Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.214
Filtrar
1.
Sci Eng Ethics ; 30(2): 14, 2024 Apr 11.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-38605283

RESUMO

Two Boeing 737-MAX passenger planes crashed in October 2018 and March 2019, suspending all 737-MAX aircraft. The crashes put Boeing's corporate practices and culture under the spotlight. The main objective of this paper is to use the case of Boeing to highlight the importance of efficient employee grievance redressal mechanisms and an independent external regulator. The methodology adopted is a qualitative analysis of statements of various whistleblowers and Boeing and the Federal Aviation Administration (FAA) stakeholders. It suggests that employee feedback flowing up the chain of command should be more flexible and dealt with more seriousness. It recommends that companies adopt a cooling-off period or a lifetime restriction for employees who have gone through the revolving door between regulators and the industry. The Boeing 737-MAX case, which emphasizes the ethical obligations of the job, can offer value to engineers, engineering educators, managers, ombudsmen, and human resource professionals.


Assuntos
Acidentes de Trânsito , Reivindicações Trabalhistas , Humanos , Aeronaves , Organizações , Indústrias
3.
Salud trab. (Maracay) ; 31(1): 87-98, jun. 2023.
Artigo em Espanhol | LILACS, LIVECS | ID: biblio-1452230

RESUMO

El abordaje onto epistémico de este ensayo se desarrolla en tres grandes miradas: un desarrollo gnoseológico orientado a precisar diferentes posicionamientos de la economía feminista como un movimiento político, herramienta de lucha y resistencia para enfrentar un modelo económico misógino, patriarcal, excluyente y a espaldas de la vida. Seguidamente, se precisan aspectos relevantes de su historicidad, partiendo de las figuras más resaltantes de la economía neoclásica. El hombre dentro de esta perspectiva (Homus Economicus), es el motor de la producción de riqueza, el agente económico por excelencia. Modelo donde no aparecen las relaciones sociales, las mujeres, la vida… Solo producir y consumir. Finalmente, se destaca toda una serie de avances y desafíos. Dentro de estas nuevas perspectivas, se pone especial atención a las relaciones de cuidado y afecto que se producen en los hogares como trabajo no remunerado. El cuidado de la vida humana toma el escenario, exigiendo nuevas perspectivas de análisis y la ampliación de fronteras a fin de destacar su relevancia social y económica; a partir de la utilización de estrategias para la valoración de la producción doméstica incorporando nuevas propuestas sobre el manejo de las estadísticas con lentes de género. El presupuesto gubernamental, se debe presentar desagregado y analizado el efecto de políticas de gastos e ingresos de manera diferenciada y situada(AU)


The ontologic epistemic approach in this essay is developed in three main perspectives: a gnoseological development aimed at specifying different positions of feminist economics as a political movement, a tool of struggle and resistance to face a misogynistic, patriarchal, exclusionary economic model behind the back of life. Next, relevant aspects of its historicity are specified, starting from the most outstanding figures of neoclassical economics. Man within this perspective (Homus Economicus), is the engine of the production of wealth, the economic agent par excellence. Model where social relationships, women, life do, not appear... Just produce and consume. Finally, a whole series of advances and challenges are highlighted. Within these new perspectives, special attention is paid to the relationships of care and affection that occur in households as unpaid work. The care of human life takes the stage, demanding new perspectives of analysis and the expansion of borders in order to highlight its social and economic relevance; from the use of strategies for the valuation of domestic production, incorporating new proposals on the management of statistics with gender lenses. The government Budget, should be presented disaggregated, and the effect of expenditure and revenue policies should be analyzed in a differentiated and situated manner(AU)


Assuntos
Modelos Econômicos , Feminismo , Reivindicações Trabalhistas , Equilíbrio Trabalho-Vida
4.
Psicol. ciênc. prof ; 43: e250490, 2023.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1448944

RESUMO

As dificuldades e barreiras enfrentadas no processo de inclusão de pessoas com deficiência (PcD) nas organizações incitam o desenvolvimento de pesquisas. Este estudo compreendeu a percepção de psicólogos organizacionais sobre a inclusão de PcD em empresas. Dezoito psicólogos atuantes na área de gestão de pessoas de empresas das sete regiões do estado do Rio Grande do Sul responderam a uma entrevista individual. A média de idade dos participantes foi de 33,17 anos, atuavam em empresas de diferentes segmentos, eram predominantemente do sexo feminino e possuíam pós-graduação em áreas relacionadas. Os relatos dos psicólogos alertaram para o fato de que, em suas graduações, o conteúdo sobre deficiência humana e, especificamente, inclusão no mercado de trabalho foi escasso ou inexistente. Essa lacuna na formação, de egressos de diferentes instituições de ensino superior, é relatada desde os anos de 1990. Para esses psicólogos, barreiras atitudinais e organizacionais são frequentemente enfrentadas no processo de inclusão, tais como o despreparo das empresas, gestores e colaboradores para receber as PcD, os poucos programas voltados a uma prática efetiva de inclusão e não somente ao cumprimento da legislação, além das dificuldades dos próprios profissionais em identificar os potenciais e as limitações que a PcD apresenta e de adaptá-la de maneira correta ao trabalho. O psicólogo organizacional pode contribuir para um processo adequado de inclusão por meio de práticas, tais como treinamentos e sensibilizações, que fomentem a informação e diminuam a discriminação e as dificuldades.(AU)


Difficulties and barriers to including people with disabilities (PwDs) in organizations drives research development. This study sought to understand how organizational psychologists perceived the inclusion of PwDs in organizations. Eighteen organizational psychologists who work in people management for companies in the seven regions of the state of Rio Grande do Sul participated in an individual interview. Most interviewees were female, with average age of 33.17 years, had a postgraduate degree in the field, and worked in companies from different segments. During the interviews, the psychologists called attention to the little or nonexistent content on human disability and, specifically, inclusion in the labor market covered in the graduate course. This gap has been reported by graduates from different higher education institutions since the 1990s. According to the respondents, attitudinal and organizational barriers are often faced in the inclusion process, such as the unpreparedness of companies, managers, and employees to welcome PwD, the few programs aimed at an effective inclusion and not only to comply with the law, as well as the difficulties of the professionals themselves to identify the potentials and limitations that PwD present and to adapt them correctly to the work. Organizational psychologists can contribute to an adequate inclusion process by developing training and sensibilization activities that foster information and reduce discrimination and difficulties.(AU)


Las dificultades y barreras enfrentadas en el proceso de inclusión de personas con discapacidad (PcD) en las organizaciones fortalecen el desarrollo de la investigación. Este estudio entendió la percepción de los psicólogos organizacionales acerca de la inclusión de las PcD en las empresas. Dieciocho psicólogos que trabajan en el área de gestión de personas en empresas de las siete regiones del estado de Rio Grande do Sul (Brasil) respondieron a una entrevista individual. Los participantes tenían una edad promedio de 33,17 años, trabajaban en empresas de diferentes segmentos, eran predominantemente mujeres y tenían un posgrado en el área. Los informes de los psicólogos alertaron sobre el hecho de que el contenido sobre discapacidad humana y, específicamente, su inclusión en el mercado laboral era escaso o inexistente durante su formación académica. Esta brecha en la formación de los egresados de diferentes instituciones de educación superior se reporta desde los 1990. Para estos psicólogos, a menudo ocurren barreras organizacionales y de actitud en el proceso de inclusión de las PcD, como la falta de preparación de las empresas, gerentes y empleados para recibirlas, pocos programas destinados a una práctica efectiva de la inclusión, no solo al cumplimiento de la ley, y las dificultades de los profesionales para identificar las potencialidades y limitaciones y adecuarlas correctamente al trabajo. El psicólogo organizacional puede contribuir a un proceso de inclusión adecuado, con prácticas de capacitación y sensibilización que brindan información y reducen la discriminación y dificultades.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Gestão de Recursos Humanos , Acessibilidade Arquitetônica , Organizações , Pessoas com Deficiência , Inclusão Social , Organização e Administração , Inovação Organizacional , Seleção de Pessoal , Preconceito , Psicologia , Psicologia Industrial , Política Pública , Qualidade de Vida , Salários e Benefícios , Autoimagem , Comportamento Social , Meio Social , Justiça Social , Responsabilidade Social , Previdência Social , Seguridade Social , Socialização , Sociedades , Estereotipagem , Conscientização , Análise e Desempenho de Tarefas , Desemprego , Orientação Vocacional , Programa de Saúde Ocupacional , Tomada de Decisões Gerenciais , Defesa das Pessoas com Deficiência , Adaptação Psicológica , Cultura Organizacional , Saúde Ocupacional , Desenvolvimento de Pessoal , Direitos Civis , Readaptação ao Emprego , Local de Trabalho , Eficiência Organizacional , Constituição e Estatutos , Diversidade Cultural , Legislação , Autonomia Pessoal , Denúncia de Irregularidades , Avaliação da Deficiência , Absenteísmo , Economia , Educação , Ego , Reivindicações Trabalhistas , Planos para Motivação de Pessoal , Emprego , Recursos Humanos , Saúde de Grupos Específicos , Saúde da Pessoa com Deficiência , Mercado de Trabalho , Política de Saúde do Trabalhador , Estigma Social , Discriminação Social , Desempenho Profissional , Assistentes Sociais , Estresse Ocupacional , Engajamento no Trabalho , Respeito , e-Acessibilidade , Políticas Públicas Antidiscriminatórias , Integração Social , Direito ao Trabalho , Empoderamento , Teletrabalho , Desinformação , Fatores Sociodemográficos , Cidadania , Diversidade, Equidade, Inclusão , Condições de Trabalho , Promoção da Saúde , Ergonomia , Direitos Humanos , Candidatura a Emprego , Satisfação no Emprego , Sindicatos , Liderança , Acontecimentos que Mudam a Vida
5.
Psicol. ciênc. prof ; 43: e249090, 2023. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1431130

RESUMO

No Brasil, o trabalho doméstico remunerado é essencialmente feminino e emprega cerca de 5,9 milhões de mulheres, correspondendo a 16,8% da ocupação feminina. Desse contingente, 61 % são compostos por mulheres negras. As empregadas domésticas estiveram historicamente submetidas a uma série de aspectos excludentes, como baixa remuneração, contratações à margem da legalidade e discriminação de gênero e raça. Esta pesquisa objetivou compreender a resistência enquanto categoria fundamental para compreensão do trabalho doméstico. Ao falar sobre essa categoria, destacamos a subjetividade que constitui os fenômenos sociais, partindo de uma compreensão dialética e histórica do sujeito e da relação indivíduo-sociedade, inserida em uma historicidade. Os resultados encontrados, coletados por meio de documentos, notícias, reportagens, participações no sindicato da categoria e da realização de entrevistas com cinco domésticas apontam a existência de formas de resistência no campo do trabalho doméstico, compondo movimentos de oposição e reação ao modus operandi colonial e às hierarquias de gênero-raça-classe que formam a sociedade brasileira. A psicologia sócio-histórica foi escolhida como abordagem teórico-metodológica, pois possibilita compreender do homem como ser ativo, social e histórico. Ao investigar as formas de resistência presentes nesse tipo de trabalho, compreende-se a trabalhadora doméstica não como mera consequência da realidade social em que se insere, mas como sujeito ativo que constitui essa realidade e é simultaneamente constituído por ela. Com esta pesquisa, pretende-se contribuir com a crítica à ideologia dominante que subalterniza essas trabalhadoras e as relega à subcidadania, uma condição sem reconhecimento e direitos.(AU)


In Brazil, paid domestic work is essentially female and employs about 5.9 million women, corresponding to 16.8% of the female occupation. Of this contingent, 61% is made up of black women. Domestic workers have historically been subjected to a series of exclusionary aspects, such as low remuneration, hiring outside the legal system and gender and race discrimination. This research aimed to understand resistance as a fundamental category for understanding domestic work. When talking about this category, we highlight the subjectivity that constitutes social phenomena, starting from a dialectical and historical understanding of the subject and the individual-society relationship, inserted in a historicity. The results found, collected from documents, news, reports, participation in the category union and interviews with five domestic workers, point to the existence of forms of resistance in the field of domestic work, composing movements of opposition and reaction to the colonial modus operandi and the gender-race-class hierarchies that make up Brazilian society.Socio-historical psychology was chosen as a theoretical-methodological approach, since it provides an understanding of man as an active, social and historical being. When investigating the forms of resistance present in this type of work, the domestic worker is understood not as a mere consequence of the social reality in which she is inserted, but, as an active subject, who constitutes this reality and is simultaneously constituted by it. This research intends to contribute to the criticism of the dominant ideology that subordinates these workers and relegates them to a sub-citizenship, a condition without recognition and rights.(AU)


El trabajo doméstico remunerado en Brasil es predominantemente femenino y emplea casi 5,9 millones de mujeres, lo que corresponde al 16,8% de la ocupación femenina. El 61% de este grupo está compuesto por mujeres negras. Históricamente, las trabajadoras del hogar han sido sometidas a una serie de aspectos excluyentes, como la baja remuneración, la contratación fuera del sistema legal y la discriminación de género y raza. Esta investigación tuvo como objetivo comprender la resistencia como categoría fundamental para entender el trabajo doméstico. Al hablar de esta categoría, se destaca la subjetividad que constituye los fenómenos sociales a partir de una comprensión dialéctica e histórica del sujeto y la relación individuo-sociedad, insertada en una historicidad. Los datos recogidos de documentos, noticias, participación en la categoría unión y entrevistas con cinco sirvientas permitieron concluir que existen formas de resistencia en el ámbito del trabajo doméstico, que se componen de movimientos de oposición y reacción al modus operandi colonial y a jerarquías de género-raza-clase que conforman la sociedad brasileña. La psicología sociohistórica fue el enfoque teórico-metodológico utilizado, ya que proporciona una comprensión del ser humano como ser activo, social e histórico. El análisis de las formas de resistencia presentes en este tipo de trabajo permite identificar la trabajadora doméstica no como una mera consecuencia de la realidad social en la cual se inserta, sino como sujeto activo que constituye esta realidad y, a la vez, es constituido por ella. Se espera que esta investigación pueda contribuir a la crítica de la ideología dominante que subordina a estas trabajadoras, relegándolas a una subciudadanía, una condición sin reconocimiento y sin derechos.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Satisfação Pessoal , Características Culturais , Fatores Sociológicos , História , Zeladoria , Pobreza , Preconceito , Psicologia , Política Pública , Salários e Benefícios , Comportamento Social , Mudança Social , Classe Social , Condições Sociais , Meio Social , Justiça Social , Mobilidade Social , Problemas Sociais , Fatores Socioeconômicos , Estereotipagem , Direitos da Mulher , Características da População , Riscos Ocupacionais , Acidentes de Trabalho , Família , Áreas de Pobreza , Dinâmica Populacional , Fome , Carga de Trabalho , Direitos Civis , Gestão da Segurança , Serviços Contratados , Censos , Legislação , Acesso à Informação , Morte , Agressão , Violação de Direitos Humanos , População Negra , Economia , Escolaridade , Reivindicações Trabalhistas , Emprego , Mercado de Trabalho , Ética , Feminilidade , Participação Social , Racismo , Discriminação Social , Marginalização Social , Escravização , Alfabetização , Status Moral , Equilíbrio Trabalho-Vida , Ativismo Político , Fracasso Acadêmico , Direitos Culturais , Direitos Socioeconômicos , Opressão Social , Status Econômico , Respeito , Direito ao Trabalho , Empoderamento , Abuso Emocional , Desinformação , Ambiente Domiciliar , Minorias Étnicas e Raciais , Vulnerabilidade Social , Cidadania , Condições de Trabalho , Planos de Assistência de Saúde para Empregados , Hierarquia Social , Habitação , Sindicatos , Enganação , Mães
6.
Psicol. ciênc. prof ; 43: e244670, 2023. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1448956

RESUMO

O objetivo deste estudo foi testar um modelo teórico-explicativo para as representações sociais sobre o cenário sociopolítico brasileiro de 2017, de acordo com as seguintes relações: as representações seriam influenciadas diretamente pela confiança nas instituições, e essa confiança, determinada pelas simpatias ideológicas. Participaram 164 estudantes universitários - cuja idade média era 24 anos - que responderam a escalas intervalares. Realizaram-se modelagens de equações estruturais para testar o modelo teórico proposto. Os resultados indicaram: adequabilidade do modelo; dois grupos de variáveis apresentando relações positivas entre as variáveis do mesmo grupo e negativas na comparação intergrupos. No primeiro grupo constaram as variáveis: ideias-força de esquerda, confiança nos movimentos sociais, avaliação do governo Dilma e avaliação das políticas de esquerda; no segundo: ideias-força de direita, confiança nas instituições de controle, confiança na mídia, avaliação do governo Temer e avaliação das políticas de esquerda. Concluiu-se que a confiança institucional e a simpatia ideológica ancoravam as representações sociais do cenário brasileiro na população universitária estudada.(AU)


The aim of this study was to test an explanatory theoretical model about the social representations about Brazilian social-political scenario in 2017, based on the following relations: representations were directly influenced by the trust in institutions, and this trust, determined by ideological sympathies. A sample of 164 college students - whose average age was 24 years - answered interval scales. We performed structural equation modeling to test the proposed model. The results indicated: the suitability of the model; two groups of variables presenting positive relations in the in-group comparison and negative relations in the comparisons between groups. The first group showed the variables: Leftist ideas-forces, trust in social movements, evaluation of Dilma's administration, and evaluation of Leftist policies; the second: Rightist ideas-forces, trust in control institutions, trust in the media, evaluation of Temer's administration, and evaluation of Leftist policies. In conclusion, the institutional trust and ideological sympathies anchored the social representations of the Brazilian scenery for the studied university population.(AU)


Este estudio tuvo como objetivo probar un modelo teórico explicativo de las representaciones sociales en el escenario sociopolítico brasileño de 2017 según las siguientes relaciones: las representaciones estarían directamente influenciadas por la confianza en las instituciones, y esta confianza, determinada por las simpatías ideológicas. Participaron en este estudio 164 estudiantes universitarios, con edad media de 24 años, quienes respondieron a escalas intervalares. Se llevaron a cabo modelos de ecuaciones estructurales para probar el modelo teórico propuesto. Los resultados indicaron: adecuación del modelo; dos grupos de variables que presentaban relaciones positivas entre las variables del mismo grupo y negativas en la comparación intergrupal. El primer grupo incluía las variables: ideas-fuerza de la izquierda, confianza en los movimientos sociales, evaluación del gobierno de Dilma y evaluación de las políticas de la izquierda; el segundo: ideas-fuerza de la derecha, confianza en las instituciones de control, confianza en los medios de comunicación, evaluación del gobierno Temer y evaluación de las políticas de la izquierda. Se concluyó que la confianza institucional y la simpatía ideológica funcionaron como fundamentos de las representaciones sociales del escenario político brasileño en la población universitaria estudiada.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Política , Estudantes , Universidades , Cultura , Confiança , Ética Institucional , Representação Social , Princípios Morais , Propriedade , Filosofia , Sistemas Políticos , Pobreza , Psicologia , Psicologia Social , Política Pública , Qualidade de Vida , Racionalização , Segurança , Salários e Benefícios , Ciência , Autoritarismo , Mudança Social , Problemas Sociais , Responsabilidade Social , Ciências Sociais , Previdência Social , Valores Sociais , Socialismo , Fatores Socioeconômicos , Sociologia , Tecnologia , Tecnologia, Indústria e Agricultura , Pensamento , Desemprego , Mulheres , Comportamento , Relações Trabalhistas , Negro ou Afro-Americano , Brasil , Pessoas Mal Alojadas , Adaptação Psicológica , Atitude , Etnicidade , Desenvolvimento Econômico , Defesa da Criança e do Adolescente , Proteção da Criança , Inquéritos e Questionários , Responsabilidade Legal , Direitos Civis , Negociação , Setor Público , Setor Privado , Pessoas com Deficiência , Comunicação , Comunismo , Privacidade , Constituição e Estatutos , Feminismo , Fidelidade a Diretrizes , Modernização do Setor Público , Crime , Conflitos Civis , Autonomia Pessoal , Capitalismo , Acesso à Informação , Estado , Poder Legislativo , Democracia , Agressão , Violação de Direitos Humanos , Revolução Francesa , Economia , Educação , Emoções , Reivindicações Trabalhistas , Emprego , Meio Ambiente , Mercado de Trabalho , Estudos Populacionais em Saúde Pública , Fiscalização Sanitária , Agroindústria , Desenvolvimento Industrial , Diplomacia , Equilíbrio Trabalho-Vida , Minorias Sexuais e de Gênero , Fascismo , Ativismo Político , Participação dos Interessados , Extremismo , Opressão Social , Liberdade , Políticas Inclusivas de Gênero , Respeito , Capacidade de Liderança e Governança , Corrupção , Solidariedade , Modernização Retrógrada , Programas Sociais , Povos Indígenas , Ambientalismo , Justiça Ambiental , Fatores Sociodemográficos , Vulnerabilidade Social , Cidadania , Responsabilidade Socioambiental , Hierarquia Social , Direitos Humanos , Individuação , Jurisprudência , Liderança , Manobras Políticas , Comportamento de Massa , Meios de Comunicação de Massa , Militares , Categorias de Trabalhadores
7.
Psicol. ciênc. prof ; 43: e249221, 2023.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1431121

RESUMO

A Psicologia Escolar e Educacional vem conquistando novos espaços para a atuação e campo de pesquisa, dentre eles, destacamos a educação superior. Assim, este estudo teve por objetivo conhecer as demandas apresentadas por coordenadores de cursos de graduação, analisá-las à luz da Psicologia Escolar na vertente crítica e apontar possibilidades de atuação do psicólogo escolar junto a estes. A pesquisa, de caráter qualitativo, foi realizada a partir da análise de conteúdo das respostas obtidas dos questionários enviados por e-mail aos coordenadores dos 77 cursos de graduação oferecidos por uma instituição pública de ensino superior de Minas Gerais. Contamos com 28 questionários respondidos. As demandas apresentadas referem-se a questões acadêmicas e emocionais dos estudantes; sobrecarga de trabalho docente; relações interpessoais e formação continuada; burocracias enfrentadas pelos coordenadores; além da falta de preparação prévia e apoio para o exercício da função e concepções sobre o trabalho do psicólogo escolar. Concluímos que o coordenador, ao ouvir e compreender demandas advindas de discentes, docentes e técnicos, responde a elas por meio de uma parceria auspiciosa com o psicólogo escolar, juntamente com outros segmentos e instâncias da instituição.(AU)


The School and Educational Psychology has been conquering new spaces for professional performance and research field, among them, we highlight Higher Education. Therefore, this study aimed to get the demands presented by coordinators of undergraduate courses and analyze them in the light of School Psychology in the critical perspective and to point out possibilities for the performance of the school psychologist with them. The qualitative research was carried out based on the content analysis of the answers obtained from the questionnaires sent by e-mail to the coordinators of the 77 undergraduate courses offered by a public Higher Education institution in Minas Gerais. We have 28 answered questionnaires. The demands presented refer to students' academic and emotional issues; the overload of teaching work; interpersonal relationships and continuing education; the bureaucracies faced by coordinators; and the lack of prior preparation and support for the practice of the function and conceptions about the work of the school psychologist. We conclude that the coordinator, when listening to and understanding demands from students, teachers, and technicians, seeks to respond to them with an auspicious partnership with the school psychologist, together with other segments and instances of the institution.(AU)


La Psicología Escolar y Educacional sigue conquistando nuevos espacios para la actuación y campo de investigación, entre ellos destaca la educación superior. Por lo tanto, este estudio tuvo como objetivo conocer las demandas presentadas por los coordinadores de cursos de graduación, analizarlas desde la perspectiva crítica de la Psicología Escolar y señalar posibilidades de actuación del psicólogo escolar. La investigación cualitativa realizó el análisis de contenido de las respuestas obtenidas de los cuestionarios enviados por correo electrónico a los coordinadores de los 77 cursos ofrecidos por una institución pública de educación superior en Minas Gerais (Brasil). Se respondieron 28 cuestionarios. Las demandas presentadas se refieren a cuestiones académicas y emocionales de los estudiantes; a la sobrecarga del trabajo docente; a las relaciones interpersonales y educación continua; a las burocracias que enfrentan los coordinadores; además de la falta de preparación previa y apoyo para el ejercicio de la función y concepciones sobre el trabajo del psicólogo escolar. Se concluye que el coordinador escucha y considera las demandas de los estudiantes, profesores y técnicos, y trata de responderlas por medio de una asociación favorable con el psicólogo escolar, junto con otros segmentos e instancias de la institución.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Instituições Acadêmicas , Pensamento , Universidades , Teoria Crítica , Organização e Administração , Reorganização de Recursos Humanos , Relações Profissional-Família , Fenômenos Psicológicos , Psicologia , Psicologia Social , Qualidade de Vida , Aspirações Psicológicas , Ensino de Recuperação , Salários e Benefícios , Ajustamento Social , Sociologia , Evasão Escolar , Serviços de Saúde para Estudantes , Tentativa de Suicídio , Trabalho , Comportamento e Mecanismos Comportamentais , Adaptação Psicológica , Escolha da Profissão , Saúde Mental , Inquéritos e Questionários , Aprendizagem Baseada em Problemas , Emoções Manifestas , Ensino Fundamental e Médio , Tomada de Decisões , Aconselhamento Diretivo , Pesquisa Qualitativa , Depressão , Educação , Disciplina no Trabalho , Reivindicações Trabalhistas , Avaliação de Desempenho Profissional , Humanização da Assistência , Ética Institucional , Tecnologia da Informação , Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços , Resiliência Psicológica , Fortalecimento Institucional , Assistência Alimentar , Habilidades Sociais , Consumo de Álcool na Faculdade , Fracasso Acadêmico , Esgotamento Psicológico , Coordenador Clínico de Telessaúde , Angústia Psicológica , Modelos Biopsicossociais , Estresse Financeiro , Equidade de Gênero , Cidadania , Prevenção do Suicídio , Análise Institucional , Conselho Diretor , Relações Interpessoais , Relações Interprofissionais , Introversão Psicológica , Liderança , Deficiências da Aprendizagem
9.
Ciênc. cuid. saúde ; 21: e59900, 2022. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1384514

RESUMO

RESUMO Objetivo: conhecer como profissionais de enfermagem descrevem aspectos que interferem em sua atuação na Estratégia de Saúde da Família. Método: estudo descritivo, exploratório de cunho qualitativo com aporte na Teoria Fundamentada nos Dados. Participaram das entrevistas dez enfermeiras que atuam na Estratégia de Saúde da Família de três municípios do interior da Bahia-Brasil. A coleta foi realizada entre agosto de 2016 e agosto de 2017. Resultado: do processo de análise dos dados, emergiram três categorias que representam o modelo teórico intitulado "Desafios do profissional de enfermagem da Estratégia de Saúde da Família: peça-chave não valorizada": a) O vínculo com a Estratégia de Saúde da Família, que retrata o envolvimento afetivo que o profissional desenvolve com a comunidadee como serviço; b) Muitas atribuições; c) Pouca valorização, que representa as barreiras que o profissional enfrenta para a atuação na Estratégia de Saúde da Família. Considerações finais; o excesso de trabalho e a desvalorização profissional desmotivam, geram frustração, comprometem a atuação e saúde emocional dos profissionais de enfermagem que atuam na Estratégia de Saúde da Família.


RESUMEN Objetivo: conocer cómo profesionales de enfermería describen aspectos que interfieren en su actuación en la Estrategia Salud de la Familia. Método: estudio descriptivo, exploratorio con enfoque cualitativo y aporte en la Teoría Fundamentada en los Datos. Participaron de las entrevistas diez enfermeras que actúan en la Estrategia Salud de la Familia de tres municipios del interior de Bahía-Brasil. La recolección fue realizada entre agosto de 2016 y agosto de 2017. Resultado: del proceso de análisis de los datos,surgieron tres categorías que representan el modelo teórico titulado "Desafíos del profesional de enfermería de la Estrategia Salud de la Familia: pieza clave no valorada": a) El vínculo con la Estrategia Salud de la Familia, que retrata el envolvimiento afectivo que el profesional desarrolla con la comunidad y con el servicio; b) Muchas atribuciones; c) Poca valoración, que representa las barreras que el profesional enfrenta para la actuación en la Estrategia Salud de la Familia. Consideraciones finales: el exceso de trabajo y la desvalorización profesional desmotivan, generan frustración, comprometen la actuación y salud emocional de los profesionales de enfermería que actúan en la Estrategia Salud de la Familia.


ABSTRACT Objective: to know how nursing professionals describe aspects that interfere with their performance in the Family Health Strategy. Method: descriptive and exploratory study, with a qualitative nature, based on the Grounded Theory. Ten nurses who work in the Family Health Strategy from three municipalities in the hinterland of Bahia-Brazil participated in the interviews. The collection was conducted between August 2016 and August 2017. Result: the data analysis process gave rise to three categories that represent the theoretical model entitled "Challenges of the nursing professional in the Family Health Strategy: adepreciated key piece": a) The link with the Family Health Strategy, which portrays the affective involvement that the professional develops with the community and with the service; b) Many assignments; c) Little appreciation, which represents the barriers that the professional faces to work in the Family Health Strategy. Final considerations: work overload and professional depreciation demotivate, generate frustration andundermine the performance and the emotional health of nursing professionals who work in the Family Health Strategy.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Estratégias de Saúde Nacionais , Profissionais de Enfermagem/organização & administração , Atenção Primária à Saúde/organização & administração , Reivindicações Trabalhistas/tendências , Mercado de Trabalho , Teoria Fundamentada , Enfermeiras e Enfermeiros/organização & administração
10.
J Psychol ; 151(6): 547-565, 2017 Aug 18.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28985165

RESUMO

The present work applies and extends balance theory by examining the role of relevance of issue to the relationship in balance theory processes within the context of workplace relationships. In Experiment 1, a sample of working adults (N = 81) reported greater job tension when self-supervisor dissimilarity involved a relationship-relevant (vs. non-relationship) ethical dilemma. In Experiment 2, a sample of working students (N = 185) who perceived greater self-supervisor dissimilarity about workplace (vs. family) ethics reported greater job tension, and in turn, less job satisfaction and organizational commitment. Perceiving dissimilarity with a work supervisor in attitudes about relationship-relevant issues may negatively affect outcomes at work. Importantly, these experiments demonstrated that not all dissimilarity is likely to yield negative outcomes; only relationship-relevant (vs. non-relevant) dissimilarity was a catalyst for imbalance-induced tension.


Assuntos
Relações Interpessoais , Estresse Psicológico , Local de Trabalho/psicologia , Adulto , Atitude , Reivindicações Trabalhistas , Feminino , Humanos , Satisfação no Emprego , Masculino , Modelos Psicológicos , Percepção , Predomínio Social , Adulto Jovem
11.
Br J Nurs ; 26(11): 647, 2017 Jun 08.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28594618

RESUMO

Sam Foster, Chief Nurse at Heart of England NHS Foundation Trust, discusses the issue of complaints handling, and shares a new approach aimed at making training on the process more memorable.


Assuntos
Atitude do Pessoal de Saúde , Reivindicações Trabalhistas , Pessoal de Saúde/psicologia , Satisfação no Emprego , Medicina Estatal/organização & administração , Humanos , Reino Unido
13.
Br J Nurs ; 25(21): 1223, 2016 Nov 24.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27882797

RESUMO

Sam Foster, Chief Nurse at Heart of England NHS Foundation Trust, considers how fitness to practise referrals could be streamlined to increase efficiency and reduce delays in decisions being made.


Assuntos
Disciplina no Trabalho , Reivindicações Trabalhistas , Enfermeiras e Enfermeiros , Inabilitação Profissional , Medicina Estatal/organização & administração , Denúncia de Irregularidades , Inglaterra , Humanos , Recursos Humanos de Enfermagem , Gestão de Recursos Humanos , Encaminhamento e Consulta
16.
Rev. psicol. trab. organ. (1999) ; 32(1): 11-16, ene.-abr. 2016. tab
Artigo em Inglês | IBECS | ID: ibc-151364

RESUMO

Antecedents of affective versus cognitive components of daily job satisfaction were compared. According to the affective events theory, the affective component should relate more strongly to state affect and affective work experiences than the cognitive component. In multilevel regression analyses of 280 daily reports from 40 participants, within-person variation was lower in the cognitive component (24%) than in the affective component (54%). Beyond state affect and trait affectivity, positive valence of work experiences had an incremental value only in the prediction of the affective component. The affective component is more reactive to daily work experiences than the cognitive component. Whenever the link between work and daily job satisfaction is reviewed, the components of job satisfaction measures should be considered as a moderator (AU)


Se comparan los antecedentes de los componentes afectivos frente a los cognitivos de la satisfacción laboral cotidiana. Según la teoría de los acontecimientos afectivos, el componente afectivo debería guardar una mayor relación con el afecto de estado y las experiencias laborales que el componente cognitivo. En los análisis de regresión multinivel de 280 informes diarios de 40 participantes, la variación intrasujeto era menor en el componente cognitivo (24%) que en el afectivo (54%). Más allá del afecto de estado y la afectividad de rasgo, la valencia positiva de las experiencias laborales tenía un valor incremental solo en la predicción del componente afectivo. Este es más reactivo a las experiencias laborales diarias que el componente cognitivo. Siempre que se revisa el vínculo entre trabajo y satisfacción laboral cotidiana deberían considerarse las medidas de satisfacción laboral como moderadoras (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Satisfação no Emprego , Afeto/fisiologia , Cognição/fisiologia , Saúde Ocupacional/legislação & jurisprudência , Saúde Ocupacional , Saúde Ocupacional/normas , Reivindicações Trabalhistas/normas , Reivindicações Trabalhistas , Doenças Profissionais/prevenção & controle , Doenças Profissionais/psicologia , Relações Trabalhistas , Riscos Ocupacionais
19.
Rio de Janeiro; s.n; 2016. 123 p. ilus, map.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-870392

RESUMO

Esta pesquisa analisa a luta coletiva e sindical dos trabalhadores em sua relação com a saúde, tendo como campo de estudo o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ). No COMPERJ, um conjunto de lutas e greves dos operários da construção civil, como a de 2014, pôs em questão as condições de exploração e a representação sindical da categoria. Com base na Saúde Coletiva/Saúde do Trabalhador, a abordagem teórico-metodológica da investigação compreende as práticas coletivas dos operários do COMPERJ de resistência e enfretamento à exploração capitalista como expressão das contradições do processo de trabalho capaz de contribuir com o conhecimento em saúde dos trabalhadores. Nessa linhagem, enfatizamos a perspectiva da pesquisa participante junto a coletivos de trabalhadores para se gerar transformação. O trabalho de campo incluiu dois momentos, sendo o primeiro a participação em audiências públicas relativas as condições de trabalho do COMPERJ, assembleias da categoria e visitas ao sindicato representativo. O segundo momento compreendeu entrevista semidiretiva e individual com informantes-chave, sendo realizadas ao todo 10 (dez) entrevistas com três grupos: 5 (cinco) com trabalhadores de base do COMPERJ que participaram dos movimentos de greve; 4 (quatro) com diretores do SINDIPETRO-RJ, entidade sindical implicada na luta dos operários e 01 (uma) com técnico do sindicato legalmente investido da representação dos trabalhadores da construção civil do COMPERJ. Os resultados e a discussão destacam um conjunto de reivindicações que traduzem resistência do processo de trabalho, tais como: prolongamento do trabalho, administração por estresse, práticas gerenciais de controle e vigilância do trabalhador, bem como práticas de enfraquecimento coletivo dos trabalhadores, base da resistência operária. Algumas das práticas de enfraquecimento ocorrem pela fragmentação dos trabalhadores através das formas de terceirização presente na obra e as características da estrutura sindical de Estado. No enfrentamento a exploração, os trabalhadores produziram diferentes formas de solidariedade e resistência no sentindo de produção de saúde, sendo uma destas a criação de comissões de base, instância independente do sindicato representativo, devido ao enfraquecimento da organização no local de trabalho. Estas comissões objetivavam organizar as lutas, greves e reivindicações dos trabalhadores da construção civil do COMPERJ. O movimento dos trabalhadores do COMPERJ, apoiado por sindicatos de outras categorias, se constituiu como uma forma de resistência perante as condições de exploração e reafirmando a possibilidade de conquistas e mudanças no processo de trabalho, como também a possibilidade do reencontro com o coletivo de trabalhadores, apesar dos limites impostos pelos patrões e o próprio sindicato legal da categoria que tinham o objetivo de diminuir ou fragmentar a luta operária. A presente dissertação, surgida pela interpelação da luta dos trabalhadores, contribui ao apontar para a necessidade do aprofundamento da realidade dos trabalhadores a partir das suas próprias práticas organizativas e compreendendo assim os próprios limites da estrutura sindical de Estado para a luta pela saúde dos trabalhadores.


This research analyses the collective and trade union struggle of workers in relation to health in the Petrochemical Complex of Rio de Janeiro (CMPERJ). In COMPERJ, a set of struggles and strikes of construction workers, such as the one in 2014, questioned the work conditions and union representation of the category. Based on Public Health / Works` Health, the theoretical and methodological approach of this research includes the collective practices of the COMPERJ workers in regard to resistance and fighting the capitalist exploitation, as an expression of the contradictions of what the work process can contribute to the health knowledge of the workers. In this sense, we conducted participant observation of workers' collectives generating transformation. The fieldwork included two moments: First, participation in public hearings about working conditions in COMPERJ meetings and visits to the Union. In the second moment, we conducted 10 (ten) interviews with three groups: five (5) with COMPERJ workers who participated in the strike movement; 4 (four) with SINDIPETRO-RJ directors, Labour Union involved in the struggle of the workers and 1 (one) with a technical legally invested by the Union to represent COMPERJ constructions workers. The results and discussion highlighted a number of claims that translate the resistance to the work process, such as prolongation of work, stress management, management practices of control and surveillance of the worker at the same time, collective weakening of workers. We emphasize forms of outsourcing this work and the characteristics of the Union structure in the State. In addressing the exploitation, the workers produced different forms of solidarity and resistance in the sense of health production, and formed base commission, an independent body of the representative Union. These commissions organized struggles, strikes and workers' demands from the workplace. The movement of COMPERJ workers, supported by trade unions of other categories, constituted as a form of resistance against the conditions of exploitation, reaffirming the possibility of achievements and changes in the labour process, but also the possibility of reunion with the collective of workers despite the limits imposed by employers and own legal category union. This dissertation, which appeared for the interpellation of the workers' struggle, helps to point out the needs of deepen studies from the real struggles and their own organizational practices of workers for the production of knowledge in Workers` Health.


Assuntos
Humanos , Indústria da Construção , Saúde Ocupacional , Serviços Terceirizados , Reivindicações Trabalhistas , Sindicatos , Greve
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...