Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 86
Filtrar
1.
Rev. bras. educ. méd ; 42(3): 146-152, July-Sept. 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-958606

RESUMO

RESUMO A integralidade pode ser considerada um dos temas mais recorrentes nas discussões acerca da formação profissional em saúde, especialmente na área médica. Entretanto, mesmo frente a estes movimentos, observam-se controvérsias sobre o termo devido a seu caráter polissêmico. Desta forma, tem-se como objetivo deste estudo a discussão dos sentidos da integralidade tendo por base um resgate bibliográfico na literatura existente, suscitando reflexões de cunho epistemológico, hermenêutico e prático no contexto da formação em saúde. Parte-se da compreensão de que a integralidade traz em si a percepção da complexidade de nossos objetos. Objetos complexos exigem olhares plurais. Dicotomias vinculadas ao modo de pensar moderno, por consequência, devem ser sistematicamente abandonadas. Fala-se de integralidade como superação de dicotomias clássicas no âmbito da saúde: indivíduo e coletivo; saúde e doença; corpo e mente; clínica e saúde pública; teoria e prática. Ou seja, na perspectiva da integralidade, considera-se a saúde como o resultado de aspectos múltiplos da vida de um indivíduo, que não pode ser reduzido a meras díades conceituais, ou mesmo, de relação causa-efeito. Esta ideia fundamenta-se no fato de que, a partir da integralidade, quando se fala de saúde, ela nunca estará alienada da complexidade da vida de sujeitos e de suas contingências. Já a integralidade enquanto articulação de políticas públicas sociais e econômicas baseadas na determinação social do processo saúde-doença em nosso contexto, além de desejável, torna-se fundamental. Porém, é preciso reconhecer que, por se tratar de uma visão contra-hegemônica, sofrerá resistências, e talvez seja esta característica que permita a existência da ideia de integralidade como uma prática utópica. Assim, a integralidade se expressa como uma imagem-objetivo e, mais do que isso, se apresenta como orientadora e guia das ações em saúde, sobretudo como um processo contínuo de lutas e buscas por transformações de nossa sociedade.


ABSTRACT Comprehensiveness can be considered as one of the most recurrent themes in the discussions about professional training in health, especially in the medical field. However, even in the face of these movements, we can observe confusion about the term, due to its polysemic character. Thus, the purpose of this study is to discuss the meanings of comprehensiveness based on a bibliographical retrieval in the existing literature, provoking epistemological, hermeneutic and practical reflections in the context of health education. It starts from the understanding that wholeness brings with it the perception of the complexity of our objects. Complex objects require plural looks. Dichotomies linked to the modern way of thinking, therefore, must be systematically abandoned. There is talk of Comprehensiveness as an overcoming of classical dichotomies in health. Overcoming dichotomies: 1. Individual and Collective; 2. Health and Disease; 3. Body and Mind; 4. Clinic and Public Health; 5. Theory and Practice. In other words, from the perspective of Comprehensiveness, health is considered as the result of multiple aspects of an individual's life, and cannot be reduced to mere conceptual dyads, or even cause-and-effect relationships. This idea is based on the fact that from wholeness, when one speaks of health, it will never be alienated from the complexity of the life of subjects and their contingencies. On the other hand, completeness as the articulation of social and economic public policies based on the social Determination of the health-disease process in our context, besides being desirable, becomes fundamental. However, it must be recognized that because it is a counter-hegemonic view, it will suffer resistance, and perhaps it is this characteristic that allows the existence of the idea of Comprehensiveness as a utopian practice. Thus, comprehensiveness is expressed as an objective image, and more than that, it presents itself as guiding and guiding action in health, above all, as a continuous process of struggles and searches for transformations of our society.

2.
ACM arq. catarin. med ; 47(1): 216-233, jan. - mar. 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-913439

RESUMO

A linfangioleiomiomatose pulmonar (LAM) é considerada uma doença rara, com predileção de acometimento em mulheres durante período reprodutivo, principalmente entre a terceira e quarta década de vida. A doença é atualmente reconhecida como uma neoplasia de baixo grau e se caracteriza por proliferação de células musculares lisas atípicas no parênquima pulmonar. Dispneia, pneumotórax recorrente e tosse seca são as manifestações clínicas mais comuns. Em exames de imagem, é notada comumente a existência de hiperinsuflação, infiltrado intersticial reticulonodular e cistos de diferentes tamanhos em topografia pulmonar. A presença concomitante de angiomiolipomas pode ser verificada em alguns pacientes. Tais achados radiológicos, quando associados ao quadro clínico característico , falam a favor do diagnóstico de LAM, sendo possível a confirmação pela histopatologia. A despeito das diferentes formas de tratamento existentes para a LAM, ainda não existe medida curativa para a doença. Em geral, os pacientes evoluem com contínua deterioração da função pulmonar, com predomínio de um distúrbio ventilatório obstrutivo que deve ser diferenciado de outras afecções mais prevalentes, como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica. Neste trabalho, relata-se um caso de paciente em idade pediátrica, com presença de achados clínicos e radiológicos compatíveis com o diagnóstico de LAM, ainda que fora da faixa etária usual de acometimento da doença.


Pulmonary Lymphangioleiomyomatosis (LAM) is a rare disease which affects women during reproductive age mainly between thirdies and forties. Currently the disease is recognized with a low grade neoplasm and it is characterized by proliferation of atypical smooth muscle cells in the lung parenchyma. Dyspnea, recurrent pneumothorax and dry cough are the most common clinical manifestations. On imaging studies, the presence of hyperinsuflation, interstitial infiltrates reticulonodular and cysts of different sizes in lung topography is common. The concomitant presence of angiomyolipoma can be recorded in some patients. When associated with the usual clinical condition, the radiological findings suggest the diagnosis of LAM and it can be confirmed by histopathology. Despite of different forms of treatment for LAM, there is still no curative method for it. In general, the patients develop continuous deterioration of lung function with a predominance of obstructive lung disorder which must be distinguished from other more prevalent diseases, such as asthma and chronic obstructive pulmonary disease. In this paper, we report a case of a child with the presence of clinical and radiological findings compatible with the diagnosis of LAM although it is outside the usual age of onset of the disease.

3.
Rev. bras. educ. méd ; 42(1): 47-56, jan.-mar. 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-958577

RESUMO

RESUMO Historicamente, a formação médica encontra-se voltada para o tradicional modelo biomédico. As Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Medicina, aprovadas em 2001, indicam a necessidade de ajustar a formação de recursos humanos ao serviço, seguindo os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS). Em conformidade com tais Diretrizes, o governo federal elabora, em 2005, o Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde), com o objetivo de favorecer a formação de profissionais adequados às perspectivas da Atenção Básica. Em 2009, no contexto do Pró-Saúde e inspirados pelo Projeto Rondon, professores do curso de Medicina da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) criam o Projeto Sérgio Arouca, uma iniciativa que visa à atuação na Atenção Básica de municípios carentes do Estado de Santa Catarina. O presente relato baseia-se em participações de acadêmicos de Medicina e objetiva demonstrar o quanto estas experiências foram enriquecedoras para a formação profissional e a construção de uma nova visão da prática médica, enfrentando situações e cenários distintos dos vivenciados no cotidiano na universidade.


ABSTRACT Historically, medical education has been focused on the traditional biomedical model. The Brazilian National Curriculum Guidelines for Undergraduate Medicine Courses, approved in 2001, indicate the need to adjust the training of human resources to the service, by following the Brazilian National Health System principles. In accordance with those Guidelines, the Brazilian government developed, in 2005, the National Program for Reorientation of Professional Training in Health, in order to promote the training of appropriate professionals for primary care. In 2009, within the context of Pró-Saúde and inspired by the Rondon Project, teachers of the University of Vale do Itajaí create the Sérgio Arouca Project, an initiative that aims to work in primary care in needy towns of the State of Santa Catarina. This report is based on Medicine students' participation in the Project and aims to demonstrate how valuable these experiences were to their professional training and to building a new vision of medical practice, placing them in situations and scenarios different to those experienced in daily university life.

4.
Trab. educ. saúde ; 15(3): 931-950, set.-dez. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-904471

RESUMO

Resumo O objetivo geral do estudo foi investigar limites e possibilidades da aprendizagem baseada em problemas na formação do fisioterapeuta. O estudo caracterizou-se como pesquisa de natureza qualitativa, com os dados coletados por meio de entrevistas e questionários realizados com docentes e discentes de um curso de fisioterapia, além de observações em sala de aula. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo. Os três blocos temáticos definidos a priori trataram da concepção do processo saúde-doença, percepção e enfoque do currículo. Por fim, indicamos como limites na formação do fisioterapeuta a percepção do processo saúde-doença, falta de bases teóricas, falta de participação dos alunos, diferença de personalidades e estudo individualizado. As potencialidades apontadas relacionam-se a: boa comunicação, trabalho em conjunto promovendo habilidades profissionais, interajuda e discussão de assuntos, como a integração dos conteúdos e o estudo independente. Este trabalho apresentou indícios de que nas formações investigadas há mais limites do que possibilidades no que se refere à formação de um profissional mais crítico, reflexivo e humanista. Ainda reconhecemos a possibilidade do Problem-Based Learning como prática pedagógica em prol de uma formação mais humana e crítica.


Abstract The overall objective of the study was to investigate limits and possibilities of problem-based learning in the training of the physiotherapist. The study is characterized as qualitative research, and data were collected through interviews and questionnaires conducted with teachers and students of a physical therapy course, in addition to classroom observations. The data were analyzed based on content analysis. The three thematic blocks defined in advance addressed the health-disease process conception, perception, and focus of the curriculum. Finally, we indicate the perception of the health-disease process, the lack of theoretical bases, of student participation, the difference in personalities, and individualized study as limits in the physiotherapist's training. The potentialities pointed out relate to good communication, joint work promoting professional skills, mutual help, and discussion of subjects, such as content integration, and independent studies. This study showed signs that in the training investigated there are more limits than possibilities regarding forming a more critical, reflective, and humanistic professional. We also recognize the possibility of Problem-Based Learning as pedagogical practice in favor of a more humane and critical training.


Resumen El objetivo general del estudio fue investigar límites y posibilidades del aprendizaje basado en problemas en la formación del fisioterapeuta. El estudio se caracteriza como investigación de naturaleza cualitativa y los datos se recolectaron mediante entrevistas y cuestionarios realizados con docentes y discentes de un curso de fisioterapia, además de las observaciones en sala de aula. Los datos se analizaron por medio de análisis de contenido. Los tres bloques temáticos definidos a priori trataron de la concepción del proceso salud-enfermedad, percepción y enfoque del plan de estudios. Finalmente, indicamos como límites en la formación del fisioterapeuta la percepción del proceso salud-enfermedad, falta de bases teóricas, falta de participación de los alumnos, diferencia de personalidades y estudio individualizado. Las potencialidades señaladas se relacionan con: buena comunicación, trabajo en conjunto promoviendo habilidades profesionales, interayuda y discusión de temas, como la integración de contenidos y el estudio independiente. Este trabajo presentó indicios de que en las formaciones investigadas hay más límites que posibilidades en lo tocante a la formación de un profesional más crítico, reflexivo y humanista. Todavía no reconocemos la posibilidad del Problem-Based Learning como práctica pedagógica en pro de una formación más humana y crítica.


Assuntos
Humanos , Aprendizagem Baseada em Problemas , Especialidade de Fisioterapia , Capacitação Profissional
5.
ACM arq. catarin. med ; 46(4): 118-127, 01/12/2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-913252

RESUMO

Identificar diferentes linhas de raciocínio clínico e condutas de médicos num hospital pediátrico acerca de um caso hipotético de PAC não complicada. Estudo qualitativo, descritivo e transversal. Amostra intencional, não probabilística, composta por doze profissionais. Coleta de dados pela apresentação de hipotético caso clínico pediátrico sob a forma de entrevista semi-estruturada. Análise dos dados utilizando-se as diretrizes britânica e americanas vigentes como bases conceituais. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do hospital pediátrico abordado. Entre os dados obtidos, a maioria dos entrevistados solicitou a radiografia de tórax e não mudou sua conduta, independente do laudo radiográfico. No geral, os profissionais valorizaram anamnese e exame físico bem feitos, e que uma radiografia de tórax dificilmente alteraria uma conduta quando PAC não complicada e ambulatorial. Deficiente relação médico-paciente na emergência, local da consulta, preocupação com defesa médica e verificação de complicações foram algumas justificativas dadas. A solicitação de exames complementares raramente altera a conduta terapêutica. Devido à grande importância epidemiológica, é imperativo novos estudos visando compreender condutas discrepantes às diretrizes vigentes.


To identify the different lines of clinical thought and medical practice in a pediatric hospital concerning a hypothetical case of non-complicated CAP. A qualitative, descriptive and transversal study. Intentional and non-probability sampling, and twelve physicians were included. Data collection was derived from a hypothetical pediatric clinical case organized as a semi-structured interview. Data analysis conceptually based on the current British and American guidelines. This research was approved by the Research Ethics Committee of the respective hospital. Among the data obtained, most of the interviewed subjects did request a chest radiography and did not change their decision making, regardless of radiological report. Overall, the physicians emphasized history and a good physical examination, and that a chest radiography hardly would change the decision making when PAC is non-complicated. A deficient doctor-patient relationship, an inadequate ambient, legal concerns and the assessment of possible complications were some of the reasons given. The request of complementary exams rarely changes the clinical decision making. Due to a great epidemiological importance, it is imperative that future research attempts to outline the discrepancies between practice and current guidelines.

6.
Rev. bras. educ. méd ; 40(4): 627-634, out.-dez. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-843566

RESUMO

RESUMO O objetivo deste ensaio foi investigar a concepção dos docentes e discentes fisioterapeutas que participam do Ensino Baseado em Problemas (PBL) sobre o processo saúde-doença. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, por meio do estudo de caso numa escola de ensino superior de Fisioterapia em Portugal. A técnica de coleta de dados foi o questionário. Os dados coletados foram analisados pela Análise de Conteúdo. Os resultados mostraram as categorias saúde como ausência de doença, saúde como bem-estar, saúde relacionada aos determinantes sociais e a percepção do sujeito. É possível no PBL uma prática pedagógica em prol de uma formação mais humana e crítica, desde que seja vivenciado enquanto método ativo de ensino nos moldes apontados na literatura.


ABSTRACT The objective of the study was to investigate views on the health-disease process among physiotherapy teachers and students participating in PBL. This study was qualitative, taking its case study as a higher education school of Physical Therapy in Portugal. Data collection was performed by means of questionnaires, with the collected data analyzed via content analysis. PBL facilitates the possibility of pedagogical practices in favor of more humane and critical training, as long as it is experienced as the active method of teaching described in the literature.

7.
Rev. bras. educ. méd ; 40(1): 118-127, jan.-mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-781432

RESUMO

RESUMO Historicamente, a formação médica encontra-se voltada para o tradicional modelo biomédico. As Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Medicina, aprovadas em 2001, indicam a necessidade de ajustar a formação de recursos humanos ao serviço, seguindo os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS). Em conformidade com tais Diretrizes, o governo federal elabora, em 2005, o Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde), com o objetivo de favorecer a formação de profissionais adequados às perspectivas da Atenção Básica. Em 2009, no contexto do Pró-Saúde e inspirados pelo Projeto Rondon, professores do curso de Medicina da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) criam o Projeto Sérgio Arouca, uma iniciativa que visa à atuação na Atenção Básica de municípios carentes do Estado de Santa Catarina. O presente relato baseia-se em participações de acadêmicos de Medicina e objetiva demonstrar o quanto estas experiências foram enriquecedoras para a formação profissional e a construção de uma nova visão da prática médica, enfrentando situações e cenários distintos dos vivenciados no cotidiano na universidade.


ABSTRACT Historically, medical education has been focused on the traditional biomedical model. The Brazilian National Curriculum Guidelines for Undergraduate Medicine Courses, approved in 2001, indicate the need to adjust the training of human resources to the service, by following the Brazilian National Health System principles. In accordance with those Guidelines, the Brazilian government developed, in 2005, the National Program for Reorientation of Professional Training in Health, in order to promote the training of appropriate professionals for primary care. In 2009, within the context of Pró-Saúde and inspired by the Rondon Project, teachers of the University of Vale do Itajaí create the Sérgio Arouca Project, an initiative that aims to work in primary care in needy towns of the State of Santa Catarina. This report is based on Medicine students’ participation in the Project and aims to demonstrate how valuable these experiences were to their professional training and to building a new vision of medical practice, placing them in situations and scenarios different to those experienced in daily university life.

8.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-7445

RESUMO

O módulo Saúde e Sociedade enfatiza o reconhecimento do trabalho da Estratégia Saúde da Família na Atenção Básica como um processo complexo no que se refere aos saberes, às práticas e às relações envolvidas. Tal processo requer a articulação de bases teóricas (conhecimento), metodológicas (métodos e técnicas) e bases éticas, bem como a contribuição de diferentes pro ssionais para alcançar uma atenção integral. Nesse sentido, o percurso adotado iniciou com a apresentação dos diferentes modos de pensar e fazer saúde, como o modelo biomédico e o da determinação social da doença para, na sequência, discutir a in uência da organização da sociedade no processo saúde-doença. Adentrando ao universo das políticas públicas de saúde, discutimos criticamente sobre as condições de instalação do modelo de saúde brasileiro e sobre o processo histórico de construção da atual política de saúde, o Sistema Único de Saúde. Foram apresentadas suas diretrizes e princípios, além de alguns dos dispositivos legais e operacionais para a concretização do SUS na prática. Abordou-se, também, as concepções de Atenção Primária da Saúde, suas características, eixos, diretrizes e seu sentido no âmbito do SUS, onde assume a denominação de Atenção Básica e se estrutura a partir da Estratégia Saúde da Família. Por m, discutiu-se o trabalho na Atenção Básica, que deve se estruturar buscando acionar novas estratégias para o alcance da integralidade, com especial destaque para o potencial das ações do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Saúde Pública
9.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-7449

RESUMO

Neste módulo você teve a oportunidade de rever a Política de Atenção Integral à Saúde da Criança e de refletir sobre a influência exercida pelo meio ambiente e pela família no processo saúde-doença. Neste contexto, abordamos aspectos importantes como a identificação das ações relacionadas ao acompanhamento do crescimento e do desenvolvimento infantil com enfoque em saúde bucal, imunizações e alimentação. Elencamos evidências para o acompanhamento clínico de puericultura e as ações de promoção e proteção, bem como as principais ações da clínica e do cuidado nos principais agravos à saúde, às doenças prevalentes e os fatores de risco relacionados à saúde infantil. Finalizamos trazendo exemplos de trabalho interdisciplinar na Atenção Básica e da prática profissional fundamentada na integralidade do cuidado.


Assuntos
Criança , Atenção à Saúde
10.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-7451

RESUMO

Este módulo abordou a Atenção Integral à Saúde do Adulto, apresentando, revisando e orientando a prática profissional quanto aos aspectos relacionados à atenção integral à saúde do indivíduo adulto. Visou também, orientar as ações ao processo de tralho na atenção básica pela Equipe de Saúde da Família e integração com a Equipe do NASF, com vistas à atuação interdisciplinar. Foram contempladas ações em saúde ao adulto reforçando a relevância da atenção na perspectiva da integralidade associada à solidariedade e ao acolhimento, considerando todos os espaços de integração entre profissionais e usuários: atividades de grupo para a população adulta, atividades de sala de espera e visita domiciliar, a atenção integral aos usuários com agravos, principais doenças crônicas não transmissíveis e o usuário com doenças transmissíveis, comuns à rotina assistencial.


Assuntos
Doença Crônica , Doenças Transmissíveis , Visita Domiciliar
11.
Rev. bras. educ. méd ; 39(2): 208-217, Apr-Jun/2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-755154

RESUMO

A integralidade e seus sentidos têm sido objeto de discussões na área da saúde, principalmente no que se refere à graduação.Esta pesquisa investiga as concepções dos formandos dos cursos de graduação da área da saúde da Universidade do Vale do Itajaí(Univali). Objetivo Analisar e compreender as concepções e sentidos atribuídos pelos discentes acerca da integralidade. Metodologia Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, tendo como técnica de coleta de dados oficinas pedagógicas baseadas na metodologia do Arco de Maguerez. Como instrumento de análise, obtiveram-se os registros escritos. Este estudo contou com a participação total de 31 discentes dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Fonoaudiologia e Nutrição. A análise foi realizada com base na escolha das unidades de registro que traduzem o eixo temático do estudo por meio de palavras e expressões categorizadas. Resultados A análise dos registros escritos permitiu elaborar as seguintes categorizações: integralidade como princípio do Sistema Único de Saúde(SUS); integralidade como totalidade; integralidade como visão holística; integralidade como necessidade do sujeito; integralidade como interdisciplinaridade; integralidade como biopsicossocial; integralidade como cuidado; integralidade como níveis de complexidade; integralidade como resposta à necessidade do sujeito; integralidade como modo de organizar as práticas. Além disso, a maior parte das concepções de integralidade dos discentes diz respeito a sentidos que necessitam ser desmistificados ou até desconstruídos frente à sua superficialidade, para que sejam potencializadores de mudança. Assim, é importante refletir acerca das práticas curriculares de integralidade nos cursos de graduação na área da saúde. .


Comprehensiveness and its meaningshave been the subject of discussions in the area of health, particularly as regards undergraduate training. This research was aimed at investigating the understanding of undergraduate health care students at the University of Vale do Itajaí (Univali). Objective To analyze and understand the conceptions and meanings attributed to comprehensiveness by students. Methodology These written records were obtained through a qualitative survey with data collected in pedagogical workshops, based on the MaguerezArch method. The study was conducted among 31 students of Nursing, Pharmacy, Speech Therapy and Nutrition. Analysis was based on the choice of units of analysis that reflect the main theme of the study through categorized words and expressions. Results The analysis of the written records enabled the establishment of 11 categorizations: comprehensiveness as aprinciple of the Unified Health System (SUS); comprehensiveness as totality; comprehensiveness as holistic view; comprehensiveness as a need of the subject; comprehensiveness as interdisciplinarity; comprehensiveness as Biopsychosocial;comprehensiveness as care; comprehensiveness as levels of complexity; comprehensiveness as response to the needs of the subject; comprehensiveness as means of organizing practices. Furthermore, the majority of the students’ conceptions of comprehensiveness are related to meanings that need to be demystified or even remodeled in view of their superficiality, in order to leverage change. It is, therefore, important to reflect on the curricular practices of comprehensiveness in undergraduate health courses. .

12.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 17(1): 60-67, jan.-mar. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-665955

RESUMO

Este estudo objetivou identificar os Estilos de Pensamento dos Grupos de Pesquisa em Educação em Enfermagem de três regiões do Brasil. MÉTODO: Pesquisa do tipo descritiva, exploratório-analítica, em base documental, de natureza qualitativa. RESULTADOS: A Região Norte demonstrou um Estilo Libertador, caracterizado por uma postura pedagógica libertadora e dialógica. A Região Centro-Oeste apresentou um Estilo Tecnicista-Libertador, caracterizado por uma postura pedagógica intermediária, que mostra exceções à postura pedagógica tecnicista e a crescente valorização da postura pedagógica crítica. Na Região Nordeste, apareceu o Estilo Tecnicista-Libertador-Efetivo, caracterizado por discutir a implantação das Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Enfermagem nos Projetos Políticos Pedagógicos das Instituições de Ensino. CONCLUSÃO: Os Estilos identificados estão em constante movimento, porém, nesse momento, identificar a pedagogia libertadora e a sua efetivação a partir das Diretrizes Curriculares é essencial para o desenvolvimento da Educação em Enfermagem e o seu reconhecimento.


This study aimed to identify the Thought Styles of Research Groups in Nursing Education in three regions of Brazil. METHOD: Qualitative research, exploratory and descriptive. RESULTS: Northern Region showed a Style named Liberating, characterized by a pedagogical stance based in dialogue. Midwest Region had a Style named Technicist-Liberating, characterized by an intermediate pedagogical stance that shows exceptions to technicist education and at the same time growing appreciation of critical pedagogical approach. In the Northeast appeared a Style named Technicist-Liberating-Effective, characterized by discussing the deployment of the National Directions for Nurse Courses in the Political Pedagogical Projects in the Institutions of Higher Education. CONCLUSION: The Styles identified are in a constant movement, but it is relevant this time to identify liberating education and its effectiveness by the application of National Directions as essential for the development of Nursing Education and its recognition.


Este estudio objetivó identificar los Estilos de Pensamiento de los Grupos de Investigación en Educación en Enfermería en tres regiones de Brasil. MÉTODO: investigación descriptiva y exploratoria, en base documental, de naturaleza cualitativa. RESULTADOS: la Región Norte mostró un Estilo Libertador caracterizado por una actitud pedagógica libertadora y dialógica. La Región Centro-Oeste tuvo un Estilo Tecnicista-Libertador, caracterizado por una postura pedagógica intermedia que evidencia excepciones a los aspectos técnicos de enseñanza y un aprecio cada vez mayor de la propuesta pedagógica crítica. En el Nordeste apareció el Estilo Tecnicista-Libertador-Eficaz, que se caracteriza por discutir la implementación de las Directrices Curriculares Nacionales para el Curso de Enfermería en los Proyectos Políticos Pedagógicos de las Instituciones de Educación Superior. CONCLUSIÓN: los estilos identificados están en constante movimiento, pero identificar la pedagogía liberadora y su eficacia desde la implementación de las Directrices Curriculares es esencial para el desarrollo de la Educación en Enfermería.


Assuntos
Humanos , Educação em Enfermagem , Grupos de Pesquisa , Pesquisa em Educação de Enfermagem
13.
Rev. bras. educ. méd ; 36(4): 574-580, out.-dez. 2012.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-670445

RESUMO

Criado pela Portaria 154/GM de 24 de janeiro de 2008, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) visa aumentar a capacidade das equipes de Estratégia da Saúde da Família (ESF), de forma a responder às necessidades da população abrangida pelo território delimitado para cada equipe. Baseado nos princípios da integralidade e da interdisciplinaridade, o que o diferencia dos outros programas já implantados é a proposta de clínica ampliada. O Nasf é composto por profissionais de diversas áreas - fonoaudiólogos, fisioterapeutas, nutricionistas, educadores físicos e psicólogos -, admitidos conforme a necessidade de cada região abrangida pelas equipes de ESF. Esse novo campo abre as portas para esses profissionais atuarem numa lógica de matriciamento, exercendo um trabalho diferenciado que deve ser explorado desde a graduação. Considerando tal proposta, este artigo relata as observações de uma estudante de Fonoaudiologia acerca de sua experiência de atuação em um projeto piloto no Núcleo de Apoio à Saúde da Família da Universidade do Vale do Itajaí (SC) no ano de 2008.


Created by Ordinance Law 154/GM of 24 January 2008, the Family Health Support Center (NASF) aims to increase the capacity of Family Health Strategy (ESF) teams so as to meet the needs of the population within each team's coverage area. Based on the principles of comprehensive and interdisciplinary care, what distinguishes this from other programs in operation is the proposal for a broad-scope clinic. Professionals from diverse areas, such as speech therapists, physiotherapists, nutritionists, physical educators and psychologists form the NASF. These professionals are admitted as required by each region covered by the family health teams. This new field opens a door for these professionals to work within a matrix framework, playing a unique role which should be developed since undergraduate training. In view of this proposal, this paper reports the observations of a student speech therapist about her experience acting in a Family Health Support Center pilot project at Vale do Itajaí University, Santa Catarina, Brazil in 2008.

14.
Mundo saúde (Impr.) ; 36(3): 502-506, jul.- set. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-757694

RESUMO

O artigo abre com a discussão da amplitude dos sentidos da integralidade em base conceitual. Na sequência, a humanização é caracterizada na forma expressa na literatura contemporânea. Entendidas a multiplicidade de sentidos de ambas, discute-se a relação entre elas, bem como a relação com a concepção saúde-doença que as encerram.Finalmente, as potenciais aproximações são discutidas e sugere-se que a humanização é uma expressão prática de construção de integralidade.


The article opens with the discussion of the amplitude of the senses of integrality in conceptual terms. In the sequence,humanization is characterized in the way defined in contemporary literature. Once the multiplicity of senses of both is understood, we discuss the relationship between them, as well as the relationship they have with the conception health--disease that are implied within them. Finally, their potential similarities are discussed and we suggest that humanizationis a practical expression of the construction of integrality.


Assuntos
Humanos , Assistência Integral à Saúde , Saúde Holística , Humanização da Assistência
15.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-1157

RESUMO

O módulo Saúde e Sociedade enfatiza o reconhecimento do trabalho da Estratégia Saúde da Família na Atenção Básica como um processo complexo no que se refere aos saberes, às práticas e às relações envolvidas. Tal processo requer a articulação de bases teóricas, metodológicas e éticas, bem como a contribuição de diferentes profissionais para alcançar uma atenção integral. Nesse sentido, o percurso adotado iniciou com a apresentação dos diferentes modos de pensar e fazer saúde, para, na sequência, discutir a influência da organização da sociedade no processo saúde-doença. Adentrando ao universo das políticas públicas de saúde, sobre as condições de instalação do modelo de saúde brasileiro e sobre o processo histórico de construção da atual política de saúde, o Sistema Único de Saúde. Foram apresentadas suas diretrizes e princípios, além de alguns dos dispositivos legais e operacionais para a concretização do SUS na prática. Abordou-se, também, as concepções de Atenção Primária da Saúde, suas características, eixos, diretrizes e seu sentido no âmbito do SUS.


Assuntos
Saúde da Família , Atenção Primária à Saúde , Atenção à Saúde , Atenção à Saúde , Educação à Distância
16.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-1225

RESUMO

São discutidas as principais lesões bucais em adultos, suas características, os estímulos físicos, químicos ou biológicos capazes de produzir tais lesões, dependendo da sua intensidade, do seu tempo de ação e da capacidade de reação individual.


Assuntos
Saúde do Adulto , Saúde da Família , Atenção Primária à Saúde , Atenção à Saúde , Emergências , Atenção à Saúde
17.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-1226

RESUMO

Com foco na área e exercício da enfermagem, este material tem como objetivo compreender a atenção à saúde do adulto de maneira mais abrangente, de modo a incluir os diferentes olhares do trabalho em equipe na perspectiva do cuidado integral à saúde do adulto, da humanização da assistência e do trabalho interdisciplinar na Atenção Básica. O conteúdo aborda, dentro da saúde do adulto, a saúde do trabalhador, a obesidade e transtornos alimentares, usuários com agravos ou doenças crônicas não transmissíveis, bem como usuários com doenças transmissíveis.


Assuntos
Saúde do Adulto , Saúde da Família , Atenção Primária à Saúde , Atenção à Saúde , Atenção à Saúde
18.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-1229

RESUMO

Contém conceitos básicos das doenças transmissíveis e suas características, diagnósticos e tratamentos. Foram abordadas as DSTs, que embora apenas a AIDS tenha grande visibilidade pública, inclusive das políticas públicas, outras DST também assolam a população. Como o controle das doenças transmissíveis depende de ações de prevenção, a equipe de saúde possui um importante papel neste contexto, propondo medidas educativas, esclarecendo e incentivando a população sobre os cuidados necessários para a prevenção das doenças e para a promoção da qualidade de vida.


Assuntos
Saúde do Adulto , Saúde da Família , Atenção Primária à Saúde , Atenção à Saúde , Atenção à Saúde
19.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-1177

RESUMO

Tópico 1 ­ A Epistemologia da Saúde: as diversas formas de pensar saúde O tópico apresenta a definição de epistemologia, enquanto disciplina que organiza a forma de pensar, os paradigmas e as diversas linhas de pensamento epistemológico para estabelecer importância de analisar, epistemologicamente, a atuação na área de saúde, exemplificando por meio da análise do tratamento de tuberculose de um ponto de vista individual, conforme o modelo hegemônico das últimas décadas, centrado no conceito de combate a doença e a seus agentes patogênicos ­ associado, em termos epistemológicos, ao modelo biomédico, em oposição a um novo ponto de vista coletivo/social, centrado no conceito de promoção de saúde por meio políticas públicas, epistemologicamente, associado ao modelo de determinação social das doenças. É apresentado, também, um histórico das diferentes visões do binômio doença/saúde, desde a Antiguidade até o século XX, no qual se verifica a hegemonia da Teoria Unicausal para as doenças. Tópico 2 ­ Modelo Biomédico Neste tópico, é apresentada a origem do modelo biomédico, suas características ainda muito presentes na sociedade contemporânea e seus reflexos na maneira de entender a relação saúde/doença. É mostrada, assim, sua base: positivista, fragmentadora por especialização, mecanicista, biologista, tecnicista, individualista, curativista e hospitalocêntrica, sendo explicado, também, como essa abordagem nega os conceitos norteadores da saúde pública, da saúde mental e das ciências sociais, assim como outros modelos de saúde, por estar centrada na figura do médico, marcando uma posição autoritária e unidisciplinar, apoiada no complexo médico industrial das sociedades capitalistas. Tópico 3 ­ Modelo de determinação social da doença O tópico apresenta a nova forma de pensar o processo saúde/doença, originária da Europa, durante o século XIX, que, com base no pensamento e atuação de Virchow e Neumann, na Prússia, passou a relacionar o conceito de doença ao modo de vida, estabelecendo, assim, a determinação social, cultural e econômica das doenças, buscando promover saúde a partir do saneamento urbano, da diminuição da carga horária de trabalho, de melhoria das condições de habitação e alimentação Apresenta-se, então, o surgimento da primeira Lei de Saúde Pública que atribui ao Estado a responsabilidade pela saúde do cidadão. Esse conjunto de ideias e fatos, caracterizado como inspirador do SUS, que teve seu apogeu entre 1830 e 1870, sendo, posteriormente, enfraquecido pela teoria pasteuriana unicausal e novamente retomado nos anos de 1940, pelas ciências sociais, não nega o conceito de atenção individual em saúde, desde que contextualizado. Tópico 4 ­ Promoção de Saúde Neste tópico, são apresentados dois diferentes modelos conceituais de promoção de saúde: o sistema coletivo brasileiro e os modelos canadenses, utilizados desde as décadas de 1970/80. O modelo brasileiro procura romper com o conceito de três níveis de prevenção e realizar a superação do modelo biomédico, ainda muito arraigado. São apresentadas, também, duas tendências na formulação da promoção de saúde: uma centrada no comportamento do indivíduo e em seu estilo de vida priorizando aspectos educativos, ficando mais próxima ao modelo preventivo; outra com enfoque mais amplo de desenvolvimento de políticas públicas para garantia de condições favoráveis de saúde e melhoria da qualidade de vida. Ambas as tendências remetem ao social, porém atribuindo-lhe diferentes significados. Unidade 1 do módulo 2 que compõe o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Saúde da Família , Educação à Distância
20.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-1178

RESUMO

Tópico 1 ­ Organização Social O tópico analisa a relação entre o que somos e o modo de organização dos poderes hegemônicos mundiais nas diferentes épocas, mostrando a vinculação entre a organização da produção de bens e da economia aos processos de geração de doenças, a dependência em relação aos países hegemônicos e as características próprias de nossa sociedade, oriundas dos arranjos históricos e culturais específicos. Apresenta, também, a visão marxista da organização econômica, analisando ser o Brasil um país capitalista, no qual se procura hoje implantar um conceito de saúde ligado a políticas públicas, o que depende dos limites estruturais do Estado, uma vez que o poder do capitalismo garante cargos de comando nos três poderes e demais instituições sociais que garantam a reprodução do capital, independentemente do bem estar das classes trabalhadoras e dos excluídos. Tópico 2 - Um pouco da história social brasileira Neste tópico, se apresenta, inicialmente, as diferentes formas de conceber História: como uma sucessão de fatos narrados de um único ponto de vista, ou como uma construção permanente de possibilidades de mudanças. A partir dessa segunda perspectiva, é feita uma análise do processo histórico brasileiro, desde a intencionalidade de sua descoberta, até a tentativa de negação de lutas mais recentes, mostrando que a compreensão desse processo histórico ajuda a entender, no atual contexto de democratização, a opção pelo modelo de atenção proposto pelo SUS, concebendo a saúde como um direito social, sendo necessário que o profissional em Estratégia de Saúde da Família (ESF) entenda esse modelo de intervenção e a postura ideológica que lhe é implícita, de modo a engajar-se no trabalho por meio de um vínculo com a população, com o processo histórico de mudanças e com a defesa do SUS. Unidade 2 do módulo 2 que compõe o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Educação à Distância , Saúde da Família
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...