adequate weight, 08 low weight, 1 very low weight and 1 extremely low weight. Two babies were born pre-term and sixty-six were born at term. The mean Apgar score was 8 with 62/91.2% of the babies presenting a normal Apgar score, 5/7.3% slight asphyxia and 1/1.5% moderate asphyxia. As to location, 61/89.7% presented hemangioma in the head and neck region and 6/8.8% in other parts of the body. The location was not recorded for 1 child.

CONCLUSIONS:

Female babies were the most affected. Children who develop this malformation may have been born at term with a normal Apgar score and adequate weight. Most of the newborns showed isolated lesions on the head and neck. Complementary examinations should be requested as soon as a hemangioma is identified, since cell proliferation may affect the newborn's deep organs.
RESUMO

OBJETIVO:

Identificar a prevalência de hemangiomas em crianças nascidas no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros entre os anos de 1998 e 2008, bem como observar as características das crianças que apresentam essa malformação. DESENHO DO ESTUDO Identificar hemangiomas através da análise dos prontuários de recém-nascidos da maternidade, bem como sua localização, gênero da criança, peso ao nascimento, APGAR e outras malformações associadas.

RESULTADOS:

68 recém-nascidos foram identificados; 38 meninas. Considerando o peso ao nascimento, 58 crianças apresentaram peso adequado, 08 crianças baixo peso, 01 peso muito baixo e 01 peso extremamente baixo. Sessenta e seis bebês nasceram a termo, frente a dois que nasceram prematuros. O escore médio do APGAR foi de 8 com 62/91.2% dos bebês exibindo APGAR normal, 05/7.3% exibindo asfixia leve, 01/1.5% asfixia moderada. Nenhuma criança exibiu asfixia grave. Em relação à localização, 61/89.7% dos recém-nascidos apresentavam hemangiomas na região de cabeça e pescoço, 06/8.8% exibiram hemangiomas em outras partes do corpo. Em 01 recém-nascido a localização do hemangioma não foi registrada.

CONCLUSÕES:

O gênero feminino mostrou-se mais afetado por hemangiomas. Crianças que desenvolvem essa malformação podem nascer a termo, exibindo APGAR normal e com peso adequado. A maioria dos recém-nascidos apresentou lesões isoladas e em região de cabeça e pescoço. Exames complementares devem ser solicitados no momento em que forem identificados hemangiomas visíveis para se detectar possíveis lesões de acometimento em órgãos internos.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: University of Pernambuco/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: University of Pernambuco/BR
...