Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 762
Filtrar
1.
Archiv. med. fam. gen. (En línea) ; 19(1): 4-15, mar. 2022. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, InstitutionalDB, BINACIS, UNISALUD | ID: biblio-1372037

RESUMO

La Medicina Familiar y General (MFyG) es una especialidad clave en la estrategia de Atención Primaria de la Salud (APS). Sin embargo, en Latinoamérica se observa una disminución en la cantidad de aspirantes a las residencias de dicha especialidad y con los años abandono de su práctica. Explorar de manera prospectiva las expectativas de inserción laboral de los residentes del último año de MFyG y de los recientemente graduados e identificar el grado de incumbencia en el ámbito de la APS de las primeras experiencias laborales. Se realizó un estudio cualitativo y descriptivo, a través de 20 entrevistas semi-estructuradas y dos grupos focales a médicos de instituciones de gestión privada de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires, durante el año 2019. Del análisis del corpus empírico surgieron 4 dimensiones: el perfil del médico de familia/general, la lucha por el reconocimiento de la especialidad, los factores que influyen en las primeras elecciones laborales y las expectativas laborales post residencia. Observamos que los médicos de familia/general se encuentran muy optimistas en la etapa de recién recibidos, con deseos de trabajar en el ámbito de la APS. Sin embargo, se ven obligados a enfrentar un mercado laboral que no aprecia (y hasta no comprende) su preparación. Las expectativas laborales se ven afectadas por una tensión entre ideas profundas sobre "lo correcto" de su trabajo y las oportunidades laborales reales en un sistema de salud que prioriza las especialidades de la fragmentación (AU)


Family and General Medicine is a key specialty in the Primary Health Care (PHC) strategy. However, in Latin America there has been a decrease in the number of physicians who choose and then practice it. To explore the Family and General Medicine residents' expectations on their labor transition after the last training year and identify the degree of concern in the field of PHC of the first work experiences. Qualitative study, through 20 semi-structured interviews and 2 focus groups involving Family and General physicians from privately managed institutions in Ciudad Autónoma de Buenos Aires, in 2019. From the analysis of the empirical corpus, four dimensions emerged: the profile of the family physicians, the fight for the recognition of the specialty, the factors that influence their first work experiences and the post-residency careers expectations. The graduates from Family and General Medicine residency programs interviewed have to face a difficult labour market that does not appreciate their training and does not understand what family physicians provide in terms of comprehensive care to patients. Therefore, tension arises between what is right and acceptable in their profession and the real job opportunities offered by the health system that prioritizes fragmented specialties (AU)


Assuntos
Humanos , Adulto , Emprego , Mercado de Trabalho , Medicina de Família e Comunidade , Medicina Geral , Internato e Residência , Motivação , Atenção Primária à Saúde
2.
Washington, D.C.; OPS; 2022-03-28.
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-55873

RESUMO

Esta publicación tiene por objetivo disponer de una obra que sintetice y actualice la evidencia disponible sobre los factores e intervenciones que contribuyen a incrementar la atracción, captación y retención del personal de salud en las zonas rurales, remotas y desatendidas. El propósito es que esta evidencia sirva para fundamentar discusiones sobre políticas de salud que permitan aumentar la disponibilidad de recursos humanos para la salud capacitados y distribuidos de manera adecuada, con el fin último de lograr una salud universal, de calidad y equitativa. La revisión contiene una reseña de los desafíos que enfrenta la Región de la Américas para disponer de personal de salud, así como de las dinámicas que intervienen entre los diferentes sectores, como el educativo y el laboral, e inciden en la atracción, captación y retención de profesionales de la salud en las zonas rurales, remotas y desatendidas. En este trabajo se presentan los resultados sobre los factores e intervenciones que contribuyen a incrementar la atracción, captación y retención en el primer nivel de atención de las zonas rurales, remotas y desatendidas.


Assuntos
Zonas Remotas , Zona Rural , Recursos Humanos , Mercado de Trabalho , Condições de Trabalho , Serviços de Saúde , Sistemas de Saúde
3.
Artigo em Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-1377554

RESUMO

INTRODUÇÃO: A transexualidade define-se como a não identificação com o gênero socialmente atribuído no nascimento. Diante do exposto, travestis e transexuais são pessoas que ultrapassam as fronteiras do gênero e produzem uma desestruturação binária e polarizada de gênero que contesta o modo de vida heterossexual e cisgênero, assim refletindo diretamente em vários aspectos de suas vidas, principalmente no que tange ao acesso ao mercado de trabalho formal. OBJETIVO: Explorar a percepção de pessoas transexuais acerca das dificuldades de acesso ao mercado de trabalho formal. MATERIAIS E MÉTODOS: A pesquisa foi realizada com pessoas transgênero, das cidades do norte de Minas Gerais (MG) e que tenham tido experiência no mercado de trabalho. O material empírico foi produzido a partir de entrevistas com as/os participantes através do critério de saturação e aplicação do questionário WHOQOL-Bref, tendo os dados sido interpretados com base na análise do discurso de Pêcheux. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Observou-se que a percepção das pessoas trans acerca do acesso ao mercado de trabalho é fortemente influenciada pelos papéis de gênero com que se identificam, atrelada a uma dificuldade de acesso ao ensino, com reflexos na qualidade de vida dessas pessoas, oriundos de atitudes de preconceito. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A transgeneridade é um tema importante que abarca as questões de gênero e de sexualidade. O desenvolvimento de pesquisas científicas voltadas para a população LGBTQIA+ se faz mais que necessário, uma vez que a sociedade cis e heteronormativa sistematicamente precariza e invisibiliza essas vivências.


INTRODUCTION: Transsexuality is defined as non-identification with the socially assigned gender at birth. Given the above, transvestites and transsexuals are people who go beyond gender boundaries and produce a binary and polarized breakdown of gender that challenges the heterosexual and cisgender way of life, thus directly reflecting on various aspects of their lives, especially with regard to access to the formal labor market. OBJECTIVE: To explore the perception of transgender people about the difficulties in accessing the formal job market. MATERIALS AND METHODS: A survey was conducted with people who identify themselves as transgender, from cities in the north of Minas Gerais (MG), and who had had experience in the labor market. The empirical material was produced from the interviews with the participants, by means of the saturation criterion and the use of the WHOQOL-Bref questionnaire; all data were interpreted based on Pêcheux's discourse analysis. RESULTS AND DISCUSSION: It was observed that the perception of trans people about their access to the job market is influenced by the gender roles with which they identify, linked to a difficulty in accessing education, with reflections on the quality of life of these people, originated from attitudes of prejudice. CLOSING REMARKS: Transgenderism is an important issue which encompasses gender and sexuality issues. The development of scientific research aimed at LGBTQIA+ population is more than necessary, since the cis and heteronormative society systematically undermines and makes these experiences invisible.


INTRODUCCIÓN: La transexualidad se define como la no identificación con el género socialmente asignado al nacer. Dado lo anterior, los travestis y transexuales son personas que van más allá de las fronteras de género y producen una ruptura binaria y polarizada de género que desafía la forma de vida heterosexual y cisgénero, reflejando así directamente diversos aspectos de su vida, especialmente en lo que respecta al acceso a la mercado laboral formal. OBJETIVO: Explorar la percepción de las personas trans sobre las dificultades para acceder al mercado laboral formal. MATERIALES Y MÉTODOS: La encuesta se realizó con personas que se identificaron como transgénero, de ciudades del norte de Minas Gerais y que han tenido experiencia en el mercado laboral. El material empírico fue elaborado a partir de entrevistas con los participantes a través del criterio de saturación, aplicación del cuestionario WHOQOL-Bref y los datos fueron interpretados con base en el análisis del discurso de Pêcheux. RESULTADOS Y DISCUSIÓN: Se observó que la percepción de las personas trans sobre el acceso al mercado laboral está fuertemente influenciada por los roles de género que desempeñan, ligado a una dificultad para acceder a la educación con reflexiones sobre la calidad de vida de estas personas, derivadas de actitudes de prejuicio. CONSIDERACIONES FINALES: La transgeneridad es un tema importante que engloba cuestiones de género y sexualidad y el desarrollo de investigaciones científicas dirigidas a la población LGBTQIA+ es más que necesario, ya que la sociedad cis y heteronormativa precariza e invisibiliza sistemáticamente estas experiencias.


Assuntos
Pessoas Transgênero , Percepção , Mercado de Trabalho
4.
São Paulo; s.n; 2022. 147 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1368390

RESUMO

OBJETIVOS: (i) Analisar aspectos atuais do serviço de reabilitação profissional da Previdência Social no Brasil; (ii) Analisar a tendência de incidência acumulada de indicadores do serviço de reabilitação profissional da Previdência Social no Brasil, entre 2007 e 2016; (iii) Avaliar a prevalência de trabalhadores reabilitados pelo INSS empregados no mercado formal brasileiro, segundo características sociodemográficas e ocupacionais, em 2018; (iv) Analisar fatores sociodemográficos e ocupacionais associados ao tempo de permanência no trabalho entre os trabalhadores com incapacidade por LER/Dort reabilitados pela previdência social brasileira. MÉTODOS: Esta tese está dividida em quatro manuscritos. MANUSCRITO 1: Estudo qualitativo com análise documental de manuais de procedimentos da reabilitação profissional do INSS, ofícios institucionais da previdência social e dos sindicatos dos trabalhadores previdenciários. MANUSCRITO 2: Estudo ecológico a partir de dados secundários agregados, de acesso público, foram calculadas as incidências acumuladas de indicadores de RP. Nas análises foram realizados modelos de regressão linear generalizada de Prais-Winsten para estimativa das tendências, e obteve-se a variação percentual anual e os respectivos intervalos de confiança de 95%. MANUSCRITO 3: Estudo transversal com dados de 45.274 trabalhadores reabilitados obtidos da Relação Anual de Informações Sociais do ano de 2018. A variável dependente refere-se à prevalência de trabalhador reabilitado empregado no mercado formal em 31 de dezembro de 2018. As variáveis independentes tratam de características sociodemográficas e do trabalho. Modelos de regressão de Poisson avaliaram razões de prevalência e intervalos de confiança. MANUSCRITO 4: Estudo longitudinal com 680 trabalhadores reabilitados com incapacidade por LER/Dort que retornaram ao mercado formal de trabalho no Brasil entre 2014 e 2018. A análise de sobrevivência foi realizada para identificar os fatores que influenciam a permanência no trabalho. RESULTADOS: MANUSCRITO 1: as rápidas alterações realizadas na estrutura do INSS e no programa de reabilitação profissional prejudicaram as conquistas que fomentaram o início do desenvolvimento de um programa de reabilitação profissional integral e intersetorial, a fim de favorecer um retorno real e saudável ao trabalho. MANUSCRITO 2: A incidência acumulada média de encaminhamento para o serviço de RP foi de 37,16 por 1.000 benefícios por incapacidade temporária e apresentou uma tendência de declínio -6,92% (IC95%: -8,38; -5,43). A incidência acumulada média de casos admitidos no serviço de RP foi de 57,34 por 100 casos encaminhados e apresentou tendência de aumento 3,31% (IC95%: 1,13; 5,53). A incidência acumulada média de reabilitação foi de 57,43 por 100 casos admitidos e permaneceu estável durante o período de estudo -2,84 (IC95%: -5,87; 0,29). MANUSCRITO 3: No Brasil, 80% de trabalhadores reabilitados que ingressaram no mercado formal estavam com o vínculo empregatício ativo em dezembro de 2018. Houve maior prevalência entre os homens, pessoas na faixa etária de 40 a 49 anos, com raça/cor da pele branca, com um a oito anos de estudo e com renda média anual entre 2,01 a 4 salários mínimos. O tipo de vínculo empregatício mais prevalente foi o celetista com prazo indeterminado. O grupo ocupacional de trabalhadores em serviços de manutenção e reparação e o ramo de atividades de água, esgoto e atividades de gestão de resíduos e descontaminação foram as mais frequentes entre os reabilitados que estão inseridos no mercado formal. MANUSCRITO 4: A maioria dos participantes eram da região Sudeste (41,18%), do sexo masculino (62,35%), trabalhavam em empresas de grande porte (44,41%), em grupo ocupacional de trabalhadores de serviços administrativos (70,44%) e estavam inseridos no ramo de atividade econômica de transporte, armazenagem e correio (52,35%). A demissão do emprego ocorreu para 29,26% dos trabalhadores. A duração média de permanência no emprego foi de 56 meses. Fatores associados ao menor tempo de emprego foram ser das regiões Sudeste (HR: 2,78; IC95% 1,12 6,91) e Sul (HR: 2,68; IC95% 1,04 6,90), inseridos em ramos de atividades econômicas de transporte, armazenagem e correio (HR: 2,57; IC95% 1,07 6,17), e de atividades financeiras de seguros e serviços relacionados (HR: 2,70; IC95% 1,05 6,89). Conclusões: A ineficiência do serviço de reabilitação profissional brasileiro é evidente. Mais do que nunca a necessidade de uma política intersetorial eficaz de reabilitação profissional e retorno ao trabalho mostra-se indispensável para favorecer um retorno ao trabalho sustentável e saudável aos trabalhadores. Ademais, é necessário repensar estratégias e ações governamentais que diminuam as desigualdades ao retorno ao trabalho após a reabilitação profissional.


AIM: To analyze current aspects of the National Institute of Social Security (INSS) professional rehabilitation service in Brazil; To analyze the trend of cumulative incidence of indicators of the Brazilian Social Security vocational rehabilitation service, between 2007 and 2016; To assess the prevalence of workers rehabilitated by the INSS employed in the Brazilian formal market, according to sociodemographic and occupational characteristics in 2018; To analyze sociodemographic and occupational factors associated with the length of stay at work among workers with cumulative trauma disorders (CTDs) disability rehabilitated by the Brazilian social security system. METHODS: This thesis is divided into three manuscripts. MANUSCRIPT 1: Qualitative study with documental analysis of INSS vocational rehabilitation (VR) procedures manual, institutional offices of social security and social security workers unions. MANUSCRIPT 2: Ecological study from public aggregated secondary data, the cumulative incidences of VR indicators were calculated. Generalized linear regression models of Prais-Winsten were used to estimate trends, the annual percentage variation and respective 95% confidence intervals were obtained. MANUSCRIPT 3: Cross-sectional study with data from 45,274 rehabilitated workers obtained from the Annual Social Information List for the year 2018. The dependent variable refers to the prevalence of rehabilitated workers employed in the formal market on December 31, 2018. The independent variables are sociodemographic characteristics and work. Poisson regression models evaluated prevalence ratios and confidence intervals. MANUSCRIPT 4: A longitudinal study with 680 workers rehabilitated with disability due CTDs who returned to the formal job market in Brazil between 2014 and 2018. Survival analysis was performed to identify the factors influencing permanence at work. RESULTS: MANUSCRIPT 1: the rapid changes made in the structure of INSS and vocational rehabilitation program undermined the achievements that fostered the beginning of the development of a comprehensive and intersectorial VR, in order to favor a real and healthy return to work. MANUSCRIPT 2: The mean cumulative incidence of referral to the RP service was 37.16 per 1,000 temporary disability benefits and showed a declining trend of -6.92% (95%CI: -8.38; -5.43). The mean cumulative incidence of cases admitted to the RP service was 57.34 per 100 cases referred and showed an upward trend of 3.31% (95%CI: 1.13; 5.53). The mean cumulative incidence of rehabilitation was 57.43 per 100 cases admitted and remained stable during the study period -2.84 (95%CI: -5.87; 0.29). MANUSCRIPT 3: In Brazil, 80% of rehabilitated workers who entered the formal market had an active employment relationship in December 2018. There was higher prevalence among men, people aged between 40 and 49 years, white race/skin color, one to eight years of schooling and an average annual income between 2.01 and 4 minimum wages. The most prevalent type of employment relationship was those in formal employment with an indefinite term. Workers from maintenance and repair services and the branch of activities of water, sewage and waste management and decontamination activities were the most frequent occupational group among the rehabilitated who were inserted in the formal market. MANUSCRIPT 4: Most participants were from the Southeast region (41.18%), males (62.35%), worked in large companies (44.41%), belonging to an occupational group of administrative service workers (70.44%) and working in the transportation, storage and mail sectors (52.35%). The dismissal of the job occurred for 29.26% of the workers. The average duration of employment was 56 months. Factors associated with shorter length of employment are: workers from the Southeast (HR: 2.78; IC95% 1.12 6.91) and South (HR: 2.68; IC95% 1.04 6.90) regions of Brazil, those working in transportation, storage and mail (HR: 2.57; IC95% 1.07 6.17), financial activities of insurance and related services (HR: 2.70; IC95% 1.05 6.89). Conclusions: The inefficiency of the Brazilian vocational rehabilitation service is evident and, more than ever, the need for an effective intersectorial policy for vocational rehabilitation and return to work is essential to favor a sustainable and healthy return to work for workers. Furthermore, it is necessary to rethink government strategies and actions to reduce inequalities when returning to work after vocational rehabilitation.


Assuntos
Reabilitação Vocacional , Epidemiologia , Mercado de Trabalho , Retorno ao Trabalho , Transtornos Traumáticos Cumulativos , Saúde do Trabalhador
5.
Ciênc. cuid. saúde ; 21: e59900, 2022. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1384514

RESUMO

RESUMO Objetivo: conhecer como profissionais de enfermagem descrevem aspectos que interferem em sua atuação na Estratégia de Saúde da Família. Método: estudo descritivo, exploratório de cunho qualitativo com aporte na Teoria Fundamentada nos Dados. Participaram das entrevistas dez enfermeiras que atuam na Estratégia de Saúde da Família de três municípios do interior da Bahia-Brasil. A coleta foi realizada entre agosto de 2016 e agosto de 2017. Resultado: do processo de análise dos dados, emergiram três categorias que representam o modelo teórico intitulado "Desafios do profissional de enfermagem da Estratégia de Saúde da Família: peça-chave não valorizada": a) O vínculo com a Estratégia de Saúde da Família, que retrata o envolvimento afetivo que o profissional desenvolve com a comunidadee como serviço; b) Muitas atribuições; c) Pouca valorização, que representa as barreiras que o profissional enfrenta para a atuação na Estratégia de Saúde da Família. Considerações finais; o excesso de trabalho e a desvalorização profissional desmotivam, geram frustração, comprometem a atuação e saúde emocional dos profissionais de enfermagem que atuam na Estratégia de Saúde da Família.


RESUMEN Objetivo: conocer cómo profesionales de enfermería describen aspectos que interfieren en su actuación en la Estrategia Salud de la Familia. Método: estudio descriptivo, exploratorio con enfoque cualitativo y aporte en la Teoría Fundamentada en los Datos. Participaron de las entrevistas diez enfermeras que actúan en la Estrategia Salud de la Familia de tres municipios del interior de Bahía-Brasil. La recolección fue realizada entre agosto de 2016 y agosto de 2017. Resultado: del proceso de análisis de los datos,surgieron tres categorías que representan el modelo teórico titulado "Desafíos del profesional de enfermería de la Estrategia Salud de la Familia: pieza clave no valorada": a) El vínculo con la Estrategia Salud de la Familia, que retrata el envolvimiento afectivo que el profesional desarrolla con la comunidad y con el servicio; b) Muchas atribuciones; c) Poca valoración, que representa las barreras que el profesional enfrenta para la actuación en la Estrategia Salud de la Familia. Consideraciones finales: el exceso de trabajo y la desvalorización profesional desmotivan, generan frustración, comprometen la actuación y salud emocional de los profesionales de enfermería que actúan en la Estrategia Salud de la Familia.


ABSTRACT Objective: to know how nursing professionals describe aspects that interfere with their performance in the Family Health Strategy. Method: descriptive and exploratory study, with a qualitative nature, based on the Grounded Theory. Ten nurses who work in the Family Health Strategy from three municipalities in the hinterland of Bahia-Brazil participated in the interviews. The collection was conducted between August 2016 and August 2017. Result: the data analysis process gave rise to three categories that represent the theoretical model entitled "Challenges of the nursing professional in the Family Health Strategy: adepreciated key piece": a) The link with the Family Health Strategy, which portrays the affective involvement that the professional develops with the community and with the service; b) Many assignments; c) Little appreciation, which represents the barriers that the professional faces to work in the Family Health Strategy. Final considerations: work overload and professional depreciation demotivate, generate frustration andundermine the performance and the emotional health of nursing professionals who work in the Family Health Strategy.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Condições de Trabalho , Estratégias de Saúde Nacionais , Profissionais de Enfermagem/organização & administração , Atenção Primária à Saúde/organização & administração , Reivindicações Trabalhistas/tendências , Mercado de Trabalho , Teoria Fundamentada , Enfermeiras e Enfermeiros/organização & administração
7.
Psicol. ciênc. prof ; 42(spe): e262958, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1386977

RESUMO

Analisou-se a participação da Psicologia no Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI), situando-a entre as Grandes áreas do conhecimento. Para tanto, tomou-se como referência o panorama atual de distribuição das bolsas de produtividade em pesquisa (PQ) no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ademais, apresentou-se a distribuição das bolsas PQ por modalidade e sexo a fim de discutir as desigualdades de gênero, seja no âmbito geral da Ciência, seja internamente à Psicologia. Metodologicamente, trabalhou-se a partir do banco de pesquisadoras(es) ativas(os) disponibilizado pelo CNPq em 2019, constituído por 12.917 bolsistas PQ, incluindo todas as áreas. Observou-se a existência de desigualdades entre as grandes áreas do conhecimento no acesso aos recursos de fomento à pesquisa, particularmente no que tange à distribuição de cotas PQ. Há também desigualdades regionais e assimetrias de gênero na carreira acadêmica e de pesquisa entre homens e mulheres refletidas no quantitativo e na modalidade de bolsa PQ em todas as áreas do conhecimento e na Psicologia, em particular. A Psicologia, no conjunto de cotas disponibilizadas pelo CNPq, ao longo dos seus 60 anos de existência, detém ainda percentual pouco expressivo. Considera-se que, em alguma medida, esse cenário tem relação com o fato de a área ser historicamente marcada como profissão predominantemente feminina, como disciplina aplicada e com pouca tradição no campo científico e de produção de conhecimento.(AU)


This study analyzes the participation of Psychology in the National System of Science, Technology and Innovation (SNCTI), placing it among the major areas of knowledge. For this purpose, it took the current panorama of research productivity fellowship (PQ) distribution at the National Council for Scientific and Technological Development (CNPq) as reference. It presents the distribution of PQ grants by modality and gender to discuss gender inequalities, both in the general sphere of science and within Psychology. Data was collected from the bank of active researcher(s) made available by CNPq in 2019, consisting of 12,917 PQ fellows, including all areas. All major areas of knowledge showed inequalities in access to resources for research promotion, particularly in terms of PQ quota distribution. The results also point to regional inequalities and gender asymmetries in the academic and research career reflected in the quantity and modality of the FP grant in all areas of knowledge, especially Psychology. In the set of quotas made available by CNPq, Psychology, throughout its 60 years of existence, still holds an insignificant percentage. To some extent, this scenario stems from the fact that Psychology is historically marked as a predominantly female profession, as an applied discipline and with little tradition in the scientific field and knowledge production.(AU)


Se analizó la participación de la Psicología en el Sistema Nacional de Ciencia, Tecnología e Innovación (SNCTI), ubicándola entre las principales áreas del conocimiento. Para ello, se tomó como referencia el panorama actual de distribución de las becas de productividad en investigación (PQ) en el Consejo Nacional de Desarrollo Científico y Tecnológico (CNPq). Además, se buscó presentar la distribución de las becas PQ por modalidad y sexo para discutir las desigualdades de género, tanto en el ámbito general de la ciencia como dentro de la Psicología. Metodológicamente, se trabajó con base en el banco de investigadoras(es) activas(os) puesto a disposición por el CNPq en 2019, compuesto por 12.917 becarios PQ, incluyendo todas las áreas. Se observó la existencia de desigualdades entre las grandes áreas de conocimiento en el acceso a los recursos para el fomento de la investigación, especialmente en lo que se refiere a la distribución de cuotas de investigación. También existen desigualdades regionales y asimetrías de género en la carrera académica entre hombres y mujeres que se reflejan en la cantidad y modalidad de la beca PQ en todas las áreas de conocimiento y, en particular, en Psicología. En el conjunto de las cuotas puestas a disposición por el CNPq, a lo largo de los 60 años de existencia de la psicología como profesión se sigue teniendo un porcentaje poco expresivo. Se considera que, en cierta medida, este escenario está relacionado con el hecho de que el área está marcada históricamente como una profesión predominantemente femenina, como una disciplina aplicada y con poca tradición en el campo científico y de producción de conocimiento.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Psicologia , Pesquisa , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Iniquidade de Gênero , Sexo , Ciências Sociais , Universidades , Mulheres , Trabalho , Conhecimento , Base de Dados , Características Culturais , Crescimento e Desenvolvimento , Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação , Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico , Mercado de Trabalho , Tecnologia da Informação , Bolsas de Estudo , Programas Governamentais , Ciências Humanas
8.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1392625

RESUMO

A pandemia de covid-19 tanto impactou a economia quanto foi impactada por ela. Objetivos ­ Este trabalho objetivou compreender a relação entre a vida profissional dos brasileiros e seu nível de adesão às medidas restritivas impostas pelo governo durante a pandemia, a fim de elucidar essa problemática e fornecer mais informações aos gestores. Material e métodos ­ Para isso, foram analisados os dados do questionário do projeto ICPCovid compartilhado virtualmente no primeiro semestre de 2020, sendo tal análise embasada na literatura publicada recentemente sobre o tema. Resultados: Ao todo, foram entrevistadas 23.896 pessoas, das quais 5.235 (21,9%) afirmaram ser trabalhadoras autônomas; 7.748 (32,4%) alegaram não estar trabalhando em casa no momento da entrevista e, quando questionadas sobre o motivo, 3.974 (16,6%) disseram que não podiam devido ao tipo de profissão. Discussão: Nesse sentido, observou-se uma elevada porcentagem de brasileiros entrevistados que não podiam exercer trabalho remoto, tanto pela alta taxa de informalidade do mercado de trabalho, em torno de 40%, segundo o IBGE (2021), quanto pela incapacidade dos menos qualificados de se adaptarem às exigências sanitárias trazidas pela crise pandêmica. Ademais, notou-se diferenças significativas nos números da covid-19 entre as diferentes regiões brasileiras, com destaque para o Norte e o Nordeste. Apesar de menos favorecidos socioeconomicamente, ambos apresentaram, no período analisado, melhor desempenho que as outras regiões. Conclusão: Uma parcela significativa da população brasileira expôs sua saúde a maiores riscos devido à profissão exercida.


Assuntos
Mulheres Trabalhadoras , Mercado de Trabalho , COVID-19
9.
Rev. bras. estud. popul ; 39: e0186, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1360906

RESUMO

Ao fazer uso da técnica de revisão sistemática, este trabalho apresenta dois objetivos. Em primeiro lugar, procurou-se identificar por meio da literatura especializada diferentes formas de classificação da orientação sexual no âmbito do mercado de trabalho. Tendo em vista o segundo objetivo, analisou-se o mercado de trabalho como um canal que gera distribuição desigual de renda mediante mecanismos discriminatórios a partir dos diferenciais de rendimentos com base na orientação sexual. A fonte de dados utilizada foi a plataforma Periódicos Capes. Entre os resultados, quatro formas de identificação da orientação sexual foram observadas, tendo as uniões consensuais (coabitação) o maior número de estudos, seguidas da autodeclaração, comportamento e militância. Adicionalmente, pode-se destacar a penalidade salarial sofrida por homens gays vis-à-vis as suas contrapartes sexuais, prêmio salarial para lésbicas, com relação às mulheres heterossexuais, e desvantagens dos homossexuais na inserção do mercado de trabalho em simulações na taxa de convite para entrevista, revelando, assim, indícios de discriminação logo na etapa inicial de contratação. Finalmente, é ressaltado que, mesmo na presença de legislações que protejam minorias sexuais, até em países mais liberais e tolerantes, o ambiente profissional não está completamente alinhado à produtividade do trabalhador.


By using the systematic review technique, this work has two objectives. First, we tried to identify different forms of classification of sexual orientation in the labor market. For our second objective, the labor market was analyzed as a channel that generates unequal income distribution through discriminatory mechanisms based on income differentials based on sexual orientation. The data source used was the Periódicos Capes. Among the results, four forms of identification of sexual orientation were observed, with consensual unions (cohabitation) having the largest number of studies followed by self-declaration, behavior and activism. Additionally, results show a salary penalty suffered by gay men compared to their sexual counterparts, a salary premium for lesbians in relation to heterosexual women and disadvantages for homosexuals in labor market insertion. Simulations in the rate of interviews reveal signs of discrimination right at the initial hiring stage. Finally, it is emphasized that even with legislation protecting sexual minorities, and in more liberal and tolerant countries, the professional environment is not completely aligned with worker productivity.


Al utilizar la técnica de revisión sistemática, este trabajo tiene dos objetivos. En primer lugar, intentamos identificar diferentes formas de clasificación de la orientación sexual dentro del mercado laboral. Luego, en vistas al segundo objetivo, se analizó el mercado laboral como un canal que genera una distribución desigual del ingreso a través de mecanismos discriminatorios basados en diferenciales de ingresos por orientación sexual. La fuente de datos utilizada fue Periódicos Capes. Entre los resultados, se observaron cuatro formas de identificación de la orientación sexual, entre las que las uniones consensuales significan el mayor número de estudios, seguidas de autodeclaración, conducta y activismo. Se puede destacar la penalización salarial que sufren los hombres gays frente a sus homólogos heterosexuales, la prima salarial para las lesbianas en relación con las mujeres heterosexuales y las desventajas de los homosexuales en la inserción laboral en simulaciones en la tasa de convocatoria para entrevista laboral, lo que revela pistas de discriminación en la etapa inicial de contratación. Se enfatiza que, incluso en presencia de una legislación que protege a las minorías sexuales, en países más liberales y tolerantes, el entorno profesional no está completamente alineado con la productividad del trabajador.


Assuntos
Humanos , Comportamento Sexual , Mercado de Trabalho , Minorias Sexuais e de Gênero , Revisões Sistemáticas como Assunto , Demografia , Capital Social , Iniquidade de Gênero , Revisão Sistemática
10.
Psicol. ciênc. prof ; 42(spe): e263487, 2022. graf
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1386976

RESUMO

Esta pesquisa buscou conhecer as concepções de profissionais de psicologia no Brasil em relação à sua identidade profissional e à especificidade da intervenção psicológica, explorando nuances da representação social em torno da sua própria atuação. Empregou-se método misto, de cunho exploratório e descritivo, tendo como amostra 670 psicólogos e psicólogas brasileiros(as) de diferentes faixas etárias e regiões do país. Foi aplicado questionário virtual contendo questões fechadas sobre dados sociodemográficos e questões abertas sobre a identidade profissional. O material produzido com as respostas foi submetido à análise de conteúdo, com o auxílio do software IRaMuTeQ. Os resultados apontam que a identidade profissional das(os) participantes aparece muito associada ao modelo clínico de intervenção, tendo como enfoque o cuidado diante do adoecimento psíquico, ainda que diversos elementos indiquem um gradativo movimento em prol de materializar o compromisso social da profissão no atendimento às demandas emergentes do país.(AU)


This study investigates hoe Brazilian psychologists' conceptualize their professional identity and the specificity of psychological intervention, exploring the nuances of social representation regarding their own performance. A descriptive, exploratory, mixed methods research was conducted with 670 Brazilian psychologists from different age groups and regions. Data was collected by means of a online questionnaire containing closed questions on sociodemographic variables, and open questions concerning professional identity. The material produced underwent content analysis, using the IRaMuTeQ software. Results show that the professionals' identity appears to be closely associated with the clinical model of intervention, focused on care in face of a mental illness, although several elements indicate a gradual shift towards materializing the psychologist's social commitment in meeting the country's emerging demands.(AU)


Esta investigación pretendió conocer las ideas de los profesionales de la psicología en Brasil sobre su identidad profesional y la especificidad de la intervención psicológica, explorando matices de la representación social de su propria actuación. Se utilizó el método mixto, exploratorio y descriptivo, con una muestra de 670 psicólogos y psicólogas brasileños/as de distintos grupos de edad y regiones del país. Se aplicó un cuestionario virtual, que contenía cuestiones cerradas sobre datos sociodemográficos y cuestiones abiertas acerca de la identidad profesional. El material producido a partir de las respuestas fue sometido a análisis de contenido, contando con la ayuda del software IRaMuTeQ. Los resultados apuntan a que la identidad profesional de las/los participantes estuvo muy asociada al modelo clínico de intervención, teniendo como enfoque el cuidado frente a la enfermedad psíquica, aunque diversos elementos indiquen un gradual movimiento por materializar el compromiso social de la profesión en la atención a las demandas emergentes del país.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Competência Profissional , Psicologia , Ego , Participação Social , Orientação , Aptidão , Psicoterapia , Pesquisa , Terapêutica , Brasil , Humanos , Saúde , Saúde Mental , Inquéritos e Questionários , Conhecimento , Disseminação de Informação , Empatia , Mercado de Trabalho , Acolhimento , Ética , Angústia Psicológica , Intervenção Psicossocial , Promoção da Saúde
11.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1371762

RESUMO

Neste ensaio focamos na influência do mercado profissional na formação em Educação Física, e temos como objetivo central analisar como as Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação Física (Resolução no 03/1987 e Resolução no 07/2004), embasadas nos princípios capitalistas, fomentaram a precarização do trabalho no campo da Educação Física através da segmentação do curso em Licenciatura e Bacharelado. Como metodologia, utilizamos a pesquisa bibliográfica das diretrizes referidas. Concluímos que a forte influência do setor econômico capitalista acabou por ampliar uma precarização na área da Educação Física, tendo uma especialização precoce de conhecimentos científicos voltados para a área de atuação profissional (AU).;


In this essay we focus on the influence of the professional market in Physical Education training, with the central objective of analyzing how the National Curriculum Guidelines for Physical Education (Resolution No. 03/1987 and Resolution No. 07/2004), based on capitalist principles, fostered the precariousness of the work in the field of Physical Education through the segmentation of the course in Licenciatura and Bacharelado. As methodology we use the bibliographic research of the referred guidelines. We conclude that the strong influence of the capitalist economic sector ended up increasing a precariousness in the area of Physical Education, having an early specialization of scientific knowledge aimed at the area of professional performance (AU).


En este ensayo nos enfocamos en la influencia del mercado profesional en la formación en Educación Física, con el objetivo central de analizar cómo los Lineamientos Curriculares Nacionales de Educación Física (Resolución No. 03/1987 y Resolución No. 07/2004), basados en principios capitalistas, fomentaron la precariedad de la trabajar en el campo de la Educación Física a través de la segmentación del curso en Licenciatura y Bacharelado. Como metodología utilizamos la búsqueda bibliográfica de las referidas guías. Concluimos que la fuerte influencia del sector económico capitalista terminó por incrementar una precariedad en el área de la Educación Física, teniendo una temprana especialización del conocimiento científico orientado al área del desempeño profesional (AU).


Assuntos
Humanos , Educação Física e Treinamento , Área de Atuação Profissional , Adaptação Psicológica , Currículo , Mercado de Trabalho
12.
Rev. ABENO ; 21(1): 1073, dez. 2021. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1372994

RESUMO

O objetivo do estudo foi identificar o perfil dos egressos de Odontologia da Universidade Federal do Cearáe suas percepções acerca do mercado de trabalho. Realizou-se um estudo transversal com aplicação de questionário onlineaos egressos de 2010/1 a 2018/1. Foram abordadas questões referentes ao perfil sociodemográfico, campo de atuação e percepção do mercado de trabalho e das suas limitações de formação. Realizou-se análise descritiva das variáveis e utilizou-se o teste t de Student e qui-quadrado, considerando um nível de significância de 5%. Dos 435 egressos, 169 (38,8%) participaram da pesquisa. A maioria(83%) se inseriu no mercado de trabalho em até um mês de formado e possuía alguma titulação acadêmicade pós-graduação(87,6%). A cargahorária de trabalho de 44,3% dos egressos é maior que 40 horassemanais, com remuneração média de 5,4 salários-mínimos,verificando-se uma desigualdade salarial e de cargahorária de trabalho entre gêneros. Ainda, 15,7% atuavam na docência aliada a outra atividade, 15% no consultório particular e 25,3% possuíam vínculo com serviço público. A maioria dos egressos sentiram-se parcialmente preparados para o mercado de trabalho (53,8%), sendo este avaliado majoritariamente como "regular" (51,5%). Quanto ao nível desatisfação com a Odontologia, 76,8% afirmaram ser bom ou excelente. Ademais, foram apontadas deficiências na formação nos conteúdos de gestão privada e pública. Conclui-se que os egressos apresentaram rápida inserção no mercado de trabalho, alta carga horária semanal de trabalho, boa satisfação com a profissão, apesar de considerarem o mercado de trabalho regular. Além disso, esse estudo sinaliza uma desigualdade de gênero no mercado de trabalho odontológico (AU).


This study aimed to identify the alumni profile of dentists who graduated from the Federal University of Ceara and to explore their perceptions ofthe labor market. A cross-sectional study was carried out with the application of a questionnaire to graduates from 2010/1 to 2018/1, via google forms.The data wereanalyzed through descriptive statistics and by the Student's and Chi-squared tests with the significance level set at 5%. One hundred and sixty-nine (38.8%) out of 435 alumni dentists participated in the research.The majority of them (83%)started working up to one month after graduation and had also completed a graduate course (87.6%)by the time of the data collection. The working hours of 44.3%of the participants exceed 40 hours per week. The mean salary of the participants is 5.4 minimum wages,and an imbalance between worked hours and salary was found when comparing different genders.Additionally, while 15.7%of the participants worked as professors, associating this occupation with other professional activities, 15% of the alumnidentists worked in private dental offices and 25.3% worked in the public service. After graduating, most ofthe dentists felt partially prepared forthe job market(53.8%),which was evaluated as "regular" (51.5%). Regarding the level of satisfaction with thefield of dentistry, 76.8% of the participants perceived the dental profession as good and excellent. However, the alumni dentists pointed deficiencies regarding their education on the topics of private and public management. Therefore, it can be concluded that the alumni dentists were promptly absorbed by the job market, have a high weekly workload, are satisfied with the profession, but consider the job market only as regular. Moreover, this investigation brings light to gender inequalities in the labor market of dentistry (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Satisfação Pessoal , Percepção Social , Odontologia , Educação em Odontologia , Mercado de Trabalho , Universidades , Distribuição de Qui-Quadrado , Estudos Transversais/métodos , Inquéritos e Questionários , Estatísticas não Paramétricas
13.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 14(spe): 1-27, dez. 2021. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1350785

RESUMO

As mulheres que seguem carreira nas áreas de STEM - Ciencia, Tecnologia, Engenharia e Matemática - vêm sendo estatisticamente sub-representadas no mercado de trabalho e na academia. Fenômenos que ajudam a explicar o cenário são os chamados "efeito tesoura", "teto de vidro" e "leaky pipeline", abordando como as mulheres enfrentam obstáculos que dificultam a permanência em STEM, assim como ascensão a posições de poder. Diante dessas questões, o presente artigo constitui-se num estudo teórico que mapeia e discute estratégias que podem contribuir para o aumento da permanência e ascensão das mulheres em STEM. Conclui-se que tais estratégias englobam ações iniciais tanto na infância e adolescência, no âmbito escolar, quanto na fase adulta, referentes ao ensino superior, aos ambientes de trabalho e à construção do autoconceito da mulher.


Women that pursue careers in STEM have been statistically belittled in both the labor market and academia. Phenomena that help explain such a scenario are so-called "scissor effect," "glass ceiling," and "leaky pipeline," which address how women face obstacles that hamper their permanence in STEM, as well as their rise to power positions. Considering these issues, this article is a theoretical study that maps and discusses strategies that may contribute to increase the permanence and rise of women in STEM. We conclude that such strategies include initial actions within schools in childhood and adolescence, as well as in adulthood, concerning higher education, work environments and the construction of women's self-concept.


Assuntos
Escolha da Profissão , Tecnologia , Mulheres , Poder Psicológico , Mobilidade Ocupacional , Mercado de Trabalho
14.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 14(2): 1-27, maio-ago. 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1286610

RESUMO

Considerando a importância da interação mãe-bebê para o desenvolvimento da criança, pesquisadores têm questionado se a inserção da mulher no mercado de trabalho altera a dinâmica dessa interação. Este estudo teve o objetivo de comparar o tempo de cuidado com o bebê, a divisão de tarefas domésticas e a rede de apoio social de mães que não trabalham e mães que trabalham fora de casa. Em relação aos cuidados com o bebê, os resultados apontaram que mães que trabalham fora dedicam mais tempo aos filhos nos finais de semana, enquanto mães que não trabalham dedicam mais tempo durante os dias da semana. Além disso, a mãe foi apontada como maior responsável pelo cuidado com o bebê, seguida pelo pai e a avó. Na divisão de tarefas domésticas, observou-se maior tempo de dedicação pelas mães que não trabalham. De modo geral, a avó apareceu como figura fundamental na rede de apoio materna.


Considering the importance of mother-infant interaction for the child's development, researchers have questioned whether the insertion of women in the labor market changes the dynamics of this interaction. This study aimed to compare the time taken to care for the baby, the division of domestic tasks and the social support network of mothers who do not work and the mothers who work outside the home. Regarding baby care, the results indicated that mothers who work outside dedicate more time to their children on weekends, while mothers who do not work dedicate more time during weekdays. In addition, the mother was appointed as the main responsible for the care of the baby, followed by the father and the grandmother. In the division of domestic tasks, more time was devoted by mothers who do not work. In general, the grandmother appeared as a fundamental figure in the maternal support network.


Assuntos
Apoio Social , Mercado de Trabalho , Psicologia Social , Mulheres , Trabalho , Poder Familiar , Relações Mãe-Filho
15.
Cad. psicol. soc. trab ; 24(1): 1-15, jan.-jun. 2021. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1355998

RESUMO

O artigo tem como objetivo analisar narrativas de profissionais transexuais acerca de suas experiências no mundo do trabalho. Com esse intuito, foi desenvolvida pesquisa qualitativa exploratória, realizada por meio de entrevistas com três mulheres transexuais e um homem trans, que possuem vínculos formais de trabalho em empresas e são residentes em diferentes cidades brasileiras. A coleta de dados, submetida à análise de conteúdo, identificou que a empregabilidade dos profissionais se relaciona com aspectos como escolaridade e raça. A não identificação da transexualidade no ambiente laboral é percebida como um facilitador, em razão da passibilidade e cisnormatividade dos corpos; contudo, foram vivenciadas situações de discriminação em razão de atitudes transfóbicas em processos seletivos e no contexto laboral. A mudança no registro civil e a abertura à diferença nas empresas são defendidas pelo/as participantes como decisivas, assinalando-se como questões estruturais a importância de ações afirmativas que incidam no âmbito educacional e no mundo do trabalho.


The article aims to analyze transsexual professionals narratives about their experiences in the world of work. In order to do this, a qualitative research with exploratory approach was developed. It was carried out through interviews with three transsexual women and one transgender man who have employment relationships in companies and live in different Brazilian cities. Data collection, submitted to content analysis, identified that professionals employability is related to aspects such as schooling and race. The non-identification of transsexuality at work is perceived as a facilitator, due to the passability and cisnormativity of bodies; however, situations of discrimination were experienced due to transphobic attitudes in selection processes and in the work context. The change in civil registration and opening to difference in companies are defended as decisive by the participants, who pointed out the importance of affirmative actions focused on education and the world of work as structural issues.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Mercado de Trabalho , Discriminação Social , Pessoas Transgênero , Inclusão Social
16.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 25(2): 133-144, maio-ago. 2021.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1252377

RESUMO

Introdução: Um dos desafios da atual formação dos profissionais da área da saúde é estarem atualizados e preparados para o mercado de trabalho. E, para isso tem-se a necessidade de mudanças curriculares, e o uso das metodologias ativas nesse processo de ensino é uma realidade e necessidade. Objetivo: investigar quais os tipos de metodologias ativas estão sendo mais utilizadas na formação de profissionais da saúde. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura com a utilização da técnica em cinco etapas. As palavras "metodologia ativa" AND saúde AND "ensino superior"; "metodologia ativa" AND "ensino superior", foram inseridas na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), integrada pelas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Literatura Internacional em Ciências da Saúde (MEDLINE), bem como pela biblioteca Scientific Electronic Library Online (SciELO). Após a inserção dos critérios de inclusão e exclusão foram selecionados 10 artigos para compor a amostra, que foram apresentados sob a forma de um quadro sintético. Resultados e discussão: De acordo com análise obteve-se a construção de três categorias: Aplicação da Aprendizagem Baseada em Problemas-ABP; metodologias ativas participativas; utilizando a simulação na educação em saúde, revelando a aplicabilidade da metodologia na teoria e prática de curso de graduação e pós-graduação na área da saúde. Conclusão: Neste estudo foi possível observar os principais tipos de metodologias ativas utilizadas na área da saúde, tais como a baseada na problematização; metodologias ativas participativas (o arco de Charles Maguerez, gincana virtual) e utilizando a simulação na educação em saúde, servindo como modelos impulsionadores para mudanças no processo de ensino aprendizagem.(AU)


Introduction: One of the challenges of the current training of health professionals is to make them be updated and prepared for the labor market. In order to reach those objectives, curricular changes are necessary, as well as the use of active methodologies in the teaching process. Purpose: to investigate which types of active methodologies are the most widely used in the training of health professionals. Methodology: This is an integrative literature review using the five-stage technique. The words "active methodology" AND "health" AND "higher education"; "Active methodology" AND "higher education" were included in the Virtual Health Library (VHL), which integrates the Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), International Health Sciences Literature (MEDLINE) databases, as well as the Scientific Electronic Library Online library (SciELO). After inserting the inclusion and exclusion criteria, a total of 10 articles were selected to compose the sample, which were presented as a summary table. Results and discussion: According to the analysis, three categories were created: Application of Problem-Based Learning - PBL; active participatory methodologies; using simulation in health education, revealing the applicability of the methodology in the theory and practice in undergraduate and graduate courses in the health area. Conclusion: In this study, the main types of active methodologies used in the health area could be observed, such as the ones based on problematization; active participatory methodologies (the Charles Maguerez arc, virtual gymkhana), and using simulation in health education, serving as models for triggering changes in the teaching-learning process.(AU)


Assuntos
Humanos , Currículo/tendências , Universidades , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Mercado de Trabalho , Aprendizagem Baseada em Problemas
17.
Rev. bras. orientac. prof ; 22(1): 1-15, jan.-jun. 2021. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1351862

RESUMO

O presente estudo objetivou investigar os fatores relacionados à condição "nem-nem" entre jovens à luz do conceito de adultez emergente e das transformações ocorridas no mundo do trabalho. A amostra foi composta de 224 jovens que não estudam e nem trabalham. Os instrumentos foram um questionário sociodemográfico e duas questões abertas sobre os motivos dos jovens estarem sem estudar e trabalhar, e sobre suas perspectivas de futuro. As respostas provenientes das questões abertas foram submetidas a estatísticas textuais. Os resultados revelaram que jovens na condição nem-nem vivenciam aspectos típicos da adultez emergente, e que essas vivências são atravessadas por aspectos como gênero, escolaridade, experiência de trabalho, pela precariedade do mercado de trabalho e a forma como a mesma afeta a juventude em particular.


The present study aimed to investigate the factors related to the neither-nor condition among young people in the light of the concept of emerging adulthood and the transformations that occurred in the world of work. The sample consisted of 224 young people who neither study nor work. The instruments were a sociodemographic questionnaire and two open questions about why young people are not studying and working, and about their future prospects. Answers from open questions were submitted to textual statistics. The results revealed that young people in the neither-nor condition experience typical aspects of emerging adulthood, and that these experiences are crossed by aspects such as gender, education, previous work experience, the precariousness of the labor market and the way it is affects youth in particular.


El presente estudio tuvo como objetivo investigar los factores relacionados con la condición de ni-ni entre los jóvenes a la luz del concepto de adultez emergente y las transformaciones ocurridas en el mundo laboral. La muestra estuvo formada por 224 jóvenes que ni estudian ni trabajan. Los instrumentos fueron un cuestionario sociodemográfico y dos preguntas abiertas sobre por qué los jóvenes no estudian ni trabajan, y sobre sus perspectivas de futuro. Las respuestas de las preguntas abiertas se enviaron a las estadísticas textuales. Los resultados revelaron que los jóvenes en la condición ni-ni experimentan aspectos típicos de la adultez emergente, y que estas experiencias son atravesadas por aspectos como el género , la educación, la experiencia laboral previa, la precariedad del mercado laboral y la forma en que se encuentra afecta a los jóvenes en particular.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Adulto , Trabalho , Educação , Escolaridade , Mercado de Trabalho , Psicologia do Desenvolvimento
18.
Rev. Saúde Pública Paraná (Online) ; 4(1): 91-107, abr. 2021.
Artigo em Português | Coleciona SUS, CONASS, SESA-PR | ID: biblio-1280863

RESUMO

O objetivo do estudo foi analisar a percepção sobre o mercado de trabalho entre ingressantes e formandos do curso de Enfermagem de uma universidade pública. O estudo qualitativo foi realizado com ingressantes (2019) e formandos (2018) do curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Ponta Grossa. A amostra foi definida pelo método de saturação, a coleta de dados gravada com roteiro-guia. O material transcrito recebeu análise temática de conteúdo. Sobre o mercado de trabalho foram identificadas as categorias: mercado de trabalho amplo, mercado de trabalho saturado, mercado de trabalho exigente e mercado de trabalho desvalorizado. O mercado amplo deriva da percepção de diversidade no campo de atuação, porém houve sentimento de saturação, e por isto, exige experiência e maior formação profissional, tornando-o desvalorizado, principalmente no retorno financeiro. Houve uma percepção aproximada entre ingressantes e formandos sobre o mercado de trabalho em Enfermagem. Sendo assim, ao escolher o curso, o estudante tem ciência das dificuldades enfrentadas no mercado de trabalho relacionado à profissão. (AU)


The aim of the study was to analyze the perception of the labor market among incoming academics and graduatesof the Nursing course at a public university. The qualitative study was conducted with freshmen (2019) and graduates (2018) of the Nursing course at the State University of Ponta Grossa. The sample was defined by the saturation method, the data collection recorded with a guide script. The transcribed material received thematic content analysis. On the labor market, the following categories were identified: broad labor market, saturated labor market, demanding labor market and undervalued labor market. The broad market derives from the perception of diversity in the field, but there was a feeling of saturation, which is why it requires experience and greater professional training, making it devalued, especially in terms of financial return. There was an approximate perception between new students and graduates about the job market in Nursing. Thus, when choosing the course, the student is aware of the difficulties faced in the job market related to the profession. (AU)


Assuntos
Humanos , Percepção , Estudantes , Educação em Enfermagem , Mercado de Trabalho
19.
Psicol. soc. (Online) ; 33: e237548, 2021. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1351383

RESUMO

Resumen El presente artículo comprende el rol del modelo cooperativo en el campo de la salud mental como alternativa de participación laboral, acceso a bienes económicos y ejercicio de ciudadanía. Para ello, analiza los planteamientos del cooperativismo, la asociatividad y la autogestión en el mundo del trabajo, en contraste con los valores y prácticas dominantes del sistema capitalista. Desde una aproximación cualitativa y de enfoque etnográfico, se describen las estrategias de inclusión laboral de la comunidad de trabajo "Locooperativa", emprendimiento solidario conformado por personas con experiencia de atención en salud mental y profesionales de las ciencias sociales de Santiago de Chile. En esta iniciativa, las prácticas de autogestión productiva y los valores que están presentes en sus formas de asociatividad involucran una reafirmación de la ciudadanía frente a las coordenadas del mercado laboral competitivo que borran las diferencias y anulan la diversidad. Finalmente, se plantea que el trabajo cooperativo se constituye como una apuesta creativa que articula capacidades colectivas y singularidades individuales en la sociedad contemporánea.


Resumo Este artigo aborda o papel do modelo cooperativo no campo da saúde mental como uma alternativa para a participação laboral, o acesso aos bens econômicos e o exercício da cidadania. Para tanto, analisa as abordagens de cooperativismo, associatividade e autogestão no mundo do trabalho, em contraposição aos valores e práticas dominantes do sistema capitalista. A partir de uma abordagem qualitativa e etnográfica, são descritas as estratégias de inclusão laboral da comunidade de trabalho "Locooperativa", um empreendimento solidário formado por pessoas com experiência de cuidados em saúde mental e profissionais das ciências sociais de Santiago do Chile. Nesta iniciativa, as práticas de autogestão produtiva e os valores presentes em suas formas de associação envolvem uma reafirmação da cidadania contra as coordenadas do mercado de trabalho competitivo, que apagam as diferenças e anulam a diversidade. Por fim, propõe-se que o trabalho cooperativo se constitua como uma aposta criativa que articule capacidades coletivas e e singularidades individuais na sociedade contemporânea.


Abstract This article aims to understand the role of the cooperative model in the field of mental health as an alternative for labor participation, access to economic assets and the exercise of citizenship. To do this, it analyzes the approaches of cooperativism, associativity and self-management in the world of work, in contrast to the dominant values and practices of the capitalist system. The labor inclusion strategies of the "Locooperativa" work community, a solidarity enterprise made up of people with experience in mental health care and professionals from the social sciences of Santiago, Chile. In this initiative, the practices of productive self-management and the values that are present in their forms of association involve a reaffirmation of citizenship against the coordinates of competitive labor market that erase differences and nullify diversity. Finally, it is proposed that cooperative work is constituted as a creative bet that articulates collective capacities and individual singularities in contemporary society.


Assuntos
Saúde Mental , Participação da Comunidade , Comportamento Cooperativo , Mercado de Trabalho
20.
Psicol. ciênc. prof ; 41: e221744, 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1340423

RESUMO

Resumo O presente estudo objetivou compreender o movimento de mulheres que, na atualidade, abandonam suas carreiras para se dedicarem ao cuidado com os filhos, a partir de uma reflexão sobre a relação entre maternidade e trabalho. Este trabalho baseia-se numa pesquisa qualitativa que empregou a entrevista semidirigida como instrumento de coleta de dados. Investigou-se nos relatos dessas mulheres o sentido dessa escolha, que se buscou articular às discussões e reflexões teóricas acerca das transformações históricas da maternidade, do papel da mulher na sociedade e sua relação com o trabalho. Os resultados expressaram que apesar de as mulheres terem formulado diversos sentidos para o abandono da carreira, eles convergem em relação às dificuldades de conciliação entre as exigências profissionais e os padrões estabelecidos sobre a experiência de maternagem. Tais sentidos atribuídos a esse movimento refletem nas discussões apresentadas sobre a idealização da maternidade, como também sobre as dificuldades enfrentadas pelas mulheres na construção de seu lugar na sociedade, no mercado de trabalho e na consolidação de sua carreira.(AU)


Abstract From a reflection on the motherhood-work relationship, this study aims to understand the movement of women who abandon their careers to dedicate themselves to taking care of their children. This qualitative research used data collected by means of semi-structured interviews conducted with mothers. Based on their reports, the meanings underlying this choice were investigated and articulated with discussions and theoretical reflections on the historical transformations of motherhood, the role of women in society, and their relationship with work. The results show that women abandon their professional careers due to different reasons, all of which converge into the difficulties of reconciling professional demands with patterns of maternal experience. Such meanings reflect the discussions about the idealization of motherhood and the difficulties faced by women in constructing their social place, entering the labor market, and in consolidating their careers.(AU)


Resumen En este estudio se propone comprender el movimiento de mujeres que en la actualidad renuncian a su carrera para dedicarse al cuidado de sus hijos, a partir de una reflexión sobre la relación entre maternidad y trabajo. Este trabajo parte de una investigación cualitativa cuyo instrumento de recopilación de datos fue entrevista semidirigida. Se investigó en los relatos de esas mujeres el sentido de esa elección y se buscó articularla con las discusiones y reflexiones teóricas acerca de las transformaciones históricas de la maternidad, del papel de la mujer en la sociedad y su relación con el trabajo. Los resultados expresaron que las mujeres presentan diversos sentidos para la renuncia a la carrera y que estos convergen a las dificultades de conciliación entre las exigencias profesionales y los patrones establecidos sobre la experiencia de maternaje. Tales sentidos atribuidos a ese movimiento reflejan las discusiones presentadas sobre la idealización de la maternidad, así como sobre las dificultades enfrentadas por las mujeres en la construcción de su lugar en la sociedad, en la inserción en el mercado laboral y en la consolidación de su carrera.(AU)


Assuntos
Mulheres , Trabalho , Poder Familiar , Sociedades , Mercado de Trabalho , Mães
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...