Your browser doesn't support javascript.
loading
Maternal depression and offspring's cortisol concentrations in a Brazilian sample / Depressão materna e concentração de cortisol de recém-nascidos em uma amostra brasileira / La depresión materna y la concentración de cortisol del recién nacido en una muestra brasilieira
Lucci, Tania Kiehl; Otta, Emma; David, Vinicius Frayze; Chelini, Marie-Odile Monier.
Afiliação
  • Lucci, Tania Kiehl; Universidade de São Paulo. BR
  • Otta, Emma; Universidade de São Paulo. BR
  • David, Vinicius Frayze; Universidade de São Paulo. BR
  • Chelini, Marie-Odile Monier; Universidade de São Paulo. BR
Psico (Porto Alegre) ; 47(2): 140-147, 2016. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-797836
Biblioteca responsável: BR1323.1
ABSTRACT
Postpartum depression (PPD) is believed to cause a variety of child developmental problems, including alterations of the hypothalamic-pituitary-adrenal (HPA) axis function. The association of maternal depression with children's salivary cortisol level was investigated in three different moments at birth (N=58), at four (N=64) and 36-month (N=81) after delivery. Mothers were screened for PPD at four months and for depression at 36-months after delivery using Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS). Through ANOVA analysis results revealed a marginal difference of moderate effect size on cortisol concentration with higher levels for newborns whose mothers would be later screened for PPD when compared with control group. Contrary to our hypothesis we did not find this difference at four and neither at 36-months. Assuming that infants of mothers at risk for depression are born with slightly higher cortisol baseline, this difference among groups could not be verified on subsequent analysis at four and 36-months.
RESUMO
Acredita-se que a depressão pós-parto (DPP) possa prejudicar diversos aspectos do desenvolvimento infantil, incluindo alterações das funções do eixo Hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA). A associação entre depressão materna e nível de cortisol salivar dos filhos foi investigada em três amostras brasileiras diferentes ao nascimento (N=58), aos quatro (N=64) e 36 meses (N=81) após o parto. Mães preencheram a Escala de Depressão Pós-parto de Edinburgh aos 4 e 36 meses após o parto. Por meio da ANOVA resultados indicaram diferença marginal com tamanho de efeito moderado na concentração de cortisol com maiores concentrações em recém-nascidos cujas mães desenvolveram depressão pós-parto em comparação ao grupo controle. Contrariando nossa hipótese, esta diferença no nível de cortisol basal não foi encontrada aos quatro e aos 36 meses. Admitindo que os filhos de mães com sinais de DPP nascem com níveis basais de cortisol ligeiramente mais altos, esta diferença não foi verificada em momentos posteriores.
RESUMEN
Se cree que la depresión post-parto (DPP) causa una variedad de problemas del desarrollo, incluyendo alteraciones funcionales en el eje hypotálamo-hipofisario-adrenal (HHA). Nuestro objetivo era el investigar la posible asociación entre niveles de cortisol salivar en hijos y depresión materna en tres momentos distintos 2 días después del parto (N=58), cuatro meses después (N=64) y 36 meses después (N=81). Las madres completaron la Escala de Depresión Postparto de Edimburgo a las 4 y 36 meses después del parto. Un test de ANOVA mostró diferencias marginales de efecto moderado en los niveles de cortisol en hijos de madres con DPP comparados con grupo de control. Suponiendo que los hijos de madres con DPP tienen niveles de cortisol ligeramente elevados al nacer, no se observaron estas diferencias en otros momentos.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Hidrocortisona / Desenvolvimento Infantil Limite: Feminino / Humanos / Lactente / Recém-Nascido País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Psico (Porto Alegre) Assunto da revista: Psicologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Hidrocortisona / Desenvolvimento Infantil Limite: Feminino / Humanos / Lactente / Recém-Nascido País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Psico (Porto Alegre) Assunto da revista: Psicologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR
...